O Vilarejo–Raphael Montes

DSCN2642

Skoob – Avalição: 4/5

Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.
As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

Se tem um gif que resumiria a minha leitura inteira, seria esse abaixo:

clip_image001

Quando ganhei O vilarejo no blog Pronome Interrogativo sai dando pulinhos pela casa, afinal era um livro que estava entre os meus desejados há algum tempo, principalmente depois que comecei a ler mais obras de terror. Acontece que eu não esperava que o livro fosse tão ‘macabro’, tanto que estava lendo o primeiro conto no ônibus e fiquei com o queixo lá no chão quando o terminei, e é claro, fiquei com uma vontade incrível de terminar de ler os outros seis e ver se eram tão macabros quanto. Mas antes, vou explicar um pouco a história.

Os contos são relacionados aos sete demônios dos pecados capitais:

belzebu - Gula
leviathan -  Inveja
lucifer - Orgulho
asmodeus - Luxúria
belpgegor - Preguiça
mammon - Ganância
satan – Ira

E com isso, Raphael vai relacionando as histórias a visita de um velho para cada morador do vilarejo, despertando naquela pessoa um dos pecados acima, que já existiam nela, e estavam apenas ‘escondidos’ em seu ser. Com simples frases, gestos, os moradores são tomados pela gula, inveja, orgulho… e isso vai corroendo cada vez mais a pessoa, tornando-a cada vez mais tomada por aquele sentimento, sendo capaz de fazer coisas terríveis por acreditar que está certa ou que aquilo é a única escolha.

clip_image002

Há contos que se destacam, principalmente por mostrar a crueldade e o quando as pessoas daquela vila são influenciáveis, como o conto do Negro caolho e o conto do O porquinho de porcelana da Sra. Branka. No primeiro, ao chegar um negro na vila, os moradores tentam o matar por nunca terem visto alguém de pele escura, e achar que ele é um ser fugido do inferno; mas uma mulher o ajuda e o leva para trabalhar em sua casa, ensina-o a falar, a trabalhar e acredita que está fazendo o melhor pra ele, até que o velho a visita e diz que os negros são o pior tipo de pessoa possível, e isso vai tomando sua mente, ela começa ver o pobre negro com outros olhos, o humilhando, batendo, acorrentando-o… Tudo por achar que ele é uma raça inferior e ela é muito melhor que ele. Já no outro, o velho contador da senhora Branka a presenteia com um cofre de porquinho de porcelana, para que ela comece a economizar e corte a maioria das verbas da casa, pois se não o fizer ela vai acabar ficando pobre; a velha começar a cortar tudo e sua neta começa a trabalhar muito, passar fome e frio, tudo pela obcessão em economizar da velha, mas a neta não acha isso certo, e o final desse conto é um dos melhores de toda a obra.

Vemos cenas de pedofilia, assassinatos sem culpa nenhuma, canibalismo, gula, avareza… E você vai vendo a degradação da vila, pessoas morrendo pouco a pouco, e aquele lugar que já era pequeno e pouco habitado, cada vez fica menor, até não sobrar ninguém para contar sua história…

clip_image003

Meu único problema com o livro foi o final bem fraco da obra. Sabe quando você está vendo um filme de terror e o vilão nunca aparece? Isso da uma sensação maior de medo, certo? Pois então, isso é o que não acontece aqui. Você vai se sentindo tenso com essas visitas do velho, vai entendendo a relação dele com os pecados, e no final temos o próprio sentado em uma cadeira explicando tudo de novo para um personagem, e você fica tipo: –Tá, já sabia disso tudo que você falou. Foi desnecessária toda a explicação, preferiria algo mais devastador para fechar com maestria como o primeiro conto abriu, mas infelizmente não foi bem assim.

A diagramação do livro é incrível. Com gotas de sangue espalhadas pelas folhas, imagens que ilustram o começo e o final de cada conto, letras bem grandinhas, páginas amarelas e uma capa que representa muito bem a vila, O vilarejo entrou para minha estante como um dos livros mais bonitos que tenho, e com certeza mais bem trabalhados.

clip_image004

Ainda que alguns contos não tenham me conquistado, Raphael Montes me ganhou pela criatividade e destreza ao conduzir as histórias de forma clara, coesa e sem deixar nenhum furo, dando o pavor do gênero de terror na medida certa.

avaliação cupcake - Cópia

MINI POST

47 comentários:

  1. Fiquei com medo só pela resenha, sim sou medrosa, por isso não me dou bem com terror e suspense

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente, sou medrosa demais para ler O Vilarejo.
    Mas pela resenha , o autor está de parabéns pelo trabalho e pelas fotos, achei muito lindo todos os detalhes presentes no livro.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sabrina!
    Fizeram um ótimo trabalho mesmo, nesse livro.
    A capa ficou bem bacana e essas ilustrações é de dar medo, rsrsrs.
    Já faz um bom tempo que tenho vontade de conhecer o trabalho desse autor. Mas não sei se começaria por esse livro. Não curto muito contos e terror não é meu gênero preferido. Na verdade, sou medrosa demais pra ler esse tipo de leitura.
    Mas gosto muito de suspense e estou louca pra ler Dias Perfeitos desse mesmo autor. Me parece que é um thriller psicológico, o que me atrai bastante.
    Ótima resenha!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Oii! Aaai qro esse livro! Tô doida por ele! Sou apaixonada por esse gênero literário! Adorei a resenha! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oii! Aaai qro esse livro! Tô doida por ele! Sou apaixonada por esse gênero literário! Adorei a resenha! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Sabrina, os contos parecem bem aterrorizantes e para os apaixonados por livros de terror, sei que este é perfeito. E como uma medrosa, apesar da edição ser bem bonita e trabalhada, eu vou passar longe dele.
    Já havia visto este livro diversas vezes e foi muito legal conhecer mais a fundo sobre ele, principalmente a sua opinião.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi Sabrina, não curo muito gênero de terror mas li só elogios a esse livro em vários blogs e com certeza vou le-lo fiquei super curiosa me relação ao livro e como sempre sua resenha esta maravilhosa bjs.

    ResponderExcluir
  8. Olá....
    Eu gostei da sua resenha... Mas sou medrosa para algumas coisas... E esse é um livro que não está entre os que eu pretendo ler... rsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    O livro pareceu interessante, ainda mais sendo de contos e o autor os relacionando, mas esse é um gênero que corro longe pois sou bem medrosa !!

    ResponderExcluir
  10. O livro parece ser ótimo! Adoro ler contos ainda mais de terror, me interessei pelos livros, bom saber que tem ilustrações.

    ResponderExcluir
  11. Fiquei muito curiosa em relação a esse livro. Geralmente eu não leio muitos livros desse tipo, que envolvem esse lado mais pesado, terror, thriller e etc, mas aos poucos estou tentando me acostumar e ler cada vez mais. Gostei muito da resenha, e a diagramação está incrível mesmo, é uma pena que o final te desapontou. Pretendo lê-lo, e adorei a premissa de envolver os sete pecados capitais, já adicionei na lista, beijo!

    ResponderExcluir
  12. Sua resenha esta ótima, mas tenho muito, muito medo pra ler livros assim, ,minha imaginação é muito fértil. Achei bem interessante, principalmente de como vc colocou e as fotos também, mas não leria.

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha, mas iguais aos filmes de terror, livros de terror não me atraem, não tenho problema em ver filmes ou livros que tenham cenas sangrentas, mas quando o filme ou livro é especifico de terror não gosto muito.

    ResponderExcluir
  14. Esse autor é muito bom no que faz. Já li outro livro dele e foi tão perturbador, tão....caramba!, que fiquei com vontade de ler mais dele. Esse novo parece seguir a mesma fórmula e é outra história macabra e muito boa. Gostaria de conferir. Ahh, e a diagramação está linda! Quantos detalhes bonitos *-*

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? :)
    Eu sou uma pessoa muito medrosa, mas tenho muita vontade de ler esse livro, até porque já li muito boas críticas do Raphael Montes. É um livro que pretendo ler ainda este ano, talvez em Outubro, mas confesso que não sei se vou conseguir terminar, por conta do medo ahahahaha
    Beijinhos
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  16. Oi
    Eu já conhecia bem a escrita do autor e sei bem do que ele é capaz. Apesar de ainda não ter lido esse livro através de sua resenha pude perceber o quanto é sombrio e complexo pelas emoções. Esse é um dos meus gêneros favoritos.
    Beijos,Fer

    ResponderExcluir
  17. Oi Sabrina!
    Também li esse livro recentemente e achei demais,ainda que seja medrosa haha! Sou fã do autor e da sua criatividade sombria,por assim dizer. Adorei sua resenha e o seu blog.
    Bjs!

    http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu detesto qualquer coisa que tenha relação co terror, sou muito medrosa e esse livro não me atrai em nada. Mas ao ver a sua empolgação lá no começo da resenha eu resolvi ler sem preconceito pra ver se tentava me interessar por ele, só que não funcionou pra mim. Acho que nem tanto pelo terror (mas boa parte sim) mas pelos crimes mesmo, pedofilia? canibalismo? não consigo me interessar por uma leitura onde esses dois estejam presentes. Senti um certo spoiler sobre o final do livro, mas como eu não tinha pretensão de lê-lo, isso não me incomodou. Apesar de não me atrair pelo livro, eu gostei da sua resenha, está bem detalhada e você mostrou os pontos positivos e os negativos da obra.

    ResponderExcluir
  19. achei um livro muito forte como vc mesma disse macabro, eu fiquei com medo so de ler o que os pecados fazia com as pessoas não sei se teria coragem para ler, mais que os contos deve ser bom eu não tenho dúvidas.

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Amo o gênero terror e a um tempinho eu vi várias pessoas falando sobre esse livro e desde então estou super curiosa para realizar essa leitura.
    Achei interessante que cada conto tenha relação com um pecado capital!
    Uma pena que o final não tenha sido tão bom quanto você gostaria!
    Espero ter oportunidade de realizar essa leitura em breve.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  21. Oi.

    Já faz um tempo que quero ler esse livro, meu interesse pelo gênero de terror aumentou muito depois que li alguns livros assim. Quero muito ler esse livro por ser de contos. Espero poder ler esse livro ainda esse ano.

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá, gostei muito da sua resenha. A edição do livro parece estar incrível e muito caprichada. Até eu que não sou a maior fã do gênero estou ficando com vontade de ler O vilarejo.

    ResponderExcluir
  23. Ai mds já vi que vou amar. Preciso achar esse livro. É bem o meu gosto <3 Sim ,meu gosto é um pouquinho diferente do que das outras pessoas mais fazer o que, não consigo só ler romance. Tem que ter uma pitada sobrenatural no meio <3
    Obrigada pela dica <3
    Beijos -A

    ResponderExcluir
  24. Oi Sabrina, eu sempre tive vontade de ler esse livro desde que vi o seu lançamento, primeiro porque eu amo contos e segundo que o gênero de terror é um dos meus favoritos, então eu não poderia deixar de fora esse livro que parece super cativante!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  25. Menina, que livro macabro hein? Ou melhor, que histórias macabras. Fiquei surpresa com esse conto do Negro Caolho. Fiquei pensando aqui no como ele sofreu. Enfim, sobre a ideia geral dos contos envolvendo os demônios dos sete pecados capitais foi uma ideia super original. Eu não digo que vou ler pelo fato do mesmo não ser o tipo que geralmente gosto, mais tenho certeza que muita gente deve gostar.

    Beijo
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  26. Não costumo a ler muitos livros de terror, sei lá, sinto como se fosse melhor vê-lo. Se eu já morrooo de medo vendo algum filme desse gênero, imagine se eu lê-se? Eu não conseguiria nem dormir mais.
    Esse belpgegor sou eu na vida haha, sério, super identifico. Amei as imagens dos livros, amo quando o livro contém, amei mais ainda essa ''mancha'' de sangue na folha.
    Nossa fiquei com muita dó desse negro, apesar de isso ser só ficção, muitos sofrem hoje em dia apenas pela cor da pele, muitos se acham inferiores só por serem brancos... como se por dentro não fossemos todos iguais.
    Se não fosse pelo meu medo, esse livro entraria pra minha lista de desejados, mas se eu comprar vai ser só porque achei bonito haha.

    ResponderExcluir
  27. Olá.
    Eu recebi esse livro autografado pela Suma quando eu ERA parceira deles (triste), mas até hoje eu não tenho coragem de ler rsss Eu sou muito medrosa, mas em breve eu vou criar coragem para ler, excepcionalmente DE DIA rssss A diagramação do livro é realmente incrível e a editora caprichou.
    Beijos!
    http://www.anebee.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oii!!

    Acho que é a primeira vez que leio uma resenha com fotos! A diagramação está linda, mas mesmo assim não quero ler.
    Amo contos (mas quando tem um.final bom) só que eu não curto essa temática. Achei um pouquinho densa sabe?
    A resenha está ótima e sincera! E as fotos lindas.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  29. Olá Sabrina,
    Ao passo que seu problema foi com o final, o meu foi com todo o livro, sabe?
    Esperava mais, mais terror, mais coisas assustadoras, mais medo e não encontrei isso. Já o final - ALERTA SPOILER - contendo a foto da pessoa que escreveu, foi o único momento que me arrepiei completamente :s
    Adorei sua resenha.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Esse livro é simplesmente fantástico. Eu adorei demais ler, porque nossa senhora, as ilustrações e a maneira como ele conta sao muito fodas. Mas claro, é um livro pra quem tem estomago mesmo, porque é tenso. Eu gostei deeeeeemais desse livro e fico feliz por as pessoas também gostarem. <3

    ResponderExcluir
  31. Adorei a proposta do livro, mas tenho tantos problemas com o gênero (nenhuma leitura me satisfaz) que nem me interessei na obra, e que edição incrível, adorei as artes que tem na obra!

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Oii, tudo bem?
    Eu sempre vejo muitas pessoas falando super bem dos livro do Rafael, eu tenho o Dias Perfeitos aqui, mas ainda não tive a oportunidade de ler. E adorei a premissa do O Vilarejo, ele parece ter historias bem macabras, eu tenho o estomago meio fraco para isso, mas estou bem curiosa.

    ResponderExcluir
  33. Não curto terror nem um pouquinho, e não seria capaz de ler esse livro. Li outro livro do Raphael, Dias Perfeitos, que por bem menos do que você citou na resenha já me deixou com o estômago embrulhado e tendo que intercalar leituras bem levinhas com ele pra poder terminar, aí você me fala de canibalismo, assassinatos sem nenhuma culpa, pedofilia... não dou conta desses temas não, não leria de jeito nenhum. Mas que bom que gostou, mesmo tendo achado o final fraco.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  34. Olá

    Confesso que tenho medo dos livros do Raphael e só de ver essas ilustrações me deu uma coisa ruim hahahahh Não leria por isso, mas adorei sua resenha foi muito bem desenvolvida, você fala da estória sem dar spoiler, vou ter que deixar passar dessa vez.

    Bjos
    Everton equipe Rillismo
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  35. Oii!
    Ótima resenha! Já conhecia o livro, mas é a primeira resenha que leio e já estou apaixonada pela diagramação <3 Que linda! Mas não sei se leria porque não curto ler Terror, só assistir kkk Estranho, eu sei rs Mas parece ser ótimo para quem curte o gênero.

    Beijão!
    http://www.loucaspaginas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  36. Olá

    Tenho muita vontade de poder conferir agum livro do Raphael, ate hoje o que mais me chamou minha atenção é Dias Perfeitos, esse em especial me cauda um certo medinho e essas imagens??? Aterrorizantes. Percebi que o trabalho da editora está muito bom também, só valoriza ainda mais a obra.

    Bjos
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  37. Oie, já li esse livro e adorei. Assim como você o primeiro conto me deixou de queixo no chão e considero ele o melhor. Eu também gostaria de um fim devastador, na verdade gostaria que toda a obra fosse como o primeiro conto, impactante.

    ResponderExcluir
  38. Nossa o livro parece ser assustador, eu não li nada do gênero, sou muito medrosa, mas fiquei super interessada no livro, pois o autor parece ter sido super criativo colocando os demônios que representam cada pecado capital, quem sabe eu venha a ler.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  39. Olá, tudo bom?

