A noite dos mortos vivos– #Part 1–John Russo

DSCN2346

Skoob – Avaliação: 5/5 Red heart

A história que deu início ao apocalipse zumbi, pela primeira vez no Brasil. Do roteirista de George Romero. Dois livros em um: inclui A Volta dos Mortos-Vivos. — “Seu livro… me guiou através do meu primeiro filme.” Quentin Tarantino

* Exemplar comprado pela blogueira *

Antes de iniciar a resenha, gostaria de dizer que o livro A noite dos mortos-vivos e a volta dos mortos-vivos será divido em duas resenhas, pois achei que seria mais fácil falar de cada livro sem soltar spoilers ou perder partes importantes se comentasse os dois juntos.

A noite dos mortos-vivos despertava um terror atávico nas pessoas. Era o medo da morte ampliado exponencialmente. Você não apenas tinha medo de morrer, mas também de se tornar um ‘morto-vivo’. Tinha medo de ser atacado por um amigo ou familiar morto. E medo do que poderia fazer ao seu ente querido se, ao ser mordido, você se tornasse um desses temíveis mortos-vivos, famintos por carne humana.

A noite dos mortos vivos inicia-se com Bárbara e Johnny indo levar uma coroa de folhes para o túmulo de seu pai, em um cemitério distante e deserto, e é claro, quase à noite. Tudo está correndo bem, Johnny está louco pra sair daquele fim de mundo logo, e Bárbara quer passar mais um pouco de tempo rezando para seu pai, mas eles são atacados por um ‘homem’ que tem uma força sobre humana, que depois de uma briga acaba matando Johnny, acertando-o na cabeça com uma pedra, e após dilacerando sua pele e carne para se alimentar.

Bárbara foge com o assassino ao seu encalço, e consegue se esconder em uma casa que parece estar abandonada, porém, aos poucos vão surgindo mais sobreviventes na mesma casa, como Ben, um homem que protege Bárbara como um pai e reforça as estruturas do local para sobreviver aos mortos. Harry, Helen e Karen, um casal e a filha doente; e Judy e Tom, um casal de jovens. Cada um tem sua opinião de como sobreviver, e todos estão presos na mesma casa, que a cada hora fica mais cercada de mortos-vivos que estão à espreita de uma oportunidade para ataca-los.

A noite dos mortos vivos é um livro baseado no filme homoneo, que estreou em 31 de outubro de 1968. Dirigido por George Romero, o filme inovou e lotou bilheterias com mortos-vivos que não era somente pesos mortos que andavam sem rumo e matavam uma ou duas pessoas durante todo o filme, e sim com seres que ao morrerem viravam comedores de carne humana, com uma super velocidade e munidos de inteligência para emboscar sua presa e obter sucesso na matança.

O livro foi uma romantização do roteiro, adaptado por John Russo em 1973, depois de seis anos de pleno sucesso do filme. Nele vemos o real medo das pessoas com todo esse caos. Em um mundo não tão moderno com pesquisas médicas precárias, poucos soldados para ajudar a população e principalmente menos meios de informação, para que as pessoas possam estar a par do que está acontecendo. 

O medo é o ser regente desse livro, entre os refugiados daquela residência, você percebe que cada um teme alguma coisa, pois essa doença é algo nunca visto e não se sabe como isso começou ou quanto tempo irá durar. Você tem medo de morrer sendo devorado pelas criaturas, medo de tentar fugir e elas te pegarem, de ficar esperando um resgate e ele nunca vir, e principalmente de precisar matar alguma pessoa que você conhece que se transformou em um morto-vivo.

A obra, não tem um final feliz, não mostra o porquê da infecção ou um mundo após tudo isso. Ele mostra a realidade, onde o lema é atirar primeiro, perguntar depois, e principalmