A Garota do Calendário–Setembro - Audrey Carlan

DSCN4338

Skoob – Avaliação: 4/5

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser. Em setembro, Mia será obrigada a dar o cano no cliente do mês, pois um problema urgente de família exige sua atenção. Ela vai voltar para Las Vegas e ficar cara a cara com o passado, num reencontro que pode reabrir feridas antigas.

*livro de acervo pessoal da blogueira*

Clique nas capas para conferir a resenha dos outros volumes da série

A Garota do Calendário - JaneiroA Garota do Calendário - FevereiroA Garota do Calendário - MarçoA Garota do Calendário - AbrilA Garota do Calendário - MaioA Garota do Calendário - JunhoA Garota do Calendário - JulhoA Garota do Calendário - AgostoA Garota do Calendário - SetembroA Garota do Calendário - OutubroA Garota do Calendário - NovembroA Garota do Calendário - Dezembro

A cada volume novo de Garota do Calendário que leio só posso pensar que Mia tem um coração muito forte e é uma guerreira por não sucumbir diante dos vários problemas que surgem na sua jornada, dificultando ainda mais a sua felicidade.

Em Agosto ela descobriu algo que mudou completamente sua vida, e também uma notícia de que precisava voltar a Vegas para cuidar de seu pai, e por isso acaba furando com o cliente do mês e tendo que lhe pagar uma multa de 200 mil por não ter avisado que não iria, como seu ela tivesse esse dinheiro. Para piorar sua situação Blaine não aceita o atraso da parcela de 100 mil do mês, e ameaça a sua vida se ela não a pagar. Junto com todos esses problemas ela também recebe um telefonema com uma notícia terrível, e que a destrói por dentro, abalando toda a felicidade que ela passou nos últimos meses. Como confiar na jornada quando tudo parece dar errado e todos ao seu redor parecem se machucar só de se aproximar demais dela?

Quando eu repito que a cada nova resenha é mais difícil falar do que aconteceu sem dar spoilers não é exagero. Em Setembro aconteceu tanta coisa, mas tanta coisa, que um mínimo detalhe a mais que eu escrevo aqui pode estragar as surpresas dos meses anteriores, então vou me segurar para contar somente o que eu achei da leitura desse mês.

Desespero. Foi esse sentimento que regeu a leitura desse livro, enquanto os últimos dois meses de Mia foram só luz e alegria, neste toda merda possível aconteceu em sua vida, e quando eu achava que não dava para ficar pior vinha a malvada da Audrey e me deixava ainda mais desesperada, querendo que tudo se resolvesse logo para que Mia voltasse a ser feliz.

Mia foi tão forte, determinada e corajosa com tudo que aconteceu que não tem como não ficar encantada com o modo que ela lidou com tudo, seu amor pelo popis e sua determinação em ficar com ele quando mais precisava me deixou emocionada, a sua garra para tentar resolver seus problemas sem arrastar mais pessoas para ele também foi inspiradora, ainda que em alguns momentos não tenha dado muito certo, mas ainda assim deu para perceber que ela está muito mais adulta e inteligente de suas escolhas, e que nunca faria nada por egoísmo ou para prejudicar alguém que ama.

Achei muito legal a autora ter abordado Blaine mais nesse livro, e olha, como o infeliz é um tremendo de um canalha ehn! Ela sempre nos alertou que ele era perigoso, mas o que ele faz nesse livro é realmente sem coração, e fiquei sem ar quando li a sua crueldade com uma persoa tão próxima de Mia, espero que esta pessoa consiga se recuperar dos traumas que sofreu, e espero que Blaine não apareça nunca mais na vida de ninguém próximo de Mia, porque eles já sofreram muito com esse desprezível.

Enfim, não vou mais falar do que acontece por aqui, mas podem ter certeza que seus corações vão ficar bem pequenos com tudo que aconteceu nesse livro, e vai faltar ar quando a cada página perceberem que as tretas só ficam maiores. Audrey se superou, e mostrou que as vezes problemas aparecem na nossa vida sim, mas que temos que ser fortes e não nos deixar abater, e sempre contar com aqueles que nos amam e querem nos ajudar, pois mesmo que não de sangue, eles são nossa família e isso é o que importa.

No mais, confiem na jornada, e bora ler Outubro para saber como será o próximo mês de Mia e saber se ela vai conseguir se recuperar de tudo que aconteceu nesse mês das trevas que foi Setembro.

 

avaliação cupcake - Cópia

6 comentários:

  1. Oi!
    To loucaaaa pra ler a série, mas ainda não comecei...Então li sua resenha pulando o resumo de agosto com medo de tomar spoilers... Quando se está tão avançada em uma série fica difícil não contar algo dos outros livros né?! No geral a série tem uma pegada diferente, adorei a proposta de cada livro ser um mês e achei as capas um arraso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá,essa série é a prova de que não devemos julgar um livro pela capa ou título. Eu tinha um pé atrás com essa série por achar que não tinha uma boa história... Enfim, achava que se tratava de mais um livro hot sem nada a acrescentar.
    Me enganei não é!?

    E devo dizer que você me deixou curiosa mais uma vez !;)

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Pode até ser uma leitura interessante, mas não é uma série que eu pretenda ler. Não tenho nenhum interesse pela sinopse ou estilo de leitura, então, deixo passar a dica.
    Que bom que você está gostando da leitura!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. A cada resenha que eu leio sobre essa série eu fico mais e mais curiosa para ler! meu deeeus, eu não curto mto séries mas eu quero demais esses livros. parecem tão legais!!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, Sabrina, eu nunca tive o menor interesse em ler essa série por achar ela super rasa, romantizada demais e apelativa demais também. Acho bacana que tenha pelo menos um mês em que nem tudo seja flores pra ela e que tenha mais cara de "vida real", e espero que ela tenha conseguido resolver esses mil problemas de dinheiro.

    ResponderExcluir
  6. Oi Sabrina,
    Finalmente dei uma chance a essa série que tanto me deixava curiosa, li os três primeiro livros em sequência, e acabei gostando não gostando hahaha Mas não vou desistir, vou ler até o final pra saber o desenrolar da vida da Mia. Pelo jeito o mês de Setembro é repleto de dramas e reviravoltas, esse mês vem com uma história mais intensa e decisiva, fiquei ansiosa para descobrir o que vem por ai, mas já tenho alguns palpites do que pode ter acontecido. Agora em dezembro vou tentar ler mais três livros da série.
    Beijos

    ResponderExcluir