Dois lados de um coração – Marcela de Luca [Resenha + Sorteio]

DSCN2438

Skoob – Avaliação:  4/5

Dor. Nunca uma palavra fez tanto sentido na vida de Elizabeth Campbell. Quando a felicidade parece finalmente estar caminhando junto a ela, esse outro sentimento vem e toma o seu lugar. A tentativa de ser feliz novamente poderia ser conquistada se não fosse o fantasma de suas antigas dores que volta atormentá-la. Elizabeth jamais imaginou que a vida seria capaz de lhe tirar sem permissão a pessoa que ela mais amava. Após perder seus pais de maneiras diferentes, ela passou a acreditar que nunca mais passaria por algo parecido. A vida, no entanto, preparava-lhe uma surpresa em silêncio... Quando Campbell se vê presa dentro de si mesma, mergulhada em uma tristeza sem fim e incapaz de seguir em frente, Thomas Hunter, um rapaz que nunca acreditou no amor, tenta tirá-la do chão, embora ele também precise que alguém o tire de lá. Juntos, eles descobrem que são capazes de superar as perdas e frustrações que a vida lhes deu.

*E-Book cedido pela autora para parceria*

Elizabeth é uma jovem que perdeu sua família a muito tempo. Sua mãe morreu de câncer cerebral, e seu pai por não aguentar tamanha dor fugiu par a África para ser médico voluntário. Tudo que ela tem é Will Hunter seu namorado há 6 anos, aquele o qual estava escrito nas estrelas que era seu par perfeito. Ambos se completavam, e ele a fazia feliz como nunca ninguém conseguiu.

Mas, um trágico acidente acontece, e Will não sobrevive, deixando seu irmão gêmeo Thomas, que nunca se deu bem com a cunhada, encarregado de cuidade de Elizabeth, pois ele teme que ela não consiga se reerguer após perder mais uma pessoa que ama.

O único problema é que Thomas é a pessoa que ela mais detesta no mundo, com seu jeito irresponsável, irritante e completamente parecido com Will, ele é a última pessoa que ela quer ver nesse período de luto, porém ela perceberá que superar o luto não é nada fácil, mas se torna menos doloroso quanto temos pessoas que amamos ao nosso redor.

Não chore porque acabou, mas sorria por ter acontecido. E havia acontecido. Ela e Will aconteceram, e isso foi durante um tempo maravilhoso, um tempo que não estava escrito para durar para sempre.
Mas o para sempre era demais.

Resenha

Sabe aquele romance que te surpreende, que você começa detestando a protagonistas mas que nota uma evolução incrível nela, e uma sensibilidade imensa na história que te leva á lagrimas no momento certo? Então, Dois lados de um coração é assim.

Devo confessar que não gostei de Elizabeth após a perda do namorado. Sim, ela estava de luto, um processo bem dolorozo porém, ela só sabia chorar e se lamentar, e isso começou a me irritar muito, pois já tinha se passado meses e meses e ela ainda olhava tal coisa e ficava chorando e chorando. Mas, quando seu amor por outra pessoa vai nascendo, aos poucos, confesso que me apeguei mais a ela, que se tornou alguém bem –real- pra mim, pois ao mesmo tempo que via toda sua dor, via que estava tentando se erguer, e ser forte, afinal a vida segue, e chorar o resto da vida por quem morreu não te leva a lugar nenhum.

Ao mesmo tempo, eu adorei Thomas desde o primeiro instante que ele apareceu na história. Sinceramente não entendi no livro inteiro a birra que a protagonista tomou pelo cunhado, e toda hora que ela ficava reclamando dele eu ficava cheia de raiva, pois viamos que ele era uma pessoa boa, em sua bolha, que não espalhava seus problemas pra ninguém, e que sentia muita falta da companhia do irmão. Graças a Deus Elizabeth foi vendo ao decorrer da história que sua birra era infundada, e que ele era tão bom quando Will, e que podia ama-lo também, talvez não com a mesma intensidade que amou o primeiro, mas mesmo assim um amor puro e verdadeiro.