    Adorei sua resenha! Assim como você, estou lendo mais livros de terror (ainda mais com a Darkside caprichando tanto nos livros que publica) e lógico que os livros do Raphael entraram para lista. Porém, eu não sabia que esse era tão incrível! O capricho que a editora teve para publicar, tenho certeza que também será um dos livros mais bonitos da minha estante.

    Já havia ficado curiosa com a história e agora estou com medo de ler hihi Estou louca pra ver como todas as histórias irão se completar e fico triste ao saber que o final não é impactante, pois eu pensei que seria :(

    Enfim, obrigada pela dica, beijos ;)

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Olá,
    Eu já conhecia o livro e o que mais me encantou foi a capa dura e capa que está impecável. Adorei a sua resenha porque mostrou mais detalhes do livro que eu desconhecia. Fiquei meio assustada e com um certo receio de ler. Acho que por agora não vou encarar a leitura kkk' Já fiquei um tanto assustada com as fotos.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  41. Oi!
    Eu não sou muito fã de terror, mas fiquei até curiosa depois dessa resenha, sem contar que a diagramação do livro parece ser mesmo incrível! Que pena que o final não alcançou suas expectativas, mas já que livros assustadores não são meu fortes acho que ele será suficiente para mim haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  42. Eu adoro histórias de suspense/terror e estou bem curiosa com esse livro O Vilarejo. Eu imagino que seja bom, e quando for ler não irei com as maiores expectativas do mundo, mas estou bem curiosa e pretendo ler com toda certeza.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  43. olá... magoada aqui... acho que também participei desse sorteio. Mas tudo bem. Esse livro está minha lista desde que foi lançando, e depois dessa resenha nem sei o que dizer, só acho que minha próxima compra está defina... Adoro demônios em histórias (não é à toa que minha série favorita é Supernatural!)

    http://blogpaginasembranco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  44. Oie Sabrina,
    Tenho muita vontade em conhecer a escrita do Raphael, principalmente em ler o livro Dias Perfeitos. Não curto muito histórias de horror... na verdade morro de medo rsrs. Por isso O Vilarejo eu deixo passar, mas, de qualquer forma simplesmente amei sua resenha! Irei indica-la a amigos que gostam do gênero com certeza ;)
    Beijão*..*

    ResponderExcluir
  45. Embora ame demais esse gênero, eu geralmente deixo o terror mais pros filmes. O único autor que li mais de "terror" foi do Carlos Záfon (os livros desse homem são incríveis, aliás. Se nunca leu, leia. Por favor, leia!) Mas Záfon é aquela história da "mistureba": Agrada a todos os gostos. Tem um pouco de drama, um pouco de terror, um pouco de sobrenatural, um pouco de romance, um pouco de suspense e muitooooo mistério, e por aí vai. Acho que esse é um dos maiores fatores pelos livros dele fazerem tanto sucesso, aliás. Não tem como não amar suas histórias (e chorar. Prepare-se muito pra chorar.) Mas nunca li algo REALMENTE de terror. Terror puro, macabro, maléfico e tudo mais haha Mas tenho vontade! O problema é que, quando vou comprar livros, entre um belo chick lit e um livro arriscado de terror, eu acabo sempre indo pro chick lit. Vícios, não me culpe u.u
    O Vilarejo parece uma história incrível. Quer dizer, histórias incríveis. Essa ideia sobre os demônios dos 7 pecados é fantástica! E essa diagramação, com o sangue na folha, tão bonito! Sem dúvidas O Vilarejo entrou pra listinha dos livros de terror que quero um dia comprar hahaha

    ResponderExcluir
  46. Li um livro do autor, e apesar de ter achado a escrita ótima, achei a história bem tensa. Não foi uma leitura muito boa, entende? Não é o tipo de história que eu goste de ler.

    ResponderExcluir
  47. Não sabia que o livro se tratava disso, nem que era de contos. Não suporto ler contos.. Achei interessante a relação com os pecados captais, mas não o leria. A capa é bem legal.

    ResponderExcluir