Resenha: A Chama Dentro de Nós (Elementos # 2) - Brittainy C. Cherry

DSCN5086

Skoob – Avaliação: 4/5

Logan Silverstone e Alyssa Walters não têm nada em comum. Ele passa os dias contando centavos para pagar o aluguel, sofrendo com a rejeição dos pais e tentando encontrar um rumo para sua vida caótica. Ela, por outro lado, parece ter um futuro brilhante pela frente. Um dia, porém, um simples gesto dá origem a uma improvável amizade. Ao longo dos anos, o sentimento que os une se transforma em algo até então desconhecido para os dois. Alyssa e Logan não conseguem resistir à atração que sempre sentiram um pelo outro e finalmente descobrem o amor. Mas uma tragédia promete separá-los para sempre. Ou pelo menos é isso que eles pensam. Seriam as reviravoltas do destino e as feridas do coração capazes de apagar para sempre a chama que há dentro deles

*Livro de acervo pessoal da blogueira*

Resultado de imagem para gif lágrima

Sabe quando você termina um livro e não consegue decidir se amou, se odiou ou se está odiando você ou a autora agora? Acho que me enquadro muito nessa confusa frase. Brittainy jogou tanto com meus sentimentos e conceitos nesse livro que até agora estou tentando entender o que foi essa ~desgraça~ desse livro.

Logan e Alyssa quebraram aquele ditado que diz que dois iguais não se atraem, porque olha, vai sofrer assim pra lá esses dois! Ambos tem os piores pais do mundo, e os melhores irmãos que podiam merecer. Enquanto a mãe de Logan é uma drogada que vive doidona e devendo dinheiro pra todos, a mãe de Alyssa é uma maníaca por controle que passa por cima das opiniões da filha; enquanto o pai de Logan é um traficante que agride a ex-mulher, o filho e quem mais entrar em seu caminho e destrói tudo que ele tenta construir, o de Alyssa sumiu na vida e cortou as relações com a filha em uma carta.

Mesmo que todos olhem por fora e vejam dois opostos: uma menina rica e um menino drogado, é nítido que eles são parecidos, conhecem a dor que o outro enfrenta, e nessa amizade estranha e verdadeira algo mais vai surgindo entre eles, até culminar em um relacionamento – difícil – aos 18 anos.

É muita desgraça reunida nesse livro, assim como muitos possíveis spoilers, então fiquem com a parte acima e com esse complemento: nada é fácil na vida desses dois, e quando tu acha que ta caminhando para dar certo, a autora vai lá e brinca com nossos sentimentos, jogando os dois na lama de novo para no fim acertar todas as pontas em um epílogo épico.

Pronto, resenha concluída. Até amanhã.

HAHAHAHA. BRINCADEIRA. VOLTEM AQUI!

Eu não consigo definir muito bem se gostei ou não desse livro (apesar de ter dado quatro estrelas e amado a construção da história), mas o que eu tenho certeza é que eu fiquei um pouco com vergonha de mim após terminar, com vergonha de como as minhas possíveis escolhas se estivesse no lugar do personagem foram um pouco desumanas e sem esperanças. Vou explicar.

Logan possui uma mãe drograda, desde quando ele era pequeno ela era assim, deixava ele passar fome, com frio, devia dinheiro e ele tinha que arrumar pra pagar o aluguel e pagar os traficantes, mas o pior de tudo é que ela se envolvia muito com o pai dele, que é um homem verdadeiramente cruel e usava da fragilidade da mulher para colocar ela contra o filho. Logan entra no caminho das drogas incentivado por ela, influenciado pelo pai, e em várias situações pesadas do livro eu só queria que ele deixasse essas duas pessoas para trás e seguisse a vida que sempre sonhou, corresse atrás de seus sonhos com o apoio de seu irmão, mas não, ele nunca abandonou a mãe e sempre estava lá para quando ela precisasse.

