Resenha: Tentação Sem Limites (Rosemary Beach #2; Sem Limites # 2) Abbi Glines

DSCN5164

Skoob – Avaliação: 4/5

Ela não consegue deixar de amá-lo, mesmo sabendo que jamais o perdoará.
A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la?
O terrível segredo de Rush Finlay.Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo.Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente.Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela.Segundo volume da trilogia Sem Limites, que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo, Tentação sem limites é tão viciante e tentador quanto uma paixão proibida.

*Livro de acervo pessoal da blogueira*

Eu não apenas a amo. Ela me tem. Completamente. Eu faria qualquer coisa por ela.

Como esse é o segundo livro da série Sem Limites, que conta a história de Rush e Blaire pode ser que tenham alguns spoilers do primeiro livro, então pulem os parágrafos que começam com letras vermelhas.

No final do primeiro livro Blaire descobriu um segredo sobre seu passado que destruiu seu mundo, e por isso acabou voltando para o Alabama, para sua vida simples e descomplicada. Voltar não foi fácil, principalmente por estar sofrendo tanto por ter aberto seu coração para o amor mas é preciso recomeçar. Porém três semanas depois ela descobre que está grávida, como ela irá cuidar de um bebê sozinha no mundo? Arrastada até Rosemary Beach por Betty ela terá que confrontar Rush e todos aqueles que ela pensou ter deixado em seu passado. Como ela irá lidar com a sua família terrível agora que está nessa situação?

Abbi Glines

Olha, eu tenho, sério, mas não consigo gostar do Rush. Cada página é uma vacilada diferente, que eu fico me perguntando: ele é burro por que gosta ou é por que nasceu assim mesmo? Porque é difícil defender as escolhas que ele faz no livro, as que ele não percebe e depois quer ficar consertado como se a Blaire fosse a errada por não falar nada pra ele, e principalmente eu não gosto da maneira que ele se rasteja depois que faz a cagada. Eu sei que posso estar sendo bem chata aqui, mas acho que ele é um personagem que precisa amaduresce ainda na série, porque pra 24 anos ele ainda está bem cego para algumas coisas da vida.

Já Blaire, eu fico com muita dó dela nesse livro. Enquanto muitos a colocam como insegura demais, como se tivesse perdido toda a característica forte e decidida do primeiro livro, eu tento me colocar no lugar dela e sinceramente seria igualmente deprimente. Ela não tem ninguém, não tem dinheiro, está grávida, a gravidez atrapalha seu emprego, a irmã do pai do seu filho lhe odeia, o pai do seu filho é um playboy instável que você nunca consegue prever os movimentos e é claro, não tem mais mãe ou pai pra lhe apoiar nesse momento. Gosto muito do orgulho que ela tem de não ficar pedindo nada pro Rush e muito menos ficar esperando que ele seja o pai do ano, mas só queria que ela fosse um pouquinho mais dura com ele em alguns momentos.

"Isso é exatamente  o que eu quero. Ter você aqui de novo. Ver seu rosto."

DSCN5165

O livro todo é a questão da reconciliação dos dois. Eu gosto como a autora não jogou todas as vaciladas do passado no lixo e juntou os dois pombinhos logo nas primeiras páginas, é complicado dar uma segunda chance para alguém que nos magoa, e é mais complicado ainda dar uma terceira, quarta… rsrsr Rush corre atrás de Blaire o tempo todo, mas quem se destaca mesmo pra mim é Woods (sim, amo ele)  dando todo apoio quando o boy da Blaire dá suas vaciladas, e o principal, dando espaço quando ela precisa, porque acho que as maiores implicações minhas com Rush é que ele é grudento demais e eu me sentiria sufocada nesse relacionamento rsrsrs.

O livro é bem quente, muito mais que o primeiro, já que os hormônios da Blaire estão a mil por hora. O casal toda hora está grudado e as cenas são muito bem construídas e muito quentes mesmo, de modo que é bom deixar um ventilador por perto e não ler em lugares públicos rsrrss.

Outro ponto legal são algumas revelações sobre o passado de Blaire que ocorrem pro final do livro, que conseguem comover o leitor e mostrar que às vezes fugimos de uma situação não por sermos covardes, mas porque a dor que aquilo nos trás é tão intensa que nos cega e afastar parece ser a melhor escolha, e só vamos perceber esses erros após muito tempo e muito amadurecimento.

Mas, acho que essa resenha já ficou bem grandinha né rsrsr. Tentação sem limites é mais um livro muito bom da Abbi Glines que fala sobre reconciliações e como é difícil confiar cegamente depois que o coração já sofreu por esse amor. Pra quem gosta de um romance bem mais quente eu recomendo esse livro (e essa série) de olhos fechados. Agora é pular pro livro do Woods que esse sim vocês vão me ouvir (ler) fazendo elogios sem fim rsrsr

"Nenhum homem jamais amou uma mulher tanto quanto amo você. Nada está antes de você. Eu não sei o que mais preciso fazer para provar que não vou decepcioná-la de novo. Não vou magoá-la. Você não tem mais que ficar sozinha. Eu preciso de você."

Tentação Sem Limites

 

ISBN-13: 9788580412451
ISBN-10: 8580412455
Ano: 2014 / Páginas: 208
Idioma: português
Editora: Arqueiro

 

avaliação cupcake - Cópiachili-1357924_960_720

7 comentários:

  1. Oi Sabrina,
    Bom saber que a Abbi não juntou os dois de cara nesse segundo livro e que ainda ficaram muitas coisas a serem resolvidas. Afinal realmente é dificil perdoar tantos vacilos rapidamente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Mais uma resenha da obra da autora me impressionando mais uma vez espero gostar da resenha dos próximos livros já me convenceu e quero começar a série.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  3. Não gostei tanto desse livro e do terceiro. Pra mim, a autora forçou um pouco.
    Mas acho bem delicinha o amor do casal e nos outros livros que eles aparecem eles são super divertidos e apaixonantes.
    Super queria um Rush pra mim <3 haha
    Continue lendo a série, você vai se apaixonar cada vez mais :)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Sabrina!
    Apesar de gostar demais de romances hots, ainda não tive oportunidade de ler nenhum dos livros da autora, acredita?
    Gostei de ver aqui aqui há uma tentativa de reconcialição e perdão, temas importantes quando o amor está envolvido.
    Desejo uma ótima semana!
    “Compreender que há outros pontos de vista é o início da sabedoria.” (Campbell)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Sabrina!!
    Não conhecia esse livro e nem os outros, por isso li meio sem entender a história. Mas parece ser bem legal, lerei as resenhas dos outros livros para entender melhor.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Tenho que começar a comprar essa série!
    Muita vontade de ler!
    Li só algumas coisas da resenha para não pegar spoiller!
    Animada!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sabrina!
    Não li os livros nem tenho qualquer interesse em fazê-lo, mas complicado lidar com essas atitudes do Rush, hein? Realmente irrita se deparar com personagens, masculinos ou femininos, que tomam atitudes tão infantis, impulsivas e mesmo burras assim, rs, fica difícil defender mesmo quando a gente gosta, e só pelo o que você falou na resenha também fiquei com dó da Blaire ao tê-lo como pai do próprio filho, essa instabilidade do personagem deve ser bem tensa mesmo, e muito provavelmente se o lesse eu também quereria atirar o Rush pela janela durante a leitura. Espero que sua leitura no livro do, enfim, Woods te conquiste de verdade!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir