As Mentiras de Locke Lamora - Scott Lynch


Skoob - 5/5

O Espinho é uma figura lendária: um espadachim imbatível, um especialista em roubos vultosos, um fantasma que atravessa paredes. Metade da excêntrica cidade de Camorr acredita que ele seja um defensor dos pobres, enquanto o restante o considera apenas uma invencionice ridícula. Franzino, azarado no amor e sem nenhuma habilidade com a espada, Locke Lamora é o homem por trás do fabuloso Espinho, cujas façanhas alcançaram uma fama indesejada. Ele de fato rouba dos ricos (de quem mais valeria a pena roubar?), mas os pobres não veem nem a cor do dinheiro conquistado com os golpes, que vai todo para os bolsos de Locke e de seus comparsas: os Nobres Vigaristas.O único lar do astuto grupo é o submundo da antiquíssima Camorr, que começa a ser assolado por um misterioso assassino com poder de superar até mesmo o Espinho. Matando líderes de gangues, ele instaura uma guerra clandestina e ameaça mergulhar a cidade em um banho de sangue. Preso em uma armadilha sinistra, Locke e seus amigos terão sua lealdade e inteligência testadas ao máximo e precisarão lutar para sobreviver.

*Livro recebido em parceria com a Editora Arqueiro*

Olá moçada! Vou ser bastante franca com vocês! É difícil eu não gostar de um livro, geralmente, concedo boas informações a respeito de uma obra. Não quero correr o risco de parecer demasiadamente tola, porém, As Mentiras de Locke Lamora foi um dos livros mais bem desenvolvido, jocoso e intenso que tive o prazer de ler nesse fim de ano.


Eu amei cada linha e o rol de personagens, bem como o próprio protagonista Locke Lamora gritam por atenção e exigem do leitor uma entrega completa. Todos os componentes presentes na história sejam eles mocinhos ou vilões, cidades ou cenários, acrescentam de maneira original essa obra de fantasia tão magistralmente escrita.


A história se inicia com Lamora ainda bem criança, beirando seus cinco anos de idade, quando órfão e sem perspectivas se junta ao Aliciador. Um homem temido, grosseiro e grande corruptor de crianças. Mas a história dá grandes saltos e logo podemos ver Lamora já adulto e líder dos Nobres Vigaristas. Essas idas e vindas não se dá de maneira aleatória e a narrativa se torna uma colcha de retalhos bem tecida nas mãos hábeis de Scott Lynch, que recolhendo pedaços nos apresenta Lamora e sua história. Esses flashbacks elevam os momentos de apreensão e nos apresentam pistas bem escritas do que Lamora e seu bando irão passar para resolverem determinadas situações. Desta maneira, Lynch alterna a narrativa entre presente e passado chamado Interlúdio, onde nos permite vislumbrar as origens dos Nobres Vigaristas, ladrões que se especializaram em cometer falcatruas gigantescas contra a nobreza da época.

Algumas das minhas crianças gostam de roubar. Algumas são indiferentes ao roubo e outras apenas o toleram porque sabem que não têm mais nada pra fazer. Mas ninguém, digo e repito, ninguém nunca demonstrou tamanha avidez pelo ato de roubar quanto esse menino. Se ele estivesse com o pescoço cortado e um galeno estivesse tentando costurá-lo, Lamora roubaria a agulha e o fio e morreria rindo. Ele… ele rouba demais.

As Mentiras de Locke Lamora é pecaminosamente intenso, enquanto a comicidade quebra instantes de ódio e repulsa. Sim, não se engane leitor, Lamora, também conhecido como Espinho de Camorr não é santo e seus atos são muitas vezes repugnantes, mas nem por isso, tiram o brilhantismo de sua mente corrompida. Ele é o senhor das mentiras, mestre do disfarce e é uma lenda viva em Camorr, cidade onde a decadência, o fingimento, o perverso e o hediondo fazem morada.

Como Padre Correntes tinha dito certa vez, os melhores disfarces vinham de coração, e não de uma pintura de rosto.

Embora Marés de Sangue seja o próximo livro da serie, o leitor não precisará ficar se remoendo a espera de uma continuação, tendo em vista que o enredo da narrativa tenha um fechamento convincente e novas aventuras serão contadas.


Os diálogos parecem possuir uma fonte inesgotável de perspicácia e a narrativa engraçada é impagável. Os golpes aplicados são tão bem descritos que tiram o fôlego. e sem sombra de dúvidas, tédio é uma palavra que não virá à cabeça do leitor.


A capa é um show a parte e a diagramação perfeita fecharam de maneira primorosa a obra. Uma leitura fantástica.





9 comentários:

  1. Nossa,não imaginava que que esse livro nos mostrava uma história assim tão bem contada e com um personagem que de mocinho não tem nada!
    Quero muito conhecer o personagem Lamora,e essa história brilhantemente escrita.

    Adoro dicas de livros como esse. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei o livro Janaina! Um dos melhores livros que tive o prazer de ler em 2016

      Excluir
  2. Olá Nádya...
    Ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas preciso te dizer que sua resenha me conquistou... A história parece ser muito bem desenvolvida... Fiquei doida para poder ler esse livro e conhecer um pouquinho mais da história de Locke Lamora, esse senhor de mentiras e Espinho de Camorr e de repente tentar compreender um pouquinho de suas atitudes...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  3. Como Scott Lynch era um autor estreante fiquei com um pouco de receio ao comprar o livro. Li algumas resenhas na internet e logo me animei com elas, principalmente com as palavras de grandes autores como Pat Rothfuss.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nádya!
    Esse Locke me lembrou muito de Peter Pan e Robin Hood, me parece ser uma mistura dos dois kkk.
    Não conhecia o autor mas ele parece ter feito um bom trabalho, o livro parece ser bem divertido, então eu o leria sem problemas.
    P.S.: Adorei os gifs! hahaha

    ResponderExcluir
  5. O livro parece ter bastante ação e reviravoltas, o protagonista é interessante - parece até ter moral duvidosa, não conheço a obra e nem o autor, não faz meu tipo de gênero de livro, mas se fosse um filme eu assistiria.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Quando vi esse livro a capa dele logo me chamou atenção, e lendo a resenha fiquei muito interessada nessa historia, achei bem legal a ideia do enrendo e fiquei curiosa sobre o passado do Lamora, achei interessante essa grupo que se forma, parece ser mesmo um livro de muita ação e gostei de saber que o autor desenvolve bem essa parte, o livro também acabou me surpreendendo por esse lado engraçado. Quero muito ler essa historia !!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não conhecia o livro, mas a premissa parece bom interessante e divertida. E por tudo que você comentou a respeito da obra, com certeza é uma ótima leitura. Se tiver oportunidade, vou conferir!
    Sua resenha está ótima, muito bem explicada. E as fotos ficaram lindas! Obrigada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Nádya,
    Primeiro, AMEI o teu marcador!
    Não conhecia esse livro, mas como era de se esperar, já fiquei louca de vontade pra ler. Adoro uma trama assim, bem construída e com personagens marcantes e decididos, mesmo que sejam os vilões haha
    Também gosto de uma trama onde vamos montando o quebra-cabeça ao longo da história, isso deixa a narrativa instigante o suficiente para uma leitura sem interrupções. Juntando a isso uma pitada de humor então, é leitura boa garantida! Obrigada pela dica ;)
    Beijos

    ResponderExcluir