A Garota do Calendário (Março) - Audrey Carlan

DSCN3919

Skoob – Avaliação: 5/5 Red heart

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva, mas ela está prestes a descobrir…

* Livro de acervo pessoal da blogueira *

Clique nas capas para conferir a resenha dos outros volumes da série

A Garota do Calendário - JaneiroA Garota do Calendário - FevereiroA Garota do Calendário - MarçoA Garota do Calendário - AbrilA Garota do Calendário - MaioA Garota do Calendário - JunhoA Garota do Calendário - JulhoA Garota do Calendário - AgostoA Garota do Calendário - SetembroA Garota do Calendário - OutubroA Garota do Calendário - NovembroA Garota do Calendário - Dezembro

Depois de um pouco de decepção (minha) com Fevereiro, Mia embarca para Chicago para ser acompanhante de um Italiano (seria meu ponto fraco?) e eu acabei devorando esse volume em menos de 1h e considerando o melhor livro da série até agora, não só pela jornada da nossa protagonista, mas pelos temas levantados pela autora com o Sr. Março.

Bom, Anthony Fasano é o único homem de uma família tradicional italiana, com uma mama super católica e conservadora, e que adora controlar os filhos. Ele e suas três irmãs controlam uma rede de restaurantes conhecida como a melhor comida italiana do país, e como herdeiro de tudo, sua mãe espera que ele arrume uma mulher logo, e que lhe dê lindos netos para seguir com o nome da família. Tudo isso seria uma imagem muito bela, se Anthony não fosse gay (isso não é spoiler ok?) e além disso já ter um relacionamento de 15 anos com Hector, o advogado da empresa que é considerado um filho para a mama.

Mia é contratada para aliviar o peso nas costas de Anthony, que é pressionado cada vez mais para arrumar uma noiva e filhos, porém com tantas coisas erradas nesse discurso dos parceiros, ela pode acabar atrapalhando ainda mais o relacionamento dos dois, que é tão estável. Como pode ela fingir para uma família inteira que é noiva de Anthony quando o verdadeiro amor dele está sempre ao lado, e sendo Hector tão legal com ela? Como pode uma família tão amorosa não aceitar que o filho seja gay?

Março foi o livro que mais senti profundidade na história de Mia, por mais que sejam poucas páginas, e que os acontecimentos dos 24 dias sejam bem corridos, foi o melhor livro até agora pra mim. A autora coloca as dificuldades de ser gay em uma família rica e tradicional de forma muito clara, e ver o que uma pessoa pode suportar para que a outra seja feliz é bem triste. O peso nas costas de Anthony por não se assumir, não assumir o relacionamento com Hector, não ser completamente feliz quando está com sua família é de pensar muito, principalmente quando levamos em consideração que isso é algo que acontece com muita frequência na vida de várias pessoas reais.

Mia aprende muito sobre o amor verdadeiro quando está com o casal, e principalmente com a família Fasano, que é tão calorosa e cheia de afeto o tempo todo, coisa que ela não estava tão acostumada. Ela também vê com outros olhos o que acontece quando assumimos riscos, que ás vezes as coisas que imaginávamos ser tão complicadas são mais fáceis quando colocamos tudo em panos limpos e nos permitimos ser mais felizes.

Não posso dar mais detalhes do acontece nessa história, mas em poucas páginas pude sentir que a jornada de Mia está fazendo um tremendo bem a ela, e que ela está encontrando pessoas maravilhosas nesses meses, mesmo que não sejam para ‘casos amorosos’. A garota do calendário – março é um livro para ser devorado em poucas horas, e para aprender muito mais sobre a plenitude que a vida pode oferecer quando corremos riscos, independente de sua forma de amar.

13 comentários:

  1. Olá,
    Estou super ansiosa para ler a série pelo fato de só ver ótimas críticas sobre ela!
    Fico muito feliz que é perceptível o bem estar da personagem durante sua jornada e acho interessante que ela não se envolva em casos amorosos em todos os volumes!
    Parece ser uma leitura muito agradável e cativante!
    Adorei a resenha!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Menina! Não faz isso comigo, tô louca pra ler esse livro.
    Adorei sua resenha e vc ainda dá nota máxima?!!! Eu piro, pq onde vou comprar tempo pra eu ter tempo? hein? me diz.
    Ótima resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Sabrina.