Você pode pensar que em alguns momentos ele é idiota por fazer isso, mas o amor que ele sente por aquela mulher, a esperança que ele tem que um dia ela vá abandonar as drogas e ser aquela mãe carinhosa que ele se lembra de quando era pequeno é de cortar o coração. Quando eu terminei esse livro e entendi que ele era muito mais do que a história de um casal e seus desencontros, percebi que eu precisava melhorar um pouquinho como ser humano, pois é nisso que Brittainy foca nessa história, na questão da família: a de sangue e a que aprendemos a amar, e que em hipótese alguma você deve desistir de quem você ama, mesmo que esta o machuque muito, que tenha feito sua vida ser uma verdadeira merda, aquelas pessoas são sua família e não importa o que tenha acontecido no caminho, você sempre tem que estar lá por elas.

Quero você. Quero suas cicatrizes. As feridas do passado. Eu quero seu caos. Tudo isso já faz parte do meu coração. Você é tudo que eu sempre quis, tudo de que eu preciso. Sua mágoa é a minha mágoa. Sua força é a minha força. Seu coração bate junto com o meu. Então, não, eu não vou cair fora. Não quero fugir porque, às vezes, as coisas ficam difíceis. Quero você. Bem, mal, com dor, com raiva. Se você for para o inferno, eu vou estar lá ao seu lado, segurando sua mãe. Se o fogo nos consumir, vamos virar cinzas juntos. Você é a pessoa certa pra mim, Logan. Onde, hoje e sempre. Sou sua. Você é a minha chama eterna.

O relacionamento do casal acho que foi o que menos gostei nesse livro, infelizmente não há muitas cenas de Logan e Alyssa que eles estejam agindo como um casal mesmo, as cenas são muito mais sobre a amizade incrível que eles possuem. Eu queria que a autora tivesse focado um pouco mais no casal, na vida de Alyssa e não só nos dramas vividos por Logan.

Mas, não foi o romance que me conquistou nesse livro (acho que por isso minha indecisão sobre gostar ou não do livro), pois acho que eu queria algo mais forte igual em O ar que ele respira, o livro se vale muito mais das histórias secundárias da família do que do romance em si, são essas temáticas abordadas no livro entre esses personagens que quebram seu coração e são muito difíceis de ler e principalmente de lidar quando você se coloca no lugar deles. Como um drama esse livro ganhou meu coração incondicionalmente, como romance eu gostei, mas podia ser melhor.

A Chama dentro de nós é um livro incrível, não pelo romance, mas pelo drama familiar, pelos tantos personagens secundários que nos mostraram a cada página que o amor transforma, o amor suporta, o amor destrói e o amor reconstrói uma pessoa. Através os protagonistas e suas vidas nada fáceis vamos aprender a ser um pouquinho mais humanos, a lutar mais por aqueles que amamos e a nunca desistir do amor, não importa o quanto ele possa ter lhe ferido.

Provavelmente muita gente não conseguia entender por que Logan e eu combinávamos um com o outro. Éramos muito diferentes, exceto pela maior chama que ardia dentro de nós: o desejo de sermos amados por nossos pais.

A Chama Dentro de Nós

 

ISBN-13: 9788501109484
ISBN-10: 8501109487
Ano: 2017 / Páginas: 350
Idioma: português
Editora: Record

 

          avaliação cupcake - Cópia

15 comentários:

  1. Oi Sabrina!
    Essa é a primeira resenha que leio de A Chama Dentro de Nós e adorei, diferente de O Ar Que Ele Respira, que nunca chamou minha atenção. Logan e Alyssa são duas pessoas que tiveram suas almas quebradas na infância e é interessante ver como esse relacionamento baseado na amizade, compreensão e na tentativa de se reerguer de ambos irá se desenvolver. Parece que a autora estabilizou o relacionamento dos protagonistas logo no inicio e se concentrou nos dramas famíliares e no amor e na esperança que eles sentem em salvar as pessoas que amam, mesmo que no caso de Logan sua mãe nem sempre estive lá quando ele precisa, mas deve ser muito bonito ver todo esse amor que ele sente por ela. Espero ter a oportunidade de lê-lo em breve.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Oi Sabrina!
    As famílias dos protagonistas são bem complexas e cheias de problemas, dá até para entender porque eles acabam ficando juntos.
    Triste não ser reconhecido pela família, coitado do Logan.
    Acredito que família é mesmo tudo e não condeno Logan por amar a mãe e tentar fazer tudo por ela.
    Uma pena que o romance seja fraco e a amizade seja maior.
    No final, acredito que ainda quero ler ainda assim, apesar de suas ressalvas.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li esse livro, aliás, nem o conhecia. Já coloquei na minha wishlist! 😉

