Resenha: Crash - Nicole Williams

DSCN5929

Skoob – Avaliação: 3/5

Para a adolescente Lucy, nada é mais importante que o balé. A dança a transporta para um mundo onde a dor, as lembranças ruins e a violência não existem. Um mundo só dela. Um dia, porém, aquela garota certinha é obrigada a mudar de escola. E é nesse novo ambiente, repleto de descobertas e Inseguranças, que conhece um garoto que só usa cinza e vive com uma toca de lã na cabeça. Jude, o maior bad boy da escola, é lindo e seria o sonho de toda garota, e talvez até o genro que todo pai pediu a Deus... se não tivesse sido preso várias vezes e não morasse num abrigo para garotos desajustados. Lucy não liga para a opinião dos outros: o mais importante é o que Jude sente por ela. E o rapaz parece disposto a abrir seu coração, ainda que um segredo que assombra o passado e o presente dos dois esteja prestes a estraçalhar essa paixão.

*Livro recebido em parceria com a editora*

Eu sabia por que não devia me envolver com ele, e tudo fazia sentido, mas havia algo dentro de mim que não dava a mínima pra isso.

Alguma coisa resistia e se recusava a ouvir minha intuição. Alguma coisa queria Jude Ryder em minha vida, independentemente das consequências ou do desfecho da história.

E qualquer que fosse essa coisa, eu a queria muito.

Luce é uma garota que gosta de salvar o mundo. Ela resgata animais e arruma novos lares pra eles, ajuda em projetos na escola e ama dançar, a dança é algo que conseguiu a salvar quando os médicos e seus pais já não sabiam mais o que fazer com ela. Sua família passou por um período difícil alguns anos atrás com a falência da empresa, seu pai é a sombra do homem que foi um dia, e sua mãe virou uma megera que vive com a cara no emprego, e agora em uma casa 4x menor que a anterior e em uma escola muito mais simples ela terá que se adaptar.

Mas ela não contava conhecer Jude, o bady boy problemático que desde o primeiro encontro diz que não será bom pra ela, não é alguém ideal para uma menina tão inteligente. Mas o problema é que mesmo sabendo de todas as encrencas que ele trará, sua mente não consegue esquecê-lo, e tudo piora quando ela percebe que ele também estuda naquela escola e que tem uma fama nada legal lá. Sua parte inteligente diz para ela se afastar dele. Ele diz para se afastar. Mas o que surge entre eles é maior que todo juízo que poderiam ter, e mesmo não sendo bons  para o outro eles continuam se aproximando cada vez mais. Mas seria isso sensato a longo prazo?

DSCN5930

Eu sou um câncer, Luce. Eu não sou nem do tipo que dá para curar com radiação. Sou o câncer que mata.

Confesso que eu tive um pouco de dificuldade em terminar Crash, pelo simples motivo que meu santo não bateu com o da protagonista Luce, que começa a historia super empoderada, mas quando conhece o mocinho parece ser abduzida e cai em todos clichês possíveis desse estilo do gênero.  Ela muda toda sua vida rápido demais pro mocinho, perdoa erros tensos, se apega rápido demais, faz tudo que ele manda, muda de opinião toda hora, perde o foco da dança que é seu maior amor...

Já Jude é o típico bady boy que quer mudar porque encontrou a garota certa e quer deixar para trás todo seu passado obscuro, adoro quando o personagem acredita tanto em uma coisa e é firme nela até o fim. Ele se esforça para ser bom pra ela, faz com que os chatos da escola a tratem melhor e deixa bem claro para todos que está com ela e que quer ser diferente. O melhor dele em minha opinião é que mesmo sendo um bady boy ele não é autodestrutivo ou escroto com a menina em nenhum momento da história, mas ainda assim tenho meus poréns de ele ser bem controlador, ciumento e agressivo com quem tenta humilhar ou chegar perto demais dela.

O livro se passa quase inteiro nos corredores da escola e/ou envolvendo os alunos ali ao redor, é bacana ver como Luce se adapta rapidamente à aquele mundo que até então era tão diferente do que ela cresceu, mas que mesmo assim ainda mantém sua personalidade ao fazer novas amigas que são bem diferentes dela. Há muitos dramas envolvendo relacionamentos, fofocas e coisas do tipo, mas ainda é algo legal de se ler porque vemos como a mocinha e o mocinho vão lidando com aquilo tudo e também como seus dramas do passado influenciam em tudo.

Apesar das partes clichês eu gostei da história, alias, da proposta dela, mas acho que a autora poderia ter colocado uma personalidade mais firme em Luce e também caprichando um pouco mais no plot twist para dar um drama mais pesado na narrativa e agitado um pouco as coisas lá pro final. 

