A morte de Sarai–J. A. Redmerski

DSCN3164

Skoob - Avaliação: 4/5

A autora do best-seller de "Entre o Agora e o Nunca" e "Entre o Agora e o Sempre" traz uma história de paixão e sobrevivência.
Sarai era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro. Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte.
Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar. Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo.
Em “A Morte de Sarai”, primeiro volume da série Na Companhia de Assassinos, quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar sua liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.

Sarai vive desde seus 14 anos trancada em uma fortaleza de um chefe do tráfico no México, ela nem sabe onde exatamente está e mesmo não sofrendo igual às outras meninas prisioneiras, ela ainda sofre, principalmente por ser estuprada sempre por Javier, que se diz apaixonado por ela. Ela já está nessa situação há nove anos, e nunca conseguiu realmente uma oportunidade para escapar, até um americano chegar para negociar com seu ‘dono’. Ela juntando toda a sua coragem foge com o americano, mas ele não é uma pessoa normal, ele é um assassino de aluguel, que não tem nenhuma compaixão ou vontade de estragar sua missão por causa de uma menina tola, Sarai então se vê no meio de um jogo perigoso, onde tentar escapar de Javier pode ser o menor de seus problemas.

Acho que agora sei como é quando uma pessoa passou metade da vida na prisão e é solta no mundo de novo. Ela não sabe o que fazer consigo mesma, não sabe como voltar a se inserir na sociedade. Fica o tempo todo olhando por cima do ombro. Não consegue acordar mais tarde do que cinco da manha, nem acreditar que pode escolher o que comer quando comer. Violência, escuridão e confinamento fazem parte dela a tal ponto que metade do seu ser nunca aprende nenhuma outra forma de viver.

Bom, esse é mais um daqueles livros para a minha categoria, comprei e li porque fui quase forçada pela Ana do Malucas por Romances, sempre tendo a indicação que essa série seria bem diferente de tudo que já li, e que iria gostar muito, pois tem muito tiro, porrada e bomba.

O primeiro livro que li da autora foi Entre o agora e o nunca, então minha mente já foi direcionada automaticamente a pensar que teríamos um romance aí, entre Sarai e o Assassino Victor, e que seria quente… Engano meu. A morte de sarai não está nada pra um romance, está realmente para o gênero de suspense, de crime e principalmente de um thriller, pois tu não imagina minuto nenhum o que vai acontecer nessa história louca.

Sarai ao fugir com Victor acha que ele a levará de volta para os Estados Unidos por ser ‘a coisa certa a fazer’, afinal ela é escrava sexual desde seus 14 anos, e que pessoa não teria pena disso? Mas Victor foi treinado para matar a sangue frio desde seus nove anos, então ter pena não é uma coisa que está no seu repertório, ainda mais quando uma garota que não consegue segurar a boca se enfia no meio da sua vida e ameaça estragar seus planos, que além de poder custar-lhe milhões de dólares do seu pagamento, pode estragar sua reputação com seu chefe, que também não tem misericórdia nenhuma.

O livro todo é sobre um jogo de poder. Não sabemos o que acontecerá com Sarai, pois Victor é um cara de poucas palavras, ele prefere apontar uma arma primeiro e perguntar depois, ainda mais quando se trata de todo o seu plano para eliminar os seus alvos. Você se sente apreensivo do começo ao fim, tanto pela situação da garota, que não queria nada mais que voltar para seu antigo estacionamento de trailes, uma vida simples de uma garota normal, e é usada como isca em várias negociações, para atrair o chefão do tráfico Javier, que é um ser humano desprezível.

DSCN3166

À medida que vamos acompanhando toda a história de Sarai, não tem como não ficar com pena dela (diferente de Victor, é claro). Todos esses anos que ela passou sendo abusada, em um lugar no meio do nada, sem liberdade para fazer as coisas que gosta é completamente triste. E mesmo ela sendo muito mais bem tratada que as outras meninas que era mantidas como escravas sexuais também, ainda é completamente trágico, pois vemos que isso é bem parecido com a realidade. Quantas meninas não são sequestradas e mantidas assim por chefões do tráfico, não precisamos nem sair do país para encontrar essa realidade. O que isso faz com a mente dessas meninas, como isso despedaça as suas vidas é muito triste, você não é capaz mais de levar uma vida comum, de ir para a escola e ter amigos que discutem de banalidades, pois nada disso faz sentido comparado a tudo que já viveu.

O desenrolar dos acontecimentos não segue um ritmo tão rápido, e acho que adorei isso ainda mais, pois vai só cozinhando aquele clima de tensão, aquele clima de não saber o que vai acontecer com a garota, quais são os verdadeiros planos de Victor, o que ele sente por ela e se em algum momento ele vai realmente ajuda-la sem apontar uma arma para sua cabeça.

Quanto à diagramação, a editora me deixou bem surpresa com o material da capa, ela é bem mais firme que as outras da editora, e possui um acabamento fosco, combinando completamente com a história. As páginas são amareladas, fontes grandes e bem espaçadas, e não encontrei nenhum erro de tradução ou revisão.

A morte de Sarai com certeza é um livro incrível e eletrizante do começo ao fim. J. A. Redmerski escreveu algo completamente diferente de sua primeira série, com muito mais sangue, tiros, uma luta por poder e é claro, com uma história muito mais ‘realista’. Para quem curte um livro com muita ação e mistério, essa série é mais do que recomendada, você se verá desesperado para saber o que acontecerá com a protagonista, e principalmente entender mais sobre o misterioso Victor, o assassino de aluguel que parece não ter um coração.

Gostando ou não, Victor é minha únicas proteção até eu cruzar aquela fronteira, e vou ficar com ele o tempo que puder, apesar de precisar desesperadamente fugir dele também.

avaliação cupcake - Cópia

top maio

28 comentários:

  1. Que livro incrível e eletrizante. Desde o inicio nos sensibilizamos com a situação da personagem, que é muito triste por sinal. E o pior que é a realidade de muitas meninas. Ela ainda tem sorte de não ser abusada.
    Achei legal a autora jogar com essa contradição da personagem querer ser livre e se prender a outro alguem. Eu acho que é uma dica de boa leitura.
    Bom dia !

    ResponderExcluir
  2. Como sou apaixonada por capas de livro a primeira coisa que me chamou atenção neste livro foi a
    sua capa é muito linda e impactante e a segunda é o título, só por isso já fiquei
    curiosa. Sarai me parece uma personagem bastante complexa, por viver em um cativeiro, sendo escrava sexual.Acho qeu depois que li na resenha, pude perceber que é um livro forte, tenso e intenso... Espero lê-lo em breve para satisfazer minha curiosidade. Otima resenha!

    ResponderExcluir
  3. Eu amo essa série e estou ansiosa para conferir o último título que foi lançado recentemente. Realmente, quando conhecemos a história de Sarai dá pena sim, mas depois ela se mostra ainda mais determinada e muito corajosa. Gosto dessa personagem exatamente por isso. Fico feliz que você também tenha curtido essa história.
    Beijos, Fer ♡♡♡

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem com você?
    Eu li esse livro nos últimos dia e sinceramente eu estava louco para ler ele desde o seu lançamento, mas só peguei mês passado rsrs. Achei Lee muito bom, Adorie as partes de ação, eu não conhecia a escrita da mulher mas achei e bacana. Outro fato curioso sobre a leitura desse livor era que eu nunca tinha lido livros com um pouco mais de palavrões, e fiquei bem surpreso quanto a isso rsrs. Mas amei e já quero muito ler o Retorno de Izabel.
    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro e nem a autora, mas parece ser um livro sensacional. A trama parece ser bem elaborada, só de ler a resenha já fiquei tensa querendo saber o que vai acontecer com Sarai, será que ela vai sobreviver?
    Recomeçar a vida depois de passar anos em reclusão e sendo abusada não é algo fácil. A temática do livro é bem interessante, é um tema bem delicado e complicado de ser abordado. Já anotei a dica de leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, fiquei impressionada com as fotos que você colocou no post. Onde você arrumou essas cápsulas mulher???? Hahahahahahahahahah
    Li este livro ano passado e não tive a mesma impressão de você: a leitura não funcionou para mim e eu encontrei um montão de furos na narrativa. Mas sigo curtindo a autora porque adorei o Agora ou Nunca.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahah Meu marido fez TG e lá podia pegar essas pq eram vazias e n da pra usar kkkkkk