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sabrina!
    Conferi uma outra resenha desse livro essa semana e realmente vi críticas como a sua em relação ao romances, mas a sua em especial ressaltou muito bem a questão familiar do enredo e, de repente, deve ter sido um pouco intencional da autora focar mais nisso porque, no fim de tudo, questão de família é um caso importante e muitos livros por vezes tratam isso de forma superficial e sem o valor que o tema verdadeiramente merece. Não sinto nenhuma vontade em especial nessa série da Brittainy, mas admito que mesmo não tendo-a lido, eu muito provavelmente julgaria o personagem com as mesmas atitudes que você teve durante a leitura, o que, se pararmos para pensar, é muito mais complexo mesmo porque não devemos desistir e ignorar aqueles que amamos só pelas escolhas erradas que fizeram; pelo contrário, temos de ajudá-los a mudá-las, então a atitude do personagem nesse ponto foi muito honrosa. Ainda que não seja uma leitura que me chame a atenção de fato, mas gostei demais da sua resenha e que bom que, apesar da falha no romance, a leitura te conquistou tanto por essa abordagem sobre família.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  5. Olá, Sabrina!!
    Já li a resenha de A Chama Dentro de Nós, achei bem diferente a história, bem complicada também, pelos problemas da vida dele, o que ele passa. Mas não seria um livro que eu leria, não é muito do gosto.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Ai meu corê! Assim não aguenta haha
    Sinto que vem mais uma história e tanto por aí! SUPER envolvente.
    Tenho o livro aqui, mas não me aventurei ainda, mas depois dessa resenha vou ter que passar ele na frente de alguns haha.
    Sinto que vou AMAR (ou não) essa história.
    Gostei bastante da escrita da autora no primeiro livro da série e estou bem curiosa pra ler mais essa história.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  7. Oi Sabrina,
    As vezes esperamos de um livro um foco e na verdade ele quer nos apresentar outro. Já Sr. Daniels e gostei muito da escrita da autora.
    Mesmo que o romance não seja tão atrativo acho que vale a leitura pelos dramas familiares.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. É uma história completamente diferente do O ar que ele respira, eu até gostei a escrita da autora é super bem valorizada e também não quero deixar de ler esse livro, apesar de não ser bem esperando mas agora já comecei com agora vou terminar.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não li nenhum livro da autora, mas quero muito!
    O Ar que Ele Respira várias pessoas gostaram e fiquei muito curiosa para saber se eu ia gostar tbm!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  10. Pelo que li na resenha, esse livro sim é que é um verdadeiro drama, rs. Gosto de dramas, mas acho que esse passa um pouco da conta. Para compensar, a resenha está muito bem escrita.

    Não conhecia esse livro.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Já me emocionei apenas em ler sua resenha. Acho que não estou preparada para lê-lo por enquanto. Eu sofri e amei em O ar que ele respira e agora estou com medo de ler este.

    ResponderExcluir
  12. Olá! Então, esse livro não me atrai muito. Talvez algum dia eu resolva ler.
    Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  13. Gostei da resenha, principalmente pq vc disse que as histórias secundárias são mais interessantes que o casal em si. Gosto disso!

    ResponderExcluir
  14. Gostei bastante da sinopse, me interessei pelo livro. Ótima resenha, beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Não li nada da autora ainda, mas achei bem instigante a história desses dois. Pelo que você escreveu, se eu realizar a leitura, devo ter a mesma reação que você teve. Sem mais, mesmo não sendo do gênero que mais leio, pretendo sim dar uma chance e sair da minha zona de conforto e conferir essa história.

    ResponderExcluir