Ele tinha o direito de ter cometido erros e se arrependido, mas eu conseguiria conviver com eles e com suas consequências?

O trabalho gráfico da editora esta incrível, no final de cada capitulo há um par de sapatilhas, e também no rodapé há referencias a cada musica dos Beatles que são comentadas entre os personagens. A decisão de manter a capa e titulo original também foi ótima, adoro quando as editoras se não perdem em traduções loucas, e mantêm a arte original que tem tudo a ver com a história.

Crash apesar de ser o primeiro livro de uma trilogia possui o final bem fechado e pode ser lido de forma independente. Para os leitores que gostam do clichê menina inteligente e menino problema com certeza vão gostar da história, principalmente os fãs de autoras como Abbi Glines e Jamie McGuire. Você vai acompanhar a história de dois jovens muito diferentes que possuem um passado trágico, dois jovens que estão se esforçando para não deixar esse passado ruim definir os seus futuros, e que vão precisar aprender muito antes de as coisas começarem a dar certo pra eles.

A única maneira de saber se Jude Ryder partiria meu coração era abri-lo para ele.

Crash

ISBN-13: 9788542210507
ISBN-10: 8542210506
Ano: 2017 / Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Essência

avaliação cupcake - Cópiachili-1357924_960_720

9 comentários:

  1. Ola
    Estou ansiosa para conferir essa leitura, na verdade vai ser uma das minhas proximas leituras e estou com varias expectativas, ainda mais porque ja li bons comentários a respeito. Sei que possui essas passagens cliches mesmo, mas eu adoro!!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oie! Tudo bem?

    Não conhecia a obra, mas infelizmente ela não despertou meu interesse, parece ser o tipo de história mais do mesmo sabe? Por enquanto não irei dar uma chance para essa história, mas achei a capa muito bonita!

    Bjss

    ResponderExcluir
  3. Oi, fiquei um pouco confuso, hahaha. Você diz que seu santo não bateu com a personagem e elogia o garoto dizendo que ele não é escroto com ela, só que ele é ciumento, controlador e agressivo. Ele acaba sendo um pouco escroto com pessoas que estão ao redor dele(s), não acha? A história parece ser aquele clichêzão sobre relacionamentos e tal, então eu não leria. Só pelas características dos personagens eu meio que desisto antes de tentar. :/

    ResponderExcluir
  4. Confesso que sou apaixonada por este romance clichê, em que a protagonista e uma mulher decidida, porém acaba se entregando totalmente o amor, e deixando de lado sua personalidade, por isso que sou tão fan do gênero, e enquanto lia sua resenha fiquei pensando muito na série Sem limite, que não se você já leu, mas tem uma pegada bem parecida com esta estória. Estou apaixonada por esta edição que já esta na lista de desejados, e quero logo adquirir.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi!!
    Gostei muito da resenha e adoro um livros clichê!! Mesmo gostando muito de livros que a mocinha tentam salvar o mocinho de se mesmo é do mundo, não gostei tanto assim do livro por que a Lucy acabam de certo modo se anulando para tentar resgatar o Jude. Mesmo assim acho que vou dar uma chance ao livro.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  6. Ai Sabrina, quando a protagonista não colabora, acaba atrasando a nossa leitura mesmo!!! Super te entendo sobre isso! Mas apesar de achar que eu também não irei simpatizar com essa mocinha, quero ler o livro e ter minha opinião sobre o enredo.
    Adorei suas fotos do livro!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi. :)
    Desde que vi a capa desse livro no instagram, que fiquei louca pra ler.
    Adorei e fiquei mais curiosa com a sinopse, pq só queria o livro pela capa rs. Nem li sinopse nem nada, mas sua resenha só me deixou ainda mais ansiosa pra adquirir esse livro.
    Apesar de vc não ter curtido muito a protagonista, vamos ver se vou ter a mesma opinião qndo ler.
    E adoro os bobos e velhos clichês, fazer o que rs.
    Blog As Meninas Que Leem Livros - Lauri Brandão

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem?
    A história me encantou pela capa, mas realmente ter uma protagonista que simplesmente acata todas as decisões do cara é bem ridículo. Cadê o empoderamento? Infelizmente deixarei passar a dica.

    ResponderExcluir
  9. oie, desde que vi esse livro também achei a proposta bacana, mas não soa muito ser meu estilo, e pelos seus comentários, tive certeza disso. Não gosto muito de enredos adolescentes, então esse já é um empecilho, e essa de mocinha que muda muito por causa de um mocinho não é bacana.

    ResponderExcluir