Dama da meia-noite (Os artifícios das trevas #1)–Cassandra Clare

DSCN3372

Skoob – Avaliação: 5/5 Red heartRed heartRed heart

Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada.
O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro mas eles nunca podem se apaixonar.
Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas antes que o assassino coloque eles na mira.
Suas buscas levam Emma de cavernas no mar cheias de magia para uma loteria sombria onde a morte é dispensada. Enquanto ela vai descobrindo seu passado, ela começa a confrontar os segredos do presente: O que Julian vem escondendo dela todos esses anos? Por que a Lei Shadowhunter proíbe parabatais de se apaixonarem? Quem realmente matou seus pais e ela pode suportar saber a verdade?
A magia e aventura das Crônicas dos Caçadres de Sombras tem capturado a imaginação de milhões de leitores em todo o mundo. Apaixone-se com Emma e seus amigos neste emocionante e de cortar o coração no volume que pretende deliciar tantos novos leitores como os fãs de longa data.

Confiram a resenha em vídeo, ou abaixo em texto Winking smile 

 

Ps: Comentários NO VÍDEO contam ponto extra para o TC!

Dama da meia-noite é um spin-off da série Instrumentos Mortais, escrita pela autora Cassandra Clare. Nessa nova série, Os artifícios das trevas, os protagonistas são Emma Carstairs e Julian Blackthorn, que apareceram no último livro – Cidade do Fogo Celestial – e tiveram grande importância na batalha que aconteceu em Idrís, provocada por Sebastian. O livro é situado cinco anos depois do fim de guerra, e todos os acontecimentos dessa história se passarão no Instituto de Los Angeles.

--- Resumão do livro (Sorry Pessoal, ficou bem grandinho) ----

Talvez algumas regras sejam tolas. Talvez a gente tenha que obedecer assim mesmo. Talvez isso nos faça Caçadores de Sombras.

Emma teve seus pais mortos na guerra, e a Clave culpou Sebastian da morte, mas eles não estavam de maneira alguma iguais aos Caçadores mortos por ele, seus pais estavam com o corpo queimado, cheio de símbolos em uma língua que ninguém nunca viu antes, e com cheiro de água do mar, e o pior: quando os irmãos do silêncio tentaram mover o corpo, ele se desfez, impedindo qualquer pessoa de investigar aquele assassinato, e principalmente ela, que recebeu ordens bem claras para deixar esse assunto para a Clave e não interferir.

Mas ela nunca nesses cinco anos parou de investigar. E, sem que a Clave saiba, Emma segue uma pista dada por um mercante do mercado Negro (alguém com quem ela não deveria se comunicar) e eis que ao chegar no local encontra um corpo do mesmo modo, e que pelo jeito, acabara de ser desovado no local. A Clave é acionada, e novamente ela é impedida de perguntar qualquer coisa, mas chegando em casa recebe ajuda dos irmãos de Julian, e pesquisando descobrem que aquele era o 12º corpo encontrado, e que a Clave está escondendo informações muito importantes deles.

Uma visita inesperada surge no outro dia, a corte Unseelie que não deveria estar ali por causa da Paz Fria (uma Lei criada pela Clave para banir as fadas por sua traição na guerra, os Caçadores de sombras são impedidos de se comunicar ou interferir em qualquer assunto que envolvam eles). O comandante da caçada selvagem explica a eles que todos os 12 corpos encontrados com o mesmo padrão eram de mundanos com sangue fada, e que precisam de ajuda para encontrar o culpado, já que a Clave os abandonou. Eles firmam um acordo: Os caçadores terão 3 semanas para investigar esses assassinatos, e devem entregar o culpado nas mãos da Corte, para que ele sofra o julgamento das fadas; A clave ou qualquer outro Caçador de sombras não deve saber deste acordo, pois seria prejudicial para ambas as partes; e para ‘selar’ essa parceria a caçada devolve Mark (irmão mais velho de Julian que foi levado 5 anos antes por ter sangue fada com caçador de sombras, e isolado de sua família) e entrega o começo da tradução daquelas palavras escritas nos corpos encontrados. Passadas as três semanas se eles resolverem esse caso Mark poderá escolher se quer ficar com a família ou voltar para a caçada selvagem.

DSCN3376

 

Minhas impressões

Gente, se tem uma palavra que descreveria a minha experiência de leitura com essa série é: INCRÍVEL! Dama da meia-noite, diferente de Instrumentos Mortais não é focada em romances adolescentes, não tem uma protagonista mimizenta, não tem o drama de querer ou não estar ali naquele mundo dos Caçadores, e também não tem triângulo amoroso. Todos os elementos que cansavam um pouco na sua série anterior foram corrigidos, o que tornou a leitura completamente fluida.

Ninguém separaria parabatai. Ninguém ousaria tentar: parabatai eram mais fortes unidos. Lutavam juntos como se pudessem ler as mentes um do outro. Um único símbolo aplicado em você por seu parabatai lhe dava mais força do que dez símbolos aplicados por qualquer outra pessoa.

Emma é uma personagem forte, daquelas que você queria ser amiga ou até mesmo queria ser ela. Sua coragem e determinação para encontrar o assassino de seus pais é enorme, e motiva todos a seu redor a ajudá-la. Ela sabe que só está ali naquele Instituto por ser parabatai de Julian, e por isso passa a maior parte de seu tempo treinando, para se tornar uma das melhores caçadoras de sombra de sua idade (pensem no Jace antes de Clary, com sua determinação, ela é bem assim).

Julian por outro lado é o caçador que teve que assumir responsabilidades cedo demais, após perder o pai na guerra contra Sebastian, ele praticamente virou o pai dos seus 4 irmãos mais novos; é ele quem ajuda nos treinamentos, ensina as coisas, corrige, coloca eles para dormir… Ele sempre tentou trazer seus irmãos Helen e Mark de volta para Los Angeles, mas a Clave sempre negou seu pedido. Julian é aquele personagem que você ama pela delicadeza, pelos momentos fofos e protetores com Emma, mas ao mesmo tempo que faz o seu coração apertar, pois você sabe que o que sentem é proibido.

E por falar em proibido, vamos conversar sobre o ‘tema’ do livro, o amor entre os Parabatai. Na série Instrumentos Mortais, Cassandra havia colocado Alec apaixonado por Jace, porém, ela nunca citou que isso era uma coisa completamente proibida, do tipo o mais alto nível de proibido estipulado pela Clave. Quando se faz o juramento dos Parabatai é dito que você só pode ter um amor de Philia (amigo) ou Ágape (irmão) e nunca, jamais, de maneira alguma, de eros ( amor apaixonado, onde um sente atração pelo outro). Cassandra cozinhou esse ‘porque de ser proibido’ o livro todo, deixando o leitor bem curioso pelo motivo que eles não podem ficar juntos, é nos passadas várias informações sobre o que acontece caso fiquem juntos, o que aconteceu com os que já tentaram esse amor e NOSSA! Cassandra sua louca! Como tu faz algo assim com teus leitores miga!?

Mas o que realmente rege a série é o peso das ordens da Clave na vida dos Caçadores de Sombra e dos Integrantes do Submundo. Com o lema A lei é dura, mas é a lei vemos que várias vidas são destruídas, deixando marcas que nem o tempo pode curar, a dor de perder um amor, a dor de ser separado da família e não receber nenhuma notícia deles, a dor de ter que abrir mão da sua juventude para cuidar de seus irmãos… A autora consegue nos mostrar que nem sempre finais felizes acontecem, e que os danos causados pelo rígido controle da Clave e seus costumes às vezes marcam a pessoa de mais, e podem transforma-las de um jeito irrecuperável.

