O primeiro último beijo–Ali Harris

DSCN2962

Skoob -  Avaliação: 4/5

“O primeiro último beijo” conta a história de amor de Ryan e Molly, de como eles se encontraram e se perderam diversas vezes ao longo do caminho. Na primeira vez em que eles se beijaram, Molly soube que ficariam juntos para sempre. Seis anos e muitos beijos depois, ela está casada com o homem que ama. Mas hoje Molly percebe quantos beijos desperdiçou, porque o futuro lhes reserva algo que nenhum dos dois poderiam prever…
Esta história comovente, bem-humorada e profundamente tocante mostra que o amor pode ser enlouquecedor e frustrante, mas também sublime. Na mesma tradição de P.S. Eu Te amo e Um Dia, O Primeiro Último Beijo vai fazer você suspirar e derramar lágrimas com a mesma intensidade.

es

Esse beijo, agora, dá início à contagem regressiva para o último. É nosso primeiro último beijo. E, quando esse pensamento me ocorre, beijo Ryan com cada grama de amor que eu já tive por ele, um amor que às vezes foi grande demais para que eu pudesse lidar, um amor que vai além dos meus anos. E agora, parece, além dos dele também. Quando seu corpo começa a tremer e vem o tsunami de lágrimas, embalo sua cabeça em meu colo e acaricio seu cabelo dourado, e sussurro que vou fazer com que cada beijo, cada toque, cada momento dure uma vida. Vou saborear cada beijo a partir de agora, até o… até o fm não; até a eternidade.

O primeiro último beijo foi uma leitura bem densa pra mim. Para os que estão acostumados com romances que fazem sofrer e possuem finais felizes, devo dizer que esse livro nos tira completamente da zona de conforto, me emocionei, chorei, me identifiquei, por horas quis parar a leitura por achar alguns momentos arrastados, e por horas queria que nada daquilo acabasse, pois foram tantos ensinamentos aprendidos por Molly, e transmitidos ao leitor que acabei presa naquela história, e não queria deixar mais Molly e Ryan para trás.

Por meio de um romance, a autora vem trazer dilemas bem reais, que acontece praticamente na vida de todos os casais: brigas que muitas vezes parecem importantes, mas que se pararmos para levar em consideração são só desperdício de tempo que poderiam estar sorrindo. As concessões que fazemos para a felicidade do próximo, e para que possamos viver ‘felizes’, mas que acabam sufocando se não são feitas de ambos os lados. Os sonhos que deixamos pra trás para construir novos sonhos com a pessoa amada, mas que sempre estão ali em segundo plano nos cutucando para realizá-los um dia…

Por isso, rimos e brincamos, e fingimos que está tudo bem, para facilitar um para o outro. Mas sabemos que não podemos tirar a dor  um do outro, porque estamos seguindo em direções diferentes. Em jornadas diferentes. Ele está diante do não futuro, e eu… diante de um futuro sem ele.

DSCN2954

Amar alguém significa saber que você não vai ser feliz o tempo todo, que ninguém pode fazê-la feliz o tempo todo. Essa é uma expectativa totalmente irreal. E às vezes, em um casamento ou relacionamento longo, você precisa aprender isso.

Molly era a garota rebelde e sem amigos do colégio, Ryan era o bonitão esportista popular, Molly odeia esportes, Ryan adora, Molly gosta de ser livre, viajar... Ryan gosta de voltar para a casa da mãe… Tantas diferenças circundaram a relação dos dois durante anos, porém um amor incondicional também, mas será que esse amor e a insistência em ficar juntos, é uma coisa boa? Tantas coisas que abriram mão para estarem juntos acabam os tornando infelizes, e tantos beijos são deixados de lado dia após dia, em uma rotina de cansaço e estresse, no qual nenhuns dos dois estão completamente felizes, mas que não conseguem abandonar esse barco tão rápido.

Por meio de flashback vemos como se conheceram, vemos o quanto o amor incondicional de Ryan fez bem para Molly, que sempre foi uma pessoa fechada com medo que os outros enxergassem todos os seus sentimentos e acabassem a abandonando. Vemos uma amizade verdadeira entre ela e Cassey que sobreviveu anos e anos, e que é muito mais forte que uma relação entre irmãos. Vemos como o amor pode aparecer de diversas formas, e que às vezes mesmo a pessoa não o demonstrando tão abertamente não significa que ela não o ame, só quer dizer que esse é o jeito dela…

Às vezes, precisamos perder alguém que amamos para perceber exatamente o que temos. Claro que o ideal é nunca perder, mas isso nem sempre é tão fácil.

DSCN2948

O que aconteceu com aquele jovem casal perdidamente apaixonado? Ficamos acomodados, foi isso que aconteceu. Acomodados em nosso emprego, em compromissos e responsábilidades, em uma hipoteca aos vinte e poucos anos, quando deveríamos estar nos divertindo.

Ali Harris trás a tona não só um livro sobre um casal de amantes, não só sobre beijos apaixonados entre quatro paredes, e sim sobre relacionamentos, sobre amor, é isso que O primeiro último beijo trata, aprendi tanto com esse livro, me identifiquei tanto, que não há como não querer transcrever cada trecho do blog da Molly sobre suas reflexões sobre os beijos que deixou de eternizar; beijos de sua mãe que a amou muito mesmo sendo uma pessoa reservada, os beijos dos amigos que sempre estiveram ao seu lado, os beijos de bom dia e boa noite que às vezes passaram batidos pelo cansaço, mas que eram de extrema importância para ressaltar o amor do casal.

E o final, temos o toque de Ps. Eu te amo. Eu me emocionei em cada página, cada linha sobre a história me fez derramar lágrimas, Molly com uma grande tragédia acaba entendendo toda sua vida, é isso que as tragédias fazem com você. Você começa a perceber que aquelas brigas por ter que catar as meias jogadas pela casa, as manchas de copo molhado na mesa foram todas inúteis, um tempo valioso que desperdiçou, e que poderiam ter se amado muito mais. Você percebe que todas as noites que dormiu pensando em tudo que estava perdendo presa a essa vida foram desperdiçadas também, pois você tinha muito mais que qualquer outra pessoa teve, e que devia ter ido dormir todas as noites agradecida, por poder compartilhar tamanho amor com alguém.

No fim, O primeiro último beijo foi um livro completamente lindo. Me cansei sim em muitos flashbacks, e acho que eles poderiam ser menos, para que a história ficasse mais fluida e menor, mas ao mesmo tempo entendo a importância de cada um nessa linda história, pois acabei acompanhando tão profundamente a vida de Molly, que me senti ao seu lado em cada momento difícil, e consegui abraçar todos os ensinamentos que ela escreveu ao final, principalmente esse: saber dar valor as coisas certas nessa vida, pois alguns beijos, podem ser os últimos…

O beijo de “As garotas só querem se divertir”

Você pode me fazer um favor? Quebre uma regra hoje, enlouqueça, viva o momento. Abra seu coração. Depois, abra mais um pouco. Ame muito, ame mais ainda. Não tenha medo de se expressar, de gritar, de ser ouvido. Diga EU TE AMO. Aposte todas as suas fichas. Aposte todas as fichas no amor. Por mim. Porque eu não fiz isso. E agora não posso mais.

DSCN2950

Acho que é mais questão de aprende que, na vida, as coisas começam e terminam em você. Quer dizer, sim, todo mundo precisa de amor e do apoio dos outros, mas precisamos encontrar isso dentro de nós mesmos primeitos. Somos todos mais fortes do que acreditamos ser. Podemos aguentar mais do que pensamos. Podemos sobreviver ao pior e, de alguma forma, ainda encontrar um jeito de sorrir.

avaliação cupcake - Cópia

tc abril mini

43 comentários:

  1. Olá...
    Tenho ouvido falar maravilhas sobre esse livro e estou louca para conhecer mais sobre o romance de Ryan e Molly, que parece ser realmente intenso e emocionante... Apesar de prever que vou derramar algumas lágrimas ao longo da leitura. Amo romances e confesso que gosto de histórias que parecem trazer a verdadeira realidade do dia a dia, sem aquela ilusão de que tudo está sempre às mil maravilhas. E acho que essa ideia de flashbacks em livros nos ajudam a estarmos mais situado e parece que fazemos parte de cada momento da vida dos personagens... Espero poder ler esse livro em breve para me emocionar também. Ah, não podia deixar de te parabenizar pela foto do livro com beijinhos em volta... A-DO-REI!!!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Gente, que resenha linda! Só fiquei ainda com mais vontade de lê-lo!
    Quando eu vi esse livro, eu primeiro me interessei pela capa super fofa, e somente depois fui ler a sua sinopse e acabei me encantando. Eu já tinha lido diversos comentários sobre como a história era emocionante, mas acabei não dando tanta impotância assim.
    Adoro livros que nos trazem reflexões, e nos mostra um novo jeito de apreciar a vida, e esse parece ser exatamente isso. Fiquei super curiosa em relação a esse casal, e todas as dificuldades que eles passaram. Só fiquei com um pouco de medo desse final, já que é no estilo PS. Eu te amo (que por sinal chorei litros) kk
    Amei muito esses quotes e vou tentar ler o livro em breve. Beijo!

