Magônia # 1 - Maria Dahvana Headley

DSCN4131

Skoob – Avaliação: 5/5

Uma fantasia original com ótimos personagens, complexidade emocional e um universo fantástico. Aza Ray nasceu com uma estranha doença incurável que faz com que o ato de respirar se torne mais difícil. Aos médicos só resta prescrever medicamentos fortes na esperança de mantê-la viva. Quando Aza vê um misterioso navio no céu, sua família acredita que são alucinações provocadas pelos efeitos do medicamento. Mas ela sabe que não está vendo coisas, escutou alguém chamar seu nome lá de cima, nas nuvens, onde existe uma terra mágica de navios voadores e onde Aza não é mais a frágil garota enferma. Em ''Magônia'', ela não só pode respirar como cantar. Suas canções têm poderes transformadores e, através delas, Aza pode mudar o mundo abaixo das nuvens. Em uma brilhante e sensível estreia no gênero young adult, Maria Dahvana Headley constrói uma fantasia rica em nuances e cheia de simbolismo.

*Livro recebido em parceria com a Galera Record*

Aza Rey é uma garota de 15 anos que tem uma doença rara, tão rara que a tal doença leva seu nome. Seus pulmões não funcionam direito, seus órgaos não ficam onde deveriam estar em uma pessoa ‘comum’ e o hospital é sua segunda casa, sempre lembrando-a que ela já viveu mais que o esperado, e que à qualquer momento ela irá morrer.

Aza vive com seus pais e irmã, que dedicam a vida para ela, e Jason, seu amigo ultranerd que é tão excluído como ela desde a infância. Ele é o único que a entende, principalmente a respeito da sua perspectiva sobre a morte, mas quando aza começa a falar de um navio no céu e de como ouviu seu nome ser chamado por pássaros, até ele começa a duvidar da sanidade da amiga, mas quando pesquisar é tudo que ele pode fazer para ter sua Aza de volta, ele perceberá que as lendas sobre Magônia, uma cidade no céu com navios piratas não são muito absurdas, alias, a tal lenda pode ser a única coisa que ele terá de mais concreto em sua vida.

Magônia me conquistou desde o lançamento, e eu acabei devorando o livro quando ele chegou, e me arrependendo por ter lido rápido demais essa história que me fez chorar, sorrir e ficar de boca aberta com a criatividade da autora.

A parte da doença da Aza com certeza vai fazer chorar até mesmo aquele leitor sem coração, é um sentimento parecido com ‘A culpa é das estrelas’ (e se você reparar até o nome da protagonista tem uma pronuncia parecida) com a garota doente que não tem nenhuma perspectiva de cura para sua doença e seus pais dedicando suas vidas a ela. Todo sentimentalismo envolvendo suas crises e idas constantes ao hospital me quebrara, e me levara á lágrimas rapidinho, mas o livro toma um rumo inesperado quando Magônia entra em cena, e quando Aza se descobre filha da capitã de um dos navios mais importantes de seu povo, e com uma profecia em suas costas, destinada a salvar uma raça que nem mesmo conhece.

A partir desse momento confesso que fiquei tão perdida quanto a protagonista, e entendi verdadeiramente seus sentimentos e surtos, por mais que aquele povo a achou imatura achei muito plausível ela surtar e negar aquela existência, principalmente pelas ‘pessoas’ serem pássaros-humanos, com penas e tudo, e usarem a sua voz para controlar coisas, literalmente cantar para fazer a mágica toda acontecer. Suas atitudes condisseram muito com uma garota de 15 anos, e seu desenvolvimento na história foi incrível, sendo curiosa, corajosa, justa e principalmente cautelosa por não acreditar cegamente naquilo que lhe diziam.

Outra coisa que me ganhou no livro foi o empoderamento feminino que a autora colocou em cada página. Começando por Aza que não precisa de nenhum menino para salvá-la, para convencê-la de nada e principalmente não precisa de apaixonar para poder salvar a porra toda. Além dela temos sua mãe que é uma cientista incrível, a capitã do navio que exerce uma função fodástica e bota medo em muito capitão homem, as mães de Jason que são lésbicas e ele não se importa nem um pouco com isso, fora as tantas outras tripulantes dos navios de Magônia que possuem um poder e respeito que vai muito além dos homens do livro.

O universo criado pela autora com certeza é inovador, porém achei que a história envolvendo esse povo ficou corrida demais, e queria mais detalhes de Magônia, principalmente queria saber por que eles pereceram, porque precisam roubar alimentos humanos para sobreviver, e muitos outros porquês, que foram deixados de lado no momento. Espero de verdade que nos próximos livros da série a autora esclareça mais coisas, pois o contexto político desse mundo será muito importante para a vida de Aza de agora em diante.

Enfim, o universo de Magônia é único e mágico, a cada página temos uma descoberta nova, uma aventura emocionante que prende o leitor e o faz devorar mais e mais a história daquele povo tão diferente e ainda assim tão belo. A autora consegue conduzir a história com tanta maestria que você não consegue prever quem é o vilão dou aliado, e na reviravolta final onde tudo é revelado não tem como não ficar de boca aberta.

Se você procurar uma história com piratas, magia e sentimentalismo, Magônia com certeza é um livro que você precisa ler correndo. Você vai chorar com a realidade de Aza e com o seu meio de encarar a vida, vai torcer para tudo dar certo entre ela e Jason, vai sorrir com a descoberta de um novo povo e principalmente vai se surpreender com o rumo que tudo irá tomar, e as responsabilidades que a protagonista irá enfrentar daqui em diante. É uma história simples, crível e verdadeira que lhe prenderá de tal maneira nas páginas que você só vai parar de ler quando chegar ao final, e vai pedir desesperadamente para a editora lançar o próximo volume em breve.

As coisas estão mudando, Aza Ray, e você é parte desta mudança. Agora, espero que aprenda seus deveres.

avaliação cupcake - Cópia

15 comentários:

  1. Estou louca para ler esse livro, quando vi a capa já fiquei com vontade de ler e após pesquisar um pouco mais sobre o livro ele entrou definitivamente para minha wish list, a história deve ser realmente ótima *__*
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Sabrina.
    Aza parece ser uma personagem bem forte, com uma doença diferente e incurável. Eu sei que eu iria chorar bastante com as cenas mais emocionais e parece que há várias.
    Gostei bastante de saber que a autora aprofundou o empoderamento feminino, com personagens fortes e tratando situações 'polêmicas' como algo comum, que é como deveria ser.
    Que pena que a "sociedade" e segredos de Magônia não foram bem explorados. Espero que a autora desenvolva isso melhor nos próximos livros.
    Magônia parece ser uma série interessante e achei a capa lindíssima. Espero ter a oportundiade de ler esse livro logo.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro mistura tantos aspectos que não tem como não querer ler. Fantasia, drama, piratas... Gente! Completíssimo. Além dessa capa maravilhosa. Aza parece se mostrar uma personagem bastante forte, o que deve dar um ar mais sério para a leitura. Gostei muito de saber a sua opinião.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que historia linda e menina forte, admiro personagens assim e como sempre essas historias me impressiona com esses finais épicos que eu não poderia deixar de ler, enfim a resenha me emocionou muito não imaginava tanto queria conhecer essa personagem tão linda e forte, obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir
  5. Nossa! Primeira resenha que leio do livro e tenho que confessar que fiquei super curiosa.
    Que história diferente e me parece ser incrível.
    Daquelas que te prendem do início ao fim, gostei, gostei e muito do que vi aqui.
    Já vou colocar o livro na minha listinha de desejados.
    Espero conhecer a obra em breve.
    Achei muito interessante a capa também <3
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  6. Gente, já estou super curiosa com o livro. A premissa é tão diferente e interessante. Gostei demais. Pena que a série não foi toda publicada. Mas quero ler com toda certeza, já vou colocar na lista de desejados.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  7. Oiie,
    Essa é a primeira resenha que vejo do livro e eu fiquei super interessada, parece ser muito bom, achei inovador esse, sobre uma cidade no céu, e tenho certeza de que a doença da Aza faz com que choremos como crianças hahaha, espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  8. Já vi alguém falando desse livro, e fiquei bem empolgada para ler esse.

    ResponderExcluir
  9. Oii Sa :)
    Gente, que sensacional!! Apaixonada.. Mal posso esperar para ler <3 Gosto demais de livros de fantasia, Adorei todo esse universo, a capa é linda e a premissa é de tirar o fôlego, os personagens parecem ser super bem elaborados.
    Boa dica. Linda resenha ♥ !!!

    ResponderExcluir
  10. A premissa é bem doida com ela vendo as coisas no céu, mas o que mais me interessou foi a pegada "A culpa é das estrelas", personagens doentes me cativam e conseguem me emocionar.

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Capa linda e premissa cheia de encantos e motivação. Claro que já está na lista de desejados. E depois de ler sua ótima resenha, mais certa fiquei de que vou gostar muito dessa leitura. Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi Sabrina,
    Magônia me conquistou com essa capa maravilhosa desde o lançamento e já tinha sido fisgada pela sinopse, mas agora depois de conhecer um pouco mais dessa trama tão original e rica em detalhes fiquei ainda mais interessada em ler esse livro. Adoro livros de fantasia, estou gostando de me aventurar nesse gênero, e Magônia parece ser um lugar mágico e encantador, então quero muito ler essa aventura repleta de mistérios. Gostei de saber que além de toda essa aura mágica, a autora tratou de assuntos importantes também, tem tudo para ser um livro bem envolvente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Estou louca pra ler, já ouvir tanta gente falar bem dele.

    ResponderExcluir
  14. Uau,essa história é para emocionar.
    Adorei a personagem Aza,que parece ser forte,mesmo com tantos problemas.
    Sei que ela conhecerá outro "mundo",que para ela será confuso,mas com certeza irá aliviar seus problemas.
    Mas fiquei com Peninha da família e de seu grande amigo.

    Me interessei muito em conhecer o livro! :)

    ResponderExcluir
  15. Emocionada e interessada! Adorei a capa desse livro! Não sei se leria esse livro nesse momento da minha vida, hormônios a mil. A historia da Aza parece ser bem interessante de ler, goste de ler personagens fortes como ela. Fiquei intrigada com tantos "porques" sem resposta como vc relatou. Parece ser um livro empolgante e interessante de se ler.

    ResponderExcluir