      Excluir
  7. Oi, Sabrina
    Nem todos gostaram muito desse livro, principalmente por acontecimentos desenvolvidos de forma mais lenta, mas que bom que isso acabou te agradando.
    EU ainda não li, mas adoro mistério e um toque de realidade. Ainda pretendo ler. Adorei a resenha.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiee Sabrina ^^
    Thriller e suspense não são os meus gêneros favoritos, mas eu tenho visto tanta coisa boa sobre esse livro (e sobre a continuação dele também), que eu o comprei e estou doida para lê-lo. Só preciso fazer a pilha diminuir primeiro...hehe' Confesso que estava esperando um romance também, mas não desanimei em saber que não há, pois você disse que o livro é eletrizante! Estou doida para ler ♥
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Eu li esse livro e gostei muito dessa história. Foi o primeiro livro que li da autora, e tive uma experiência bem positiva com a sua narrativa. Eu ainda não li o segundo livro, e espero fazer a leitura em breve. Foi uma trama bem diferente daquelas que estou acostumada a ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Oi, eu nunca me interessei pelos livros dessa autora, ma sesse chamou a minha atenção, de alguma forma, acho que pelo fato de ela ter sido trancafiada e ser vitima me instigou a lê-lo, só não sei se teria folego para ler uma série, mas mesmo assim, vou dar uma chance. Ótima resenha e lindas fotos.
    bjus

    ResponderExcluir
  11. Oi Sabrina,
    Meu primeiro contado com a autora foi com o livro Entre o agora e o nunca, e simplesmente fui fisgada pelo romance lindo e apaixonante. Mas pelo jeito, essa série Na Companhia de Assassinos é completamente diferente mesmo. Já tinha visto alguns comentários a respeito desse primeiro volume e como adoro livros com personagens mais intensos, cheios de dramas e com traumas passados, sem falar em um bom suspense, vou colocar na lista de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Apesar de ter esse livro a um bom tempo, ainda não li! Acho a trama bem diferenciada e morro de curiosidade! Apensa não deu tempo ainda. Amei sua colocação sobre o desenrolar das coisas, "cozinhar" o tempo, gosto disso, aumenta o clima mesmo!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  13. Li a morte de Sarai ano passado e gostei dele justamente por ter um leve romance, mais não ser focado em tal. Sabe, amei ver que os personagens não são os bons e que ambos tem uma dualidade bem interessante de ser explorada. Enfim, minha opinião sobre o livro é bem parecida com a sua, espero que o segundo livro também seja bom pra você. Também recomendo a leitura.

    bjus
    http://www.ventoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. A morte de Sarai é um dos meus muitos livros favoritos, mas ele está definitivamente no meu TOP 5!
    O livro é maravilhoso, adoro encontrar alguém que leu e também amou, eu descobri ele de forma inversa a você, comecei por ele e depois fui descobrir o Entre o agora e o ... e até hoje me espanta o talento que a Redmerski tem ao criar duas tramas tão polares, um trillher policial que mais parece um filme e o outro é um romance tão apaixonante! Espero que leia o resto da série e curta tanto quanto Sarai.
    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Oi Sabrina, tudo bem?

    Eu tenho bastante vontade de ler esse livro, mas ainda não tive oportunidade. Gosto bastante de thriller psicológico, e esse parece ser bastante tenso, principalmente pela situação em que a Sarai vive, e gostei de saber que os fatos acontecem de forma gradual, de forma que ficamos desesperados para saber o que vai acontecer em seguida, o que Victor está planejando para ela e tudo o mais.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  16. Oi Sabrina, eu morro de vontade de ler esse livro, ainda mais que eu adoro um bom livro eletrizante, e pelo jeito esse parece ser exatamente assim. Fico feliz em ver que você curtiu o livro e recomenda. Com certeza quero ler!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  17. Olá!! :)