“Não é o amor que nos machuca, Tom. São as pessoas. Quando você achar a pessoa certa, vai entender melhor do que ninguém que o amor não é capaz de ferir”,

O final ficou um pouco aberto, mas foi lindo. Temos um reencontro, novos amigos e novas alegrias, e fiquei me perguntando se necessitava de mais páginas ou não, pois mesmo ficando meio aberto, senti que terminou no ponto correto, quando a gente fica imaginando o que aconteceu depois com os personagens, como tocaram a vida com os novos rumos tomados…

O livro traz temas como superação, família, e principalmente as dores que sofremos quando perdemos entes queridos, seja ele um irmão, uma mãe, pai ou namorado, sempre dói pra todo mundo, ainda mais quando é de uma forma que você não estava esperando.

Marcela foi brilhante ao construir uma história tão sensível, e colocando personagens tão reais nela. Me encantei com Blair, a amiga veterinária de Elizabeth, com Natalie a menina orfã que fez minhas lágrimas saltarem a cada nova revelação que a acompanhava, e principalmente com Tomas, que foi meu personagem preferido nesse livro.

Um romance sensível, para todas as idades (classificação do livro +12), que mostra como é difícil superar algumas dores, mas que sempre podemos recomeçar nossa vida, se lembrarmos que aquele que perdemos não ia querer que ficassemos chorando pelos cantos.

Tinha finalmente aquela mulher em seus braços e não era consequência de pressão, mas sim de livre e espontânea vontade vinda dela.

Por ser seu primeiro livro, confesso que adorei e espero que ela escreva mais, pois tem um talento muito lindo e tocante.

DSCN2440

Minha única reclamação, foi quanto a diagramação do e-book distrubuído para os parceiros. Estava cheio de erros, o primeiro paragrafo de cada capítulo era impossível de ler, algumas palavras escritas errada, nomes errados (Momas ao invés de Thomas)… Isso atrapalhou muito a minha leitura, e por vezes pensei em desistir, pois toda vez que entravam as lembranças dos personagens ou o começo do capítulo, eu me arrepiava já esperando os erros. Mas, como citei, foi algo no pdf dos parceiros, visto que uma amiga leu a versão física e não encontrou erro algum.

Beijar um ao outro era como estar beijando alguém pela primeira vez. Era uma experiência completamente nova e inesquecível, daquelas com as quais a gente acaba sonhando ao dormir; isto é, quando conseguimos dormir.

E, como a Marcela é uma fofa, mandou vários marcadores para serem sorteados no blog!

Para concorrer, é só preencher o formulário abaixo:

Marcadores: Dois lados de um coração

DSCN2441

A vida de ninguém consegue ser inteira e extremamente feliz sempre. São precisos altos e baixos. É preciso cair para poder se levantar, aceitar os fatos e aprender com os erros.

avaliação cupcake - Cópia

Ano: 2015 / Páginas: 328
Idioma: português
Editora: Literata

24 comentários:

  1. Participando e torcendo muito!!
    sol.antuano@ig.com.br
    Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?
    Eu adorei a sua resenha! Eu já tinha visto uma outra antes, e ela também era positiva. Fico muito feliz que a personagem principal amadurece no desenvolver do livro, e que a historia seja tocante. Eu sinto que se eu ler o livro, irei gostar muito.

    ResponderExcluir
  3. Eu comprei esse livro no site da Arwen e só tenho um marcador =[
    Mas mesmo assim tenho que confessar que a diagramação do livro tá impecável
    e também que a estória em si me chamou bastante atenção. Provavelmente eu irei ler esse ano ainda, mas não sei quando, porque estou dando uma variada nos gêneros, mas mesmo assim estou bem interessada e espero gostar muito do livro, porque fiquei apaixonada pela capa assim que a vi. Adorei a sua resenha sobre ele, porque me parece ser uma estória muito gostosa. =] Espero que a autora venha a fazer muito sucesso com sua obra.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-flor-da-pele.html

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Gostei muito da premissa do livro e ela parece ter mesmo um talento tocante.
    A história parece ser extremamente sensível como você mesma disse.
    A única coisa que não me agradou foi o final ter ficado um pouco aberto, mas acho que isso não apagou o brilho da história.
    Parabéns pela resenha e obrigada pela dica ;)
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Sabrina, desde que eu soube sobre o lançamento desse livro eu tenho muita vontade de lê-lo, parece ser o tipo de leitura que eu amo e que estou procurando no momento. Eu amo esses romances que tiram um significado e que falam sobre recomeços.