    ResponderExcluir
  3. O Primeiro Último Beijo me conquistou desde sua capa, e quando li sua resenha, me apaixonei completamente. Um livro cercado de amor, beijos, personagens cativantes nos contando uma linda história arrebatadora e cheia de reflexões capaz de conquistar até aqueles leitores mais difíceis. E eu, como uma mera leitora, não poderia estar mais desejosa sobre este livro, desejando favoritá-lo, especialmente quando você faz referência á P.S Eu Te Amo, um dos melhores livros que já li na vida.
    Resenha deliciosa! Perfeita!
    Bjs, Sabrina!

    ResponderExcluir
  4. A premissa parece ser ótimo, e que bom que é um livro diferente dos outros romances, que nos tira da zona de conforto, precisamos de mais romances assim. Gostei de saber que lembrou P.S. Eu Te Amo, que é um ótimo livro que também me fez chorar. Assim que tiver a oportunidade lerei. Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  5. Oie! Nossa, cada vez que eu vejo uma resenha desse livro fico ainda mais ansiosa para lê-lo. Fico imaginando aqui o que acontece para tornar esse livro tão triste, qual será a tragédia, e concluo que preciso da leitura dele para já. Com sua resenha já consegui refletir muito a respeito dos beijos que não damos, daquilo que sempre deixamos para depois, os quots são maravilhosos. Se tem um toque de P.s eu te amo já prevejo que vou gostar muito, já que adoro o p.s eu te amo, e adoro mais ainda livros que me fazem chorar. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  6. Oh céus!!!! Que resenha! Foi um depoimento lindo!
    O primeiro último beijo é um livro lindo, tive a oportunidade de ler alguns capitulos quando minha prima me visitou. A história de amor de Ryan e Molly pra mim é linda, parece que eles são de verdade, é muito bom acompanhar as narrações do Ryan e da Molly porque tudo é muito amplo, muito intenso a autora consegue transmitir isso, mesmo sendo um livro triste é um daqueles que vale a pena. Não li PS Eu te amo por diversas razoes que não vem ao caso agora. Mas O primeiro ultimo beijo me atraiu desde a capa (lembra muito os da Jojo) e história principalmente, com certeza esse irei comprar.
    Otima inicação, livro e principalmente resenha!

    ResponderExcluir
  7. O livro é lindo mesmo e achei o desenvolvimento simplesmente maravilhoso, além de que todos os detalhes foram importantes no romance. E é bem como você falou a respeito dos flashbacks, podem ser cansativos, mas valem muito a pena acompanhar para uma melhor compreensão do enredo. Adorei sua resenha e a forma como você demonstrou os destaques.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  8. Tenho certeza que também irei derramar muitas lagrimas ao ler o livro, parece um romance cheio de obstáculos, bem tocante e com final inesperado, me apaixonei desde o seu lançamento, também me canso demais com flashbacks, acho que tornam a leitura menos fluida e a história parece não ''andar'', mas enfim, um romance fofo que esta na minha lista

    ResponderExcluir
  9. Lançado pela Verus Editora O primeiro ultimo beijo é um livro que não faz parte dos gerenos que gosto de ler, mas sua resenha me surpreendeu, muito bem escrita e cheia de emoção. O casal protagonista Ryan e Molly tem as caracteristicas de um casal de verdade (gosto disso) o que mais me chamou a atenção foi o relacionamento deles durante a historia (sua resenha mostrou isso). A capa é simples e muito bonita, não posso dizer que leria, mas pois dizer com certeza que indicaria.

    ResponderExcluir
  10. Olá linda,

    Sua resenha maravilhosamente perfeita!

    Fiquei assustada quando comparou com os livros Um Dia e P.S.Te amo porque são devastadores em seus finais e já previa que cairia uma tragédia sob a vida da personagem principal e isso gera toda a lição essencial que o autor/autora quer passar aos seus leitores.

    Apaixonei pela capa e muito mais pela história.

    Beijos,
    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/04/resenha-simplesmente-irresistivel.html

    ResponderExcluir
  11. Acho a capa desse livro muito linda. é uma daquelas que preciso ter na estante. rsrsrsrs
    Por sua resenha já sentir que a estória me agradará tanto quanto a capa e do jeito que sou emotiva para livros, devo me acabar em lágrimas. Só espero que o fim não seja de me deixar com ressaca, já que você comparou com livros que me deixaram numa bad, principalmente Um Dia.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  12. Oi, Sabrina.

    REu já tinha lido algumas resenhas positivas sobre esse livro e já estava com vontade de ler. Agora lendo sua resenha estou com mais vontade ainda. Fiquei com muita curiosidade de saber como esse romance te tocou tanto assim. Fico feliz que você você tenha gostado da história e que a trama te emocionou.
    Amei sua resenha ♥

    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Sabrina, senti vontade de ler este livro antes mesmo de saber qualquer coisa sobre ele. Imaginava que era um romance leve e bonitinho, mas sua resenha me deixou ainda com mais vontade de ler em saber que traz dilemas que podem me tirar da minha zona de conforto. Adorei as fotos que você fez do livro, ficaram lindas!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Que livro lindo. Eu estou louca por ele e ler a sua resenha me deixou ainda mais ansiosa. Adorei saber um pouco mais sobre a história e ver o quanto você gostou da leitura. Eu gosto de flashbacks mas quando acontecem muitos, realmente cansa um pouco.

    ResponderExcluir
  15. Olá Sabrina,
    Estou bem curiosa para ler esse livro, pois parece uma leitura que irá me agradar muito.
    Acho que os protagonistas se amavam, mas precisavam ter aprendido que o amor não é abrir mão o tempo todo, mas uma troca. O livro me pareceu bastante reflexivo e com uma lição linda.
    A única coisa que me deixa meio receosa é o fato de você ter dito que, em alguns momentos, sentiu a leitura arrastada.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  16. Aiiii, este livro está sendo só elogios! Eu já quero ele e agora pelas suas fotos que ficaram lindas consigo ver que ele é grandinho também. Mas sim, tem o toque do romance dramático e as escolhas que agente faz para a vida e com toque de Ps Eu te amo já prevejo lágrimas!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  17. Esse livro me parece ser maravilhoso, mesmo que ele seja um pouco longo e que pelo visto não termine muito bem, né? Amo quando as histórias dos livros transmitem essas sensações que nos remete a reflexões. Acho que a autora soube fazer isso de uma maneira maravilhosa. Enfim, mesmo achando que vou me acabar em lágrimas com esse livro vou procurar ler ele, com certeza. Pois mais que o destino é a maneira como viajamos. E tenho certeza que vou refletir muito com a viagem dessa história.

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  18. Oie!
    Eu li esse livro recentemente e gostei bastante da trama. Não me emocionei tanto, pois já eseprava um desfecho semelhante, mas não posso negar que a delicadeza da história me conquistou totalmente. Uma história que tem momentos fofos e emocionantes.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  19. Oi Sabrina, tudo bem?
    Essa é a primeira vez que acesso o seu blog e tenho que dizer que ele é realmente lindo. Reconheci todos os símbolos em seu papel de parede. hahaha' Achei a ideia incrível.

    Olha, eu amei a sua resenha. Muito mesmo.
    Me senti emocionada e tocada lendo ela, imagine quando o ler o livro. Sim, você me despertou o desejo de ler esse livro. Adoro história de amor que nos fazem sorrir, suspirar e chorar.

    Muito obrigada pela dica.
    Parabéns pelo trabalho. Grande abraço!
    Ingrid Cristina
    plataformatresquartos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oiee Sabrina ^^
    Esse livro também abalou as minhas estruturas...hehe' confesso que não esperava uma história tão intensa e emocionante como a que eu encontrei, e ficava doida da vida quando as coisas não davam certo para os personagens, e mais doida da vida ainda com o acontecimento-que-eu-não-posso-mencionar. Eu só achei a narrativa cansativa em alguns pontos, e um pouco confusa no início *-* mas, tirando isso, é um livro incrível!
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. como são boas essas leituras que mexem conosco assim, tão profundamente. Gosto muito de narrativas densas, para mim são as que deixam mais marcas no leitores. Creio que algumas passagens cansativas e mais arrastadas fazem parte, todo livro tem seus altos e baixos, mas no geral, parece-me que esse é ótimo. A premissa é muito boa!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  22. Não sabia da existência do livro, porém não fiquei tão interessada por não ser simpatizante do gênero nem gostar dos livros que são parecidos com a obra, mas a mensagem do livro é muito bela e boa para pensar sobre, sendo algo tão simples mas bem significativo que é o beijo, sem contar que é sempre bom ler uma obra que mexa tanto com as emoções e talvez te leve a uma ressaca.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi, Sabrina! Já tinha visto o livro, mas ainda não havia lido nenhuma resenha. Gosto de livros assim e muitas vezes até prefiro os que não nos dão o já esperado final feliz. Por mais que partam nosso coração, nos fazem refletir durante a leitura. E, afinal, na vida real muitas vezes é assim que as coisas acontecem, né?!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  24. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser ótima.

    ResponderExcluir
  25. Olá Sabrina, como vai? Vou confessar que estou um pouco acanhando de ler esse livro. Depois que li Um Dia e Uma Curva no Tempo, fiquei tão abalada que estou com medo de ler livros com esse tipo de enredo. Eu sou muito sensível e choro por dias com livros que não tem o final que quero, então só posso dizer que esse livro está na minha wishlist e por enquanto continuará lá, devido ao meu receio.
    Sua resenha está linda! Parabéns
    Beijos
    http://oreinoencantadodeumaleitora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. Gostei bastante da resenha do livro e fiquei bem curiosa para ler, a principio por causa da capa e depois de ler a resenha deu para perceber que é um história bem bonita, não li nada da autora ainda e espero começar por esse livro.

    ResponderExcluir
  27. Esse livro parece ser bom, mas pelo que vi na resenha não irei gostar muito... gosto de finais felizes. não li nada da autora ainda.

    ResponderExcluir
  28. Eu tenho visto tantas resenhas desse livro que fiquei super curiosa. Achei o título lindo, já traz um pouco do drama que esse livro é composto. Adoro um romance, quem não ? E pela sinopse já me apaixonei pelo casal, acredito que a história seja rodeada de aventuras e de uma tragedia também.
    Boa noite!

    ResponderExcluir
  29. Oi
    Confesso que achava que seria um daqueles romances água com açúcar, mas fiquei feliz em saber que foi uma leitura que proporcionou tantos sentimentos.
    Gosto desse tom de leitura. Com personagens cativantes e uma história desconcertante. Sem falar que a capa é maravilhosa.
    Com certeza quero ler.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  30. Gosto bastante de livros de romance, e quando vejo um livro em que todas as blogueiras estão lendo, e escrevendo resenhas com criticas realmente muito positiva já fico louca para ler o livro logo, e esse livro ta classificado como esse, achei a premissa da estória muito bacana, além de ter um romance cativante e envolvente, esse já esta na lista de desejados e espero lê-lo logo.

    ResponderExcluir
  31. Olá tudo bem?

    Sou apaixonada por romances e desde que vi esse nos lançamentos da intrínseca fiquei doida pra ler. Fico feliz que tenha gostado tanto da obra mesmo ficando cansada com os flashbacks. Espero poder ter uma impressão tão postiva sobre ele.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. oi tudo bem..
    ainda nao li o livro (tô louca pra ler),ouvi bons comentarios sobre ele ,mas ainda nao tinha visto a resenha e devo confessar pra quem gosta de romance(como EU) parece ser perfeito,ainda mais por se tratar do que pode realmente acontecer no cotidiano da gente,é legal por nao ter aquele clichê de os protagonistas se separarem e só quase no final ficarem juntos(apesar de eu amar livros assim tb.rs),enfim qndo a grana bater aq no meu bolso eu compro ele ,pois quero muito ler..
    bjo querida ate...