    Tenho ouvido falar muito do livro e fiquei super curioso.. :)

    Bem, acho que é o meu tipo de livro, embora um pouco sinistro! :) Adoro livros de ação e misterio, eletrizantes e que prendam do inicio ao fim! :)

    Achei a ideia muito boa e com "sangue, tiros, etc.".. ahah :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Fiquei curiosa sobre esse livro desde que ele foi lançado, mas ainda não consegui ler... A história parece ser realmente eletrizante, além de dar uma sensação de que não se pode confiar em ninguém.. Com certeza é um livro que ainda quero ter na estante.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Já ouvi falar muito bem deste livro. Apesar de essa temática de escravas sexuais ser algo bem chocante e desconfortável, é algo a se falar pois acontece todos os dias não é mesmo? Fiquei curiosa para conhecer esse suspense eletrizante e saber o que há por trás de A Morte de Sarai, e se ela morre mesmo né kkk pois é o que o título diz. Será que ela se enfiou em uma enrascada maior ainda com esse moço? Pois afinal não parece que ele vai leva-la pros EUA. Achei bem legal como você falou do livro e espero poder ler em breve.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  20. KKKKKKKKKKK O comentário da Ivi sobre as capsulas, ri muito. Fiquei impressionada também HAHAHAHHA
    Então, o livro traz um assunto bem pesado, hein. Não acho que leria, na verdade. Pelo seu comentário, é uma narrativa tensa de tirar o fôlego, né... isso é bom, para quem tem interesse, deve ser um prato cheio.
    Parabéns pela resenha e pelas fotografias!

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu tenho curiosidade com esse livro faz um bom tempo, desde o lançamento dele na realidade, mas confesso que não é do tipo que costumo ler, sabe? No entanto, apesar disso acredito que eu iria gostar muito da leitura, porque parece ser um suspense que deixa o leitor sem folego. Enfim, faz tempo que não leio algo eletrizante, então espero conseguir ler esse livro em breve.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Já li os outros livros da autora e eu curti muito a história. Esse livro é totalmente diferente dos outros e isso me deixa bem curiosa, pois são cenários totalmente distintos e é mais um livro voltado para ação e tal. Eu tenho uma curiosidade em conferir a história, mas a fila só aumenta e está cada vez mais difícil conseguir chegar nesse livro.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Aaaaaah eu li esse livro no início desse ano e surtei muuuuuito. Amei demais a história e os personagens, principalmente o Victor. E o que foi aquele final? Já estou com o próximo na estante e estou doidinho para começar a lê-lo. O terceiro já foi lançado aqui e também já quero hahah

    ResponderExcluir
  24. Esse livro parece ser mesmo muito bom. Mas no momento estou querendo evitar livros que falem sobre estupro e sequestro, graças a minha recente experiência com Menina Morta-Viva (um livro fenomenal,mas que me deixou dilacerada).
    Não sei se seria necessário mais de um livro, mas com certeza darei um voto de confiança.

    ResponderExcluir
  25. Oi,
    Ainda não li o livro mas com certeza vou procurar agora! Por mais incrível que pareça ainda não li nada da autora,mas já li algumas resenhas dos outros livros dela. Achei a estória incrível, gosto muito de suspense. O assunto é bem pesado, né? Uma menina de 14 anos sendo escrava sexual... Gostei também por não ter encontrado nenhum erro, eles me incomodam muito!

    ResponderExcluir
  26. Oi.
    Gostei muita da sua resenha e o livro realmente parece muito bom,gosto do gênero suspense. A capa também está bem impactante e a sinopse é legal, mas ainda não me conquistou. Talvez venha a ler um dia desses...e conferir de perto esse enredo. Obrigada. Abraços.

    ResponderExcluir
  27. Olá,
    Ainda não havia lido uma resenha tão completa sobre este livro. Não li ainda, mas já está na minha lista à muito tempo. Li Entre o agora e o nunca e adorei, então tenho certeza que vou amar este também porque a escrita da autora me conquistou. Um livro assim que nos mostra a realidade é muito interessante e bom para ler entre uma fantasia e outra.
    Beijos

    ResponderExcluir