Três Vezes Nós - Laura Barnett


Skoob - 4/5

Uma jovem mulher com uma bicicleta quebrada após desviar de um cão. Um homem que ela poderia facilmente ter deixado passar, sem parar, levando consigo uma vida inteira, uma vida que poderia nunca ter sido dela. Eva Edelstein está no segundo ano do curso de Inglês na Universidade de Cambridge. Ela namora David Katz, estudante e aspirante a ator. A vida de Eva parece bem encaminhada, quando, no campus da universidade, ela conhece acidentalmente Jim Taylor, estudante frustrado de direito. Há três versões, três realidades diferentes para o futuro de Eva e Jim, dos anos 1950 até os dias atuais. Se o nosso futuro é uma encruzilhada, gostaríamos de saber qual caminho seguir? E depois, ficaríamos felizes com a nossa escolha? Três vidas. Três histórias. Três destinos... Permeados com traições e ambições, mas também com amor e arte. Três vezes nós explora a ideia de que há momentos em nossas vidas que poderiam ter sido diferentes e como pequenos fatos ou decisões que tomamos podem determinar o rumo da nossa vida para sempre.

*Livro recebido em parceria com a Editora Novo Conceito*
- A pintura retrata as muitas escolhas que não foram feitas, as muitas vidas que não foram vividas. Ele a chamou de Três Vezes Nós.
Eva Edelstein é aluna da Universidade de Cambridge, onde estuda inglês e tem como grande sonho ser uma escritora. David Katz, um proeminente aspirante a ator é seu namorado e juntos mantém uma relação tranquila, permeado por dúvidas de amor que fazem parte a qualquer jovem casal.

Porém, em um dia, um cãozinho, um prego enferrujado e uma guinada em sua bicicleta, transforma a vida de Eva. Ela conhece Jim Taylor, um estudante de direito alto e bonito que vem em seu socorro. Claro que a atração surge e o típico encontro casual, onde menino se apaixona por menina acontece.


E é assim que em 1950, o primeiro encontro das três versões idealizadas pela autora Laura Barnett se inicia. O que acontece com Jim e Eva são consequências de suas escolhas que repercutirão em suas vidas até o fim.

Na primeira história Eva e Jim se apaixonam e ficam juntos. Na segunda tudo o acidente mais uma vez acontece, porém seus caminhos não se cruzam e eles continuam com suas vidas. Na terceira e última versão, ele se encontram, se apaixonam e são então separados por situações alheia a suas vontades.


- Nada de arrependimentos, Jim. Está bem? Com a boca em meio aos cabelos dela, ele diz: - Nada de arrependimentos, Eva. Nem agora, nem nunca.
Laura Barnett realizou um trabalho honesto, mostrando que na vida nem tudo é simples e que os finais felizes só acontecem quando aceitamos e somos responsáveis pelos nossos atos. Que não depende apenas do destino e sim das decisões que tomamos.

A narrativa é pungente e aborda assuntos como ruptura familiar, inveja, compulsões, amor, ódio e até depressão. Não é um livro fácil de entender, as mudanças de versões são uma constante, necessitando de uma leitura mais metódica. A montanha russa de emoções e as facetas apresentadas pelos personagens suga o leitor para um vórtice de emoções, enquanto questionamentos explodem permeados por notas de esperança e fé.


E você? O que te faz feliz? O que te faz realmente feliz? Amor, sexo, dinheiro, poder, família? Até que ponto sua felicidade é mais importante que o bem estar de todos? Será que todos nós temos direito ao final feliz ou é apenas uma utopia criada para que nunca paremos de tentar?

Três Vezes Nós nos mostra que de uma forma ou de outra a vida sempre segue seu rumo, e só porque não é o que sonhamos ou almejamos, não significa que tenhamos que nos martirizar. Às vezes o acaso é tão maravilhoso quanto o que minuciosamente planejamos.


A capa está linda! Tem tudo a ver com a história! Amei a diagramação, a fonte impecável e as folhas em papel pólen. Uma leitura gostosa e desprentensiosa, sendo uma ótima opção para todo tipo de leitor.
Algumas escolhas podem mudar a sua vida para sempre.




9 comentários:

  1. A sua resenha do livro me fez refletir muito sobre as escolhas que fiz.
    Não sei se foi o melhor,mas a gente erra tentando acertar...
    E em algum momento da vida,sempre imaginamos se tivéssemos tomado um caminho diferente na vida, tudo seria melhor. Não sei!
    Mas acho que esse livro nos faz refletir e tentar fazer o melhor.

    Gostei muito da dica!
    E acho que vou gostar de ler. :)

    ResponderExcluir
  2. 3 finais diferentes para um casal, não li o livro, mas me parece um tanto confusa a leitura, cada hora em uma versão deles. Gostei e não gostei disso, imagino que ler o final feliz e depois ler o final que eles ficam separados me cause certa tristeza, mas pelo menos a autora foi criativa ao mostrar o que pode acontecer de diferente na vida das pessoas a partir de fatos e decisões que elas tomam.

    ResponderExcluir
  3. Oi Nádya...
    Preciso começar dizendo que me encantei com a capa do livro... Parece ser um livro lindo e que nos faz refletir que uma atitude pode mudar nossa vida para sempre... 'Três vidas. Três histórias. Três destinos...' Fiquei muito curiosa para ler esse livro e conhecer esses três finais tão diferentes de uma mesma pessoa (Eva) que mudou devido a uma simples atitude que ela tomou em uma determinada situação. Adorei o quote "Algumas escolhas podem mudar a sua vida para sempre"; concordo completamente com essa frase!!! Espero poder ler esse livro em breve...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  4. Adorei! É o tipo de livro que te prende até terminá-lo. Com certeza faz refletir sobre os caminhos diferentes que a nossa vida poderia ter. Também me fez pensar em como uma escolha pode mudar toda a trajetória da nossa vida. Vou querer ler!

    ResponderExcluir
  5. O livro tem uma premissa interessante, a qual passa uma mensagem bonita sobre as escolas que tomamos na vida e as consequencias delas. Porém, essa coisa de contar a história três vezes de pontos de vistas diferentes meio que me desanimou um pouco.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    A capa é realmente muito bonita e a premissa bem interessante, passando uma mensagem muito reflexiva.
    Não sei se um dia vou ler, mas espero que sim.
    Ótima resenha. Obrigada pela dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi Nádya,
    Os comentários que já li desse livro são bem divididos, e confesso que não me senti atraída para ler esse livro. Não curto histórias com triangulo amoroso, e pelo que entendi tem uma pitadinha desse clichê. Os personagens pelo jeito não são envolvente e nenhum pouco cativantes. Apesar de ter alguns pontos de reflexão achei uma confusão tremenda dividir em três versões que são contadas em todos os capítulos, se o livro fosse dividido em três partes cada um com uma versão ai era outra coisa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que lindo! Fiquei curiosa pra ler essa história, parece ser bem reflexiva. Gosto de historias assim.
    E essa capa é linda msm, e suas fotos ficaram ótimas! Parabens!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Nádya!
    Realmente quando vi o lançamento achei o livro uma fofura só, mas acho que eu me confundiria bastante com essas três versões, além das mudanças constantes entre elas. Achei suas fotos lindas, isso embaixo é comida de verdade? Tá com uma cara boa hahaha

    ResponderExcluir