    ResponderExcluir
  33. Oi Sabrina,
    adorei a sua resenha, olha inicialmente eu não daria nada por essa leitura. A capa é bem comum a sinopse prece ser bem mais do mesmo, mas a sua resenha me fez ver a obra com outros olhos, por outras perspectivas e eu até que fiquei curiosa. Não é um livro que me deixa mega entusiasmada pela leitura, mas se tivesse a oportunidade leria sim confiando nas suas palavras.
    beijos

    ResponderExcluir
  34. Achei tão linda a capa, tão fofa e delicada! O início da história me lembrou "Um dia" do David Nichols, que eu não gostei muito. Depois, ao longo da sua resenha, o livro foi se aproximando mais de "Como dizer adeus em robô", que partiu meu coração de todas as maneiras possíveis e por isso mesmo que eu adoro. Quero ler, mesmo estando temerosa sobre o que pode acontecer com o leitor ao fim do primeiro último beijo.

    http://notasmentaisparaumdiaqualquer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. Oi Sabrina, tudo bem ?
    Estou super com vontade de ler o livro, estava um pouco receosa a respeito dele, mas após ler a sua resenha me despertou uma vontade ainda maior para ler ele, e muito curiosa para descobrir mais sobre essa história.
    Assim que eu ler ele voltou aqui da minha opinião.
    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Acho essa capa tão linda.. Amei tudo sobre essa resenha, o jeito que você descreveu o que ocorre no livro e as palavras que usou, como você chorou e como eu me identifico com o pensamento que a personagem mostra no fim. Sempre penso que alguns momentos podem ser os últimos e isso é "bom", mas as vezes é difícil lembrar e a gente acaba se arrependendo depois. Foi pra wishlist, preciso disso na minha estante!

    ResponderExcluir
  37. Oii! Pra começar: a capa é linda! E livro que me faz rir e chorar de tão bonito que é: já quero. Parece ser bem profundo e fofo ao mesmo tempo, fiquei muito interessada!

    ResponderExcluir
  38. Antes de qualquer coisa queria dizer que eu amei esse título. A capa também, mas o título me encantou. Fora que adoro livros assim que te envolvem na história e com os protagonistas. Sou uma romântica incurável! Não cheguei a ler Ps eu te amo mas já me contaram mais ou menos como termina. E, me conhecendo do jeito que eu sou, certeza de que também irei chorar bastante. Já Um dia eu li e não gostei muito. Então só saberei se irei gostar mesmo desse livro arriscando e lendo.

    ResponderExcluir
  39. Que capa linda, o titulo tambem adorei, lembrei de como se fosse a primeira vez hahah Ah esse livro deve ser mto amor, o lançamento de abril da record que mais quero, deve ser muito tocante e maravilhoso, ja me vejo sorrindo e chorando lendo haha quero mto!

    ResponderExcluir
  40. Oi.

    A estória me parece ser muito emocionante.
    É difícil quando chegamos a um ponto crucial em uma relação,as vezes abrir mão dos nossos sonhos mem sempre é o certo a fazer, lógico viver como um casal é isso deixar de pensar em mim e começar a pensar em nós, como um todo, as vezes a falta de diálogo e companheirismo resulta nisso, uma relação infeliz.
    Estou muito curiosa para conferir essa estória, gosto muito quando os livros retratam a realidade e dificuldades verdadeiras dos casais, e não aquela coisa de contos de fadas, onde todo mundo é perfeito, ninguém faz nada de área do ninguém machuca ninguém.
    Ao contrário a realidade dói, e dói muito.
    Tenho certeza que vou me emocionar lendo esse livro, estou muito ansiosa.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  41. Oi!
    O Primeiro Último Beijo foi uma historia que me surpreendeu positivamente, estava esperando um romance leve e doce, mas encontrei uma historia que chega até a ser real, com momentos que vários casais passam e assim como um relacionamento esse livro me deixou com a incerteza do final, uma das coisas que mais gostei e que essa historia retrata as varias trajetórias, momentos e realmente acabamos nos apegando a historia da Molly e do Ryan !!

    ResponderExcluir
  42. Eu apaixonei nesse livro pela capa, nem havia lido a sinopse e já estava na lista de desejados. Resolvi então ler sua resenha que me deu ainda mais vontade de ler, acho que esse é o tipo de livro que estou realmente querendo e precisando ler. Algo cheio de ensinamentos, para me inspirar e amar.
    Essa parte me deixou ainda mais animada e apaixonada pelo livro: Você pode me fazer um favor? Quebre uma regra hoje, enlouqueça, viva o momento. Abra seu coração. Depois, abra mais um pouco. Ame muito, ame mais ainda. Não tenha medo de se expressar, de gritar, de ser ouvido. Diga EU TE AMO.
    Acredito que será uma leitura maravilhosa e proveitosa.

    ResponderExcluir