    A personagem Mia está fazendo sucesso, porque cada resenha que leio sobre ela minha curiosidade está aumentando. Estou louca para começar a leitura desta série, acho que vou comprar todos livros porque parece que vale a pena ter.Adorei conhecer a história de Março através da sua resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não conheço a série ainda, então não posso opinar muito sobre os livros. Apenas que, em sua grande maioria, as resenhas não me chamaram a atenção. Já a sua, me encantou do início ao fim e já fiquei curiosa para saber mais sobre a Mia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Infelizmente não curto livros do gênero, mas quando a premissa é muito boa eu até tento ignorar as cenas quentes, mas esse não foi o caso, a premissa não me conquistou e por esse motivo não leria o livro.
    Mesmo o livro sendo o melhor que você leu até agora da série. Mas vou continuar acompanhando e espero que a série só melhore. Amei a foto e sua resenha está perfeita.

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha, doida para ler essa serie. fiquei mais ansiosa ainda. a capa esta perfeita.


    beijos laina suzan( autora laina suzan)

    ResponderExcluir
  7. Quando eu peguei Março para ler eu não sabia que o Tony era gay - embora imaginasse que fosse algo do gênero - mas como fui na dúvida de 'porque ele precisa de uma noiva de mentira' preferi não colocar isso na minha resenha, então acabei não aprofundando tanto sobre o assunto. A sua resenha está ótima - e mesmo os acontecimentos tendo sido mais corridos nesse mês - os dias pulavam muito - também achei que foi o que estava melhor elaborado. A Mia aprende um pouco mais, a jornada começa a ter um pouco mais de conteúdo digamos assim, e eu gostei que teve mais motivos para o sexo no livro do que em fevereiro. Eu gostei de fevereiro por causa do que o Alec fala sobre amor, mas os dois não podiam se tocar que já rolava tudo que achei cansativo - e foi ótimo dar uma pausa e diminuir o ritmo...
    (Nada relacionado com a história, mas tinha um jogo de louça iguai ao da foto... A maioria já quebrou, mas eu achava tão fofo *-* e sua foto ficou perfeita!!!)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Caramba, se a história te envolveu com tão poucas páginas, significa que a escrita da autora vai melhorando conforme os livros vão sendo escritos! Não é uma série que me chame a atenção nesse momento, mas pode ser que eu venha a ler, enquanto isso vou acompanhando as resenhas.

    ResponderExcluir
  9. Olá, estou vendo ótimas resenhas sobre essa série, porém não me sinto muito atraída por não ser um gênero que eu costume ler, assim, eu leio, porém não sinto aquela paixão em favoritá, mas adorei sua resenha, o modo como escreve sobre o livro, é bem legal!

    ResponderExcluir
  10. Oi Sabrina!
    Comprei os primeiros livros e estou bem curiosa para conhecer a Mia. Achei interessante cada mês estar em lugar diferente com pessoas diferentes. Que bom que esse livro te agradou, adoro histórias com personagens gays e acredito que irei gostar desse mês rs' Que pena que são poucas páginas né, ainda mais quando a história nos agrada tanto. Espero ler os primeiros logo e gostar e dar continuidade a série.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  11. Oi Sabrina!
    Gostei muito da sua resenha. Ainda não comecei a ler a série justamente por temer a falta de profundidade, mas como você disse que nesse livro a história se aprofunda, fiquei mais curiosa.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oie Sabrina!
    Ganhei os primeiros livros da Editora e estou bem curiosa para ler todos os outros. Achei interessante cada mês estar em lugar diferente com pessoas diferentes. Março e Janeiro são meus favoritos até agora <3

    ResponderExcluir
  13. Adorei a sua visão sobre a história,é tão superficial e pequeno avaliar esses livros pela quantidade de cenas quentes ou pelo quanto o protagonista é gostoso,isso é uma afronta,no meu entendimento claro.Então quando alguém consegue enxergar além do estereótipo do livro e consegue transmitir isso fico realmente emocionada.Acho que eu mesma preciso me policiar ao escrever minhas resenhas do gênero.


    Nem preciso dizer o quanto amei sua resenha não é?! E como ainda não comecei a ler essa série,vou tentar manter em foco muito mais do que o romance e a sensualidade.... Graças a você....

    bjssss

    ResponderExcluir