O Caderninho de Desafios de Dash e Lily -David Levithan e Rachel Cohn

DSCN3520

Skoob – Avaliação:  5/5

O novo livro de David Levithan e Rachel Cohn que juntos escreveram Nick e Nora Uma noite de amor e música acompanha a dupla Lily e Dash. Ela está doida pra se apaixonar e, pra encontrar o par perfeito, decide criar um caderninho cheio de tarefas e deixá-lo na livraria mais caótica de Manhattan. Quem encontra o moleskine é Dash, e os dois começam a se corresponder e trocar sonhos, desafios e desejos no caderninho, que vai se perdendo nos mais diversos lugares de Nova York.

galera record

Se Lily queria acreditar que havia alguém lá fora só para ela, eu queria acreditar que poderia ser alguém aqui dentro só para mim.

Lily é uma garota de 16 anos superprotegida por todos ao seu lado, tanto pela família quando pela vizinhança, que a mima como se fosse quebrável. O Natal é sua data favorita do ano, pois todos se reúnem, cantam, trocam presentes… Menos esse ano, é claro. Seus pais vão comemorar as bodas de prata em uma praia, seu avô vai viajar para ficar com a namorada, e seu irmão só quer curtir seu namorado sem as –incessantes- interrupções de Lily.

Por isso ele tem uma ideia. De posse de um moleskine vermelho, ele cria vários desafios e o deixa na livraria. A ideia é que um menino o encontre, e Lily finalmente tenha um amigo (ou quem sabe um namorado) para entretê-la nesse final de ano. Mas o que ela não esperava, é que essa ideia tão boba, seria a melhor coisa que lhe aconteceria, e que com as conversas com o garoto misterioso, ela fosse se descobrir e rever seus desejos, a ponto de se transformar em uma outra Lily, muito mais preparada para a vida lá fora.

Dash é o garoto de pais separados. Sua mãe e seu pai estão com novos companheiros, e ele é jogado de lá pra cá sempre, sempre jogado onde não quer estar. Neste Natal ele resolveu contar para seu pai que passaria com sua mãe, e para sua mãe que passaria com seu pai, a fim de poder ficar sozinho em casa pela primeira vez na vida, e aproveitar esses dias em uma livraria ou sozinho. Mas ele não sabia que ao visitar a sua sessão favorita na livraria mais caótica de Manhattan lhe renderia um Natal cheio de aventuras, a bordo de um moleskine vermelho e de desafios que lhe fariam repensar sua vida e conhecer mais a cidade nessa época do ano que ele tanto detesta.

DSCN3518

Ah, claro, quem não precisava de um namorado? Mas, para ser realista, essas criaturas exóticas são difíceis de encontrar. Pelo menos, os de qualidade.

O caderninho de desafios de Dash e Lily é um livro despretensioso, e ao mesmo tempo incrivelmente real.

Vemos uma menina que sempre foi bajulada por todos ao seu redor, não em uma tentativa de mimá-la para que ela seja chata e birrenta, mas porque ela é uma garota muito sensível, e toda essa sensibilidade a torna mais frágil com a realidade do mundo lá fora. Quando todos vão passar o Natal fora, e ela se vê sozinha é triste, pois ela não tem literalmente ninguém para conversar, já que todas as pessoas na escola não gostam dela e ela não têm nenhum amigo além dos cachorros que leva para passear todos os dias.

Já em Dash vemos um garoto superinteligente e sincero, mas que a sinceridade ás vezes é um pouco franca demais. Ele detesta os Natais, pois essa data simbolizou a ruptura dos seus pais quando ele era criança, e desde então nenhum dos dois foi o mesmo com ele. Ele é uma pessoa que encontra mais felicidade nos livros do que lá fora com pessoas reais, e mesmo tendo muitos amigos, prefere ficar sozinho, pois a solidão é familiar pra ele.

Em um campo, sou a ausência de campo. Em uma multidão, sou a ausência de multidão. Em um sonho, sou a ausência de sonho. Mas não quero viver como ausência. Mexo-me para manter as coisas inteira. Porque, às vezes, me sinto bêbado de positividade. Às vezes, fico impressionado com o emaranhado de palavras e vidas, e quer ser parte desse emaranhado.

Com os desafios do caderninho, ambos começam a conhecer um ao outro, e ao mesmo tempo começam a conhecer a si mesmo, afinal sempre é mais fácil escrever o que sentimos ao invés de dizer cara a cara, principalmente pra quem amamos. Lily conta ao garoto misterioso como se sente só, como foi difícil sua infância quando ela percebeu que era realmente diferente das outras crianças, e que por isso sempre foi excluída. Já Dash conta a garota como ele se sente quebrado desde a separação dos pais, e que prefere ficar sozinho com seus pensamentos a estar no meio de um tanto de gente, pessoas que sempre o confundem ou que esperam algo dele que ele não é.

O livro é incrivelmente divertido. Lily é quase cruel nas tarefas que prepara para Dash, Já que ele não gosta de nada relacionado ao Natal, ele acaba passando por maus bocados, como por exemplo: quase ser preso por ‘apalpar’ o papai-noel na frente de outras crianças. É um humor puro sem ser apelativo, situações embaraçosas que qualquer um pode se meter.

Eu amei a leitura do início ao fim. David e Rachel possuem uma maneira única de conduzir a história, e sendo meu primeiro contato com os dois autores, só posso dizer que quero ler todos os outros livros deles. Eles deixam para o leitor várias mensagens sobre amadurecimento, família, aceitação, preconceitos e principalmente sobre como nós temos a propensão de sempre enxergar os erros nos outros, quando na verdade somos nós que precisamos dar o primeiro passo para as coisas mudarem de verdade.

Aquele foi o Natal em que finalmente entendi o que sempre ouvi pessoas da família sussurrarem, preocupadas, sobre mim: que era sensível demais, delicada demais. Diferente.

Foi o Natal em que percebi que Escandalily era o motivo por que não era convidada para festas de aniversário, e o motivo de sempre ser escolhida por último para os times.

Foi o Natal em que percebi que era a garota esquisita.

A diagramação do livro é perfeita, toda colorida em um clima meio natalino, e a silueta da cidade ao fundo, confesso que dentre todas as capas que esse livro possui, a edição brasileira sem dúvidas é a mais linda.  As páginas são brancas (porém não são econômicas) e não me atrapalharam na leitura. O livro é fofo do início ao fim, e há uma mudança de fonte quando é algo que escrevem no caderninho. Os capítulos são intercalados entre os dois protagonistas e a narração é feita toda em primeira pessoa.

Se você está procurando uma leitura leve, que te faça rir e ao mesmo tempo pensar recomendo muito O caderninho de desafios de Dash e Lily. Você vai se apegar tanto aos personagens e a sua história, que quando o livro terminar vai ficar triste por ter lido rápido demais.

Me disseram que não dá para voltar atrás. Então, escolhi seguir em frente.

 

avaliação cupcake - Cópia

18 comentários:

  1. Oi Sabrina, adorei sua resenha e a foto também! Eu também li esse livro recentemente e adorei. É mesmo uma leitura bem leve, e suas considerações conseguiram expressar bem o que eu senti lendo essa leitura. É mesmo impossível não se apegar aos personagens, ainda mais por conta desse clima natalino. Acho essa capa linda <3
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi Sabrina, tudo bem?
    Eu ainda não li nada do David e esse livro já está na minha lista, estou sempre lendo resenhas positivas sobre ele. Gostei bastante da premissa da Lily preparar um caderninho de desafios e encontrar Dash para realizá-los. Os dois parecem ser bem diferentes principalmente por um gostar do natal e o outro odiar. Fiquei curiosa para conhecer o desenvolvimento da história e gostei de saber que é uma história divertida e despretensiosa. Espero lê-lo em breve, dica anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Sabrina, terminei de ler este livro ontem e mais uma vez, Levithan me encantou. Amei o livro do começo ao fim!!! Você resumiu bem falando que a leitura diverte e nos faz pensar, foi essa impressão que tive!!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie, eu estou com bastante vontade de ler esse livro, até porque aparentemente algumas cenas se passam no natal ou a maioria e eu adoro ver essa época nos livros, e adorei saber que os personagens revelam muito de si no tal caderninho, e que bom que ainda temos as partes engraçadas para acrescentar na obra. Acho que é um livro que eu vou gostar.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Adorei a foto e os elementos nela! Ficou muito fofo.
    Estou com muita vontade de ler esse livro, apesar de nunca ter lido um livro do Levithan eu tenho a impressão de que seja maravilhoso, ainda mais por mostrar esse tema tão irreverente e por se passar no natal, eu acho que fica um clima ainda mais bonito.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ah, eu não sei se leria esse livro. Principalmente por ela ser tão nova, não gosto de leituras assim. Mas percebi que é uma historia leve e um pouco improvável ne kkkk mas ficamos curiosas pra saber como eles se encontram e se ficam juntos.

    ResponderExcluir
  7. Ei, como vai?

    Eu achei a capa muito fofa e a premissa bem bonitinha. Mas to fugindo de livros mais juvenis, pois estou lendo coisas mais adultas. Mas como você disse, ele é ótimo para momentos que queremos ler coisas leves e mais descontraídas, mas que ainda sim de uma reflexãozinha. Parabéns pela resenha!

    beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Eu também adorei esse livro, mas achei o início um pouco cansativo, de forma que demorei mais do que esperava para engatar na leitura. Mas os desafios são muito divertidos, e eu também ri bastante enquanto lia as confusões dos personagens. Gostei bastante da combinação DavidRachel ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá Sabrina,
    Achei legal a premissa desse livro desde que vi o lançamento, mas não tinha lido nenhuma resenha dele ainda.
    A premissa do livro é bastante despretensiosa e isso me agrada, pois nunca li nada parecido. Me agradou o fato de o irmão ter tentado encontrar uma forma de entreter a irmã e isso até ter dado certo. Entretanto, um ponto que me preocupa é a sinceridade extrema de Dash...
    Enfim, é uma leitura que pretendo fazer para formar uma opinião ♥
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?
    Achei muito interessante a premissa desse livro, fora que adoro um livro mais juvenil para passar o tempo. Gostei muito de saber que a premissa é despretensiosa mas ao mesmo tempo retrata a realidade. Queria ver o contraste entre uma menina que sempre foi super protegida com um cara que é sincero até demais, ou seja, que não vai pensar duas vezes nem protegê-la de suas palavras. Recebi esse livro de cortesia e vou colocá-lo em minha lista de leitura. Adorei a resenha ^^

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  11. Oi Sabrina!
    Adorei sua resenha sobre o livro. Eu sou fã do autor e estou doida para ter em mãos o meu exemplar e ver uma crítica tão positiva assim me deixou despreocupada em relação a história. Adoro livros divertidos e esse parece ser exatamente assim, sem falar nessa capa linda.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    O que me deixa curiosa nesse livro são os desafios desss caderno. Quero saber que desafios são esses que deixa que os personagens conhecer mais um do outro e a si mesmos como mencionou na sua resenha.
    A capa é foda mesmo. Essa foto está bem legal também inclusive já vi ela em outro blog. Acho legal colocar os créditos da pessoa que tirou para gente saber de qual blog a foto se originou:)....
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Oi Sabrina, essa é minha leitura atual e estou lendo ele muito rápido até, realmente é uma leitura fluida e que não nos deixa largar a obra até sabermos qual será o final dos nossos protagonistas. Me apeguei tanto a eles e a história que mesmo sem ter terminado a leitura, estou indicando para todos os cantos o livro! Fico feliz em ver que você gostou!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  14. Realmente o livro está lindo! Eu gosto muito do David, e o livro parece leve e divertido! Como só tenho visto resenhas positivas sobre ele, acabei adicionando na lista! Gostei muito da sua resenha e fico feliz que tenha gostado!
    beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá

    Estou doido pra ler esse livro, achei a premissa dele muito boa e apaixonante, bem daquelas que desejamos pra gente. Estou querendo saber quais são esses desafios e se eles acabam se encontrando <3 Altas expectativas agora.

    Everton Equipe Rillismo
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Ainda não conhecia este livro, mas achei o enredo bem interessante pelo que descreveu. E gostei dos personagens terem toda uma história por trás que vai leva-los a se conhecer e se divertirem juntos. Fiquei curiosa para saber como essa aventura natalina dos dois irá terminar.
    Gostei bastante de sua resenha e a dica já está anotada.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  17. Ah Sabrina... Você me deixou completamente em dúvida com a sua resenha...
    Eu estava com um grande receio de ler o livro. Mesmo amando os livros do Levitha, não curti muito Naomi e Ely e fiquei preocupada com esse.
    Mas, ler sua resenha me deixou com a sensação de que estou perdendo tempo em não ter lido logo. Achei a ideia meio boba do caderninho mas parece que foi bem executada - o que torna tudo ainda mais interessante... Agora eu quero ler :)
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Eu já estava curiosa sobre essa história e sua resenha fez a vontade de ler ainda mais! Gosto de romances com esse estilo bem fofinho e achei divertida a ideia do caderninho, sem contar que os personagens parecem ótimos. Espero poder ler logo :)
    Beijos!

    ResponderExcluir