E se você até hoje não leu nenhum livro da Cassandra, pode começar a leitura dessa série sem medo. Você tomará alguns spoilers sim de Instrumentos Mortais, porém somente do sexto livro, onde acontece realmente a guerra de Sebastian. Quando a autora vai remeter a algum acontecimento de outras séries envolvendo o mundo dos caçadores de sombras, ela consegue fazer um mini resumo que te explica o que aconteceu, e se você já sabia não fica cansado de ler a mesma coisa de novo, pois ela é bem sucinta.

DSCN3369

E a diagramação é linda! O livro (como todos da série) possui um holo bem fraquinho na capa, porém ele é mais forte nas orelhas do livro, o que da um efeito lindo. Por dentro também há um mapa (é o mesmo mapa no começo e no fim do livro) que situa o leitor em Los Angeles, onde está acontecendo toda a história com os caçadores. Essa edição (1ª edição) possui um capítulo extra com 8 folhas, mostrando os personagens de Instrumentos Mortais em um momento muito fofo, e acredito que no segundo livro teremos mais partes dos nossos amados caçadores, pois ficou uma coisinha ali para Clary resolver.  As folhas são amareladas, o livro possui uma diagramção simples e com letras grandes, e não encontrei nenhum erro de revisão.

DSCN3370

Sem dúvidas, Os artifícios das trevas será uma das melhores séries já escritas pela autora. Com uma protagonista forte, um amor proibido, e uma visão bem ampla de como a Clave ás vezes pode ser má, temos uma história pra lá de fluida e surpreendente, você não consegue tirar os olhos das páginas sem descobrir quem é o assassino e o porquê de estar fazendo isso tudo. Para os amantes da escrita da autora esse livro com certeza entrará para os seus favoritos, e se você ainda não se aventurou nesse mundo de caçadores, vale muito a pena começar a leitura com Dama da meia-noite, pois você não vai se arrepender.

Quando você ama alguém, a pessoa se torna parte de quem você é. Está presente em tudo que você faz. Ela é o ar que você respira, a água que você bebe e o sangue que corre em suas veias. O toque dela fica na sua pele, a voz permanece nos seus ouvidos, e, os pensamentos, na sua cabeça. Você conhece os sonhos das pessoa, porque os pesadelos agridem seu coração, e os sonhos bons também são os seus. E você não acha que a pessoa é perfeita, mas conhece os defeitos dela, sua verdade profunda e as sombras de todos os segredos que ela carrega, e esses segredos não te assustam; na verdade, fazem com que você ame ainda mais, porque você não quer a perfeição. Você quer a pessoa.

Ps: Comentários NO VÍDEO contam ponto extra para o TC!

avaliação cupcake - Cópia

top maio

24 comentários:

  1. Adorei sua resenha e as fotos também. Sou suspeita para falar, mas eu sou muito da autora e de suas séries, então com essa não seria diferente. Minhas expectativas eram bem altas, mas mesmo assim ela conseguiu me surpreender muito. Sem contar que os personagens são sensacionais e é ótimo rever outros. Uma coisa é certa: seus comentários conseguiram descrever bem todas as sensações que eu senti. Essa série promete ser ainda mais promissora. E eu só consigo pensar: será que isso é possível? Bom, não podemos duvidar da Cassandra Clare <3
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Que resenha mais completa e bem feita. Eu estou muito curiosa para ler esse livro e seus comentários me deixaram ainda mais interessada nele. A história parece ser espetacular e tenho certeza de que vou gostar muito quando finalmente for ler. Gostei bastante de ver sua opinião sobre a obra e adorei as fotos (como sempre)

    ResponderExcluir
  3. Ah eu vou te confessar que eu prefiro começar por Instrumentos Mortais. Mas já vi que gostei muito desse livro, pelo menos pela sua resenha. Tenho um livro bem parecido com o enredo desse, sabe? E eles me prendem rapidinho :)