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-sombras-do-medo.html

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Esse livro não me chamou muito a atenção, mas me parece ser lindo. Não faz muito sentido na minha cabeça não ter curtido muito, mas ao mesmo tempo ter sentido uma curiosidade. A capa é muito delicada e fofa, perfeito para quem gosta de histórias assim. O que mais me chamou a atenção é o possível final em aberto, a gente imagina tanta coisa quando o livro termina assim né? haha

    ResponderExcluir
  7. Vish mainha... mas essas mocinhas carregadas de auto piedade são um pé no saco.
    Jà havia visto o livro na site da editora, mas nunca me senti atraída por ele. Acho a capa fofa, mas sei lá... a premissa não me agrada muito. Fico feliz que tenha gostado e se surpreendido, mas só de falar que ficou com raiva da mocinha e porque, já me fez ter raiva dela de cara... kkkkkkkkkkkkkkk

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  8. Nossa, pobre protagonista, sofreu demais esta moça né não. Imagino mesmo o quanto deva ser um livro tocante e só de olhar para esta capa eu já fico doida para lê-lo...

    Beijo, Vanessa - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Uma pena qnd erros ortográficos acabam por desestimular a leitura... Sobre o fato da personagem.chorar por meses, eu não me irritaria. Cada pessoa sente o luto de uma forma, e nem sempre da pra simplesmente seguir em.frente assim, do.nada... Mas enfim... Sobre a obra, não é o que busco numa leitura atualmente...

    ResponderExcluir
  10. Hello :)

    Olha, eu me conectei foi com você, viu? haha Dificilmente eu vou com a cara do protagonista (Harry Potter é um clássico exemplo disso). Que bom que você gostou da leitura e ela parece estar no mesmo nível de um outro livro que li (O Nome do Sonho), sendo uma leitura beeem leve para descansar os neurônios. Adorei a dica!

    Beijinhos e que a Força esteja com você!
    www.cantinhocult.com
    www.galerageek.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oiee
    Não gostei muito inicialmente, sempre fui muito bola pra frente e ler algo que desde o começo é cheio de mimimi por parte da personagem principal provavelmente me deixaria agoniada rs
    E depois mais ainda pq pelo que eu entendi, ela começou a se levantar por estar se apaixonando pelo outro (não sei se foi isso mesmo, foi?), sei que cada um tem uma maneira de lidar com as coisas, mas também creio que as pessoas tem que viver a vida sem se prender exclusivamente e apenas por causa de alguém.
    Mas parece que a partir de algum ponto a história se torna mais interessante, ainda mais por saber que existem personagens secundários importantes.
    Não o leria no momento, mas está anotado caso dê vontade depois.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Sabrina. Desculpa a pergunta indiscreta, mas você já perdeu alguém que era muito próximo de você? Eu sei que personagens lamentões que não tomam uma atitude para mudar sua vida são meio pé no saco (eu não gosto da maoria dos romances por causa dessa ladainha toda que normalmente possuem), mas olha te dizer que perder alguém que convive com você diaramente de uma forma inesperada é horrível e mexe muito com o seu psicológico. Então até tem certo realismo na maneira como a autora desenvolveu a personagem principal (apesar de provavelmente ser como você disse, uma grande chatice, pra quem está lendo). Não sei se leria o livro, acho que vai ser uma leitura bem dramática e pesada e não sei se no momento estou muito estruturada pra encarar um livro assim.

    beijinhos!
    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  13. Oiii!

    Não sei o pq mas esse livro me lembra muito os livros da Cecelia Ahren. Inclusive a capa. Eu gostei bastante de conhecer o enredo no geral. Mas fiquei MUITO chateada com esses erros que VC citou. Mesmo sendo apenas no arquivo dos parceiros eles deveriam ter tido um cuidado maior com isso.

    Gosto da sua sinceridade!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Não imaginava se tratar de um drama tão intenso! A capa me chamou atenção de imediato, e agora sabendo do que se trata o livro fiquei bem interessada para conferir. Já imagino que não irei simpatizar com a protagonista... Mas Thomas tem tudo para ser um personagem legal. Que pena que seu e-book veio com tantos erros :/ Odeio isso! E logo para os parceiros... mancada da autora.
    Mas enfim, já quero muito ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Confesso que não imaginei ser um livro tão dramático e profundo. Gostei do desenrolar da história, mas não gostei muito dos pontos abertos do final.
    Mas bom que valeu a leitura. Já estou participando do sorteio/1
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  16. Sabrina lindona o fato de ter esse final aberto me deixou um pouco com receio do livro, não gosto de finais assim, amo essa capa é tão linda, e pelo visto nossa protagonista sobre muito, o que me animou a ler é o crescimento dos personagens. ótima resenha. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  17. Eu ainda não perdi ninguém muito próximo para saber como é, digo ainda, pois infelizmente isso irá acontecer em algum momento, para todo mundo. E por mais que me irrite personagens que choram por tudo, estes que ficam assim por luto não mexem com meus nervos. Eu tenho muito medo de passar por isso e não critico a atitude. Agora se ela chorasse assim porque terminou o namoro ou porque a melhor amiga brigou com ela (o que alguns personagens fazem) aí sim me irritaria e eu até poderia parar de ler o livro.

    Quanto ao final em aberto, eles sempre me incomodam. Fico que nem você, não sei se satisfeito ou se queria mais. As vezes continuar é pior, pois estraga, mas sempre fica aquele "e se".

    Beijos,
    Mariana Baptista
    umavidaporlivro.wordpress.com

    ResponderExcluir
  18. Oi.

    Ainda não conhecia o livro, fiquei dividida com ele, uma parte de mim quer ler, já a outra não quer nem ver na frente, por enquanto vou ficar em off, quem sabe daqui a um tempo eu não mude de ideia.

    Estou participando do sorteio, apesar de não ter sorte pra isso, infelizmente!:(

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Eu adoro livros de superação, ainda não tinha conhecido essa obra ou a autora, mas gostei de tudo que você citou. Sobre a personagem ficar e lamentando, acho que isso é o normal quando a gente perde alguém, mas mesmo assim não me importaria quando fizer a leitura. É uma trama que me interessou bastante, e que se tiver oportunidade irei ler com certeza.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  21. "Momas" haha erro chato, mas engraçado. Achei a capa bem lindinha! E super adoro romances com um começo mais conturbado - mesmo você falando que o começo é meio mala, com ela só lamentando, mas me pareceu fazer sentido com a história. Me interessei!

    www.livroseoutrascoisas.com.br

    ResponderExcluir
  22. Convenhamos que essa capa é simplesmente linda e por si só já dá vontade de ter o livro na estante. O fato de fala sobre superação também ajuda bastante porque é um estilo que muito me agrada.
    Essa questão da perda é bem complicada. Acho que por mais que todos saibamos que provavelmente um dia passaremos por isso, ninguém está realmente preparado para este momento e ele nos derruba bastante.

    ResponderExcluir
  23. Esse livro está na minha wish, a capa é tão linda que só ela me ganhou!
    A trama é bem trágica, eu adoro isso rs, mas talvez eu não ache a protagonista tão chata assim, pq eu no lugar dele (nem quero me imaginar) não se se conseguiria parar de chorar um dia...
    Acho um tantinho estranho ela ficar logo com o irmão gêmeo! Mas o amor é isso ai né, estranho mesmo rs
    Quero ler ele em breve! E na versão física, pq esses erros que vc citou me fariam desistir de cara...

    Bjus
    blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  24. Meu pai, quanta desgraça em um livro! Primeiro a mãe e depois o namorado, vou confessar que livros assim normalmente eu evito, mas ao ler o decorrer da resenha a 'superação' que ela teve ao se redescobrir quando encontra com Thomas é bom! Acho que poderia ler essa historia, sem problema.

    ResponderExcluir