    ResponderExcluir
  4. Oie, quanto mais eu tenho visto resenhas desse livro mais eu fico com vontade de ler. Acho super interessante essa história dos parabatai e de eles não poderem se apaixonar, e quero ver como emma e julian vão contornar isso. Gostei também de saber que a personagem é forte sem nada de mimimi. Achoo que lerei começando por esse, apesar de ter curiosidade por todo o restante da outra série.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Bom saber que que você gostou do livro. Confesso que não é meu gênero de leitura, portanto já adianto que não vou ler, mas se alguém perguntar sobre o livro, terei argumentos para indicar depois que li sua resenha.
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não li nada da Cassandra Clare acho que pelo fato de ouvir bastante que a série instrumentos mortais era cheia de romance adolescente, que a leitura era cansativa, essas coisas, acabei adiando a leitura... Após ler a sua resenha me despertou a curiosidade para conhecer Dama da meia noite, achei bem interessante apesar de não estar ambientada no contexto, despertou a minha curiosidade primeiro para desvendar quem é o assassino dos pais de Emma e quais as suas motivações. O segundo ponto que me agradou é que a protagonista é forte, corajosa e determinada. Vou adicionar Dama da meia noite a minha lista de leituras futuras, o fato de fazer um mini resumo pra quem não leu a outra série também despertou meu interesse e me agradou bastante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, Sabrina!
    Eu confesso que passava reto por esse livro por ser um spin-off de Os instrumentos mortais. Eu não gostei do livro, li só o primeiro e deixei de lado, então confesso que estava "evitando" outros trabalhos da autora. Mas preciso dizer que após ler sua resenha, eu estou bem tentada a mudar de opinião. Me interessei pelo livro, principalmente porque não tem o mimimi da série. E você disse que posso ler sem medo, mesmo sem ter lido os outros, então acho que vou me arriscar. Espero gostar tanto quanto você.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eu não preciso nem dizer que você disse tudo que eu penso desse livro né??? Cara, como que você termina a resenha com essa declaração do Julian que nem ele percebeu que estava fazendo??? Fiquei até coisada aqui

    ResponderExcluir
  9. Eu não preciso nem dizer que você disse tudo que eu penso desse livro né??? Cara, como que você termina a resenha com essa declaração do Julian que nem ele percebeu que estava fazendo??? Fiquei até coisada aqui

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não li nenhum livro da série, de onde surgiu esse spin-off. Porém já gostei mais dele do que os outros livros! hahaha Já estou meio que enjoada de triângulos amorosos, romances adolescentes e protagonista cheia de mimi. rs Ainda mais tudo isso junto! afs :x
    Agora sobre esse livro, já gostei da Emma. Adoro personagens com a personalidade dela, é muito bacana acompanhar a jornada de um personagem assim. Adorei saber que são poucos spoilers da outra série, fiquei bem mais curiosa por essa. E sobre os detalhes do livro: ele está realmente lindo! Acho incrível os efeitos que a editora coloca nessas capas, pena que são em alguns livros apenas e não todos que vão pras lojas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Amei sua resenha só me deixou com muito mais ansiedade para ter esse livro nas mãos! Estou terminando de ler a série Instrumentos Mortais. Adoro Cassandra Clare, seus livros são fantásticos, gosto de mais desse gênero. Quero muito Dama da meia Noite! Essa capa está uma lindeza. Já há algum tempo está adicionado a minha lista de desejados. Vou terminar de ler a outra série e começar nessa!Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Sou daquelas que ainda está lendo o primeiro livro da primeira série ainda mais já tem esse na estante kkkkk
    A capa e a edição desse livro está sensacional!
    Sempre tive vontade de ingressar no mundo da Cassandra Clare, mas até então não tinha começado a ler os livros. Mas agora já estou quase terminando Cidade dos ossos e pretendo sim dar continuação a série. Depois, pretendo ler a trilogia das Peças infernais e então dar início a essa nova série. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi *---*

    Ai menina você falou TUDO o que senti lendo esse livro. Ele é realmente incrível e não consigo deixar de me surpreender com a criatividade e poder de se inovar que a cassandra clare tem. Gostei ainda mais desse por ter todos os personagens das séries anteriores. Como não amar???? Impossível.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi!

    Apesar de eu querer ler logo esse livro, pretendo ler toda a série de OIM, porque acho a experiência será melhor. Eu achei a premissa muito interessante e esses lances de parabatai sempre me chamou a atenção. Com sua empolgação, é óbvio que eu vou ler, mas vai demorar :( adorei a resenha <3

    beijo!

    ResponderExcluir
  16. Oii, tudo bem?
    Eu sou apaixonada em todas as capas dos livros da Cassandra! Eu já tentei ler o Cidade dos Ossos, mas a leitura não fluiu tão bem, e eu acabei a abandonando, mas pretendo retomar a leitura da série, pois um amigo meu só sabe falar dela rsrs. Fico feliz que tenha gostado da leitura, eu tenho visto muitos elogios, e isso só me deixa mais curiosa.

    ResponderExcluir
  17. Ola, tudo bom?
    Amei sua resenha e me deixou muito ansioso para ler, amo os livros da Cassandra Clare!
    Estou lendo o quinto livro da serie Os Instrumentos Mortais, "Cidade das Almas Perdidas", e desde que vi a capa de "Dama da Meia Noite" quis saber se é bom mesmo.
    Fico feliz que tenha gostado da obra, espero ler em breve.
    E essa capa MARAVILHOSA?
    Sua resenha ficou ótima, parabéns.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Olá Sabrina,
    Fazia um bom tempo que queria ler as séries da Cassandra, li algumas semanas atrás o primeiro volume de Instrumentos Mortais, e nossa! Porque não iniciei a leitura antes?! Apesar de não ter os outros livros, não resisti essa edição maravilhosa e garanti o meu exemplar hahah. Vou ler primeiro os demais livros das séries anteriores (de preferência todos nesse ano), para depois devorar Dama da meia-noite. Ahnm.. adorei saber que a protagonista é bem determinada e forte, pois fiquei um pouco incomodada com a Clary.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá querida
    Tudo bom?
    Sinceramente mesmo você tendo gostado muito da leitura, a história em si não me agradou, ainda mais por não gostar na narrativa da autora, fico com o pé atrás com qualquer história dela, então não sei se daria oportunidade a esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Minha irmã está doente por esse livro rsrs
    Eu nunca li nada da autora, me mate! kkk
    Claro que sinto vontade, mas com o tempo curto e não sendo meu gênero preferido, fui empurrando (por anos kkk)
    Quando vi esse livro pensei ser continuação de IM, mas agora entendi! Uma nova série mas que tem o pezinho lá! Vou colocar nos desejados (e acho que presentear minha irmã rs), mas vou ler primeiro os IM pra depois quem sabe se me empolgar (e acho que sim né?! Todos amam!!) venho pra esse!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  21. Olá

    A cada livro que eu leio da Cassandra eu tenho certeza que ela é rainha no que faz. Esse livro ainda não li mas pretendo em breve e fiquei feliz em saber que personagens que tanto amo estão aí. Tenho uma ótima expectativa sobre essa série e sinto que será lavradora.

    Everton
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi,
    Nas fotos dá pra ver os detalhes da capa, no vídeo não consegui ver direito. Como disse lá no vídeo estou ansiosa para ler essa série, mas ainda não li nada da Cassandra e não sei se isso pode afetar minha leitura.

    ResponderExcluir
  23. Oi Sabrina
    Que bom que você gostou tanto da leitura. Nunca tive oportunidade de ler nada da Cassandra e confesso que tenho uma certa preguiça pela quantidade de livros e tal.
    Mas curti muito os elementos que você apontou em Dama da meia noite. Adoro livros bem feitos, com mapas e outros detalhes. A capa está magnífica mesmo.
    Adorei suas impressões.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  24. Oi Sabrina, fiquei muuito feliz em ver que você gostou do livro e que recomenda. Eu para ser sincera nunca tive vontade de ler os livros da Cassandra, talvez pelo gênero que não sou muito chegada. Mas olha, depois de tantos elogios é difícil passar despercebida por ele, talvez um dia dou uma chance para as obras e vejo se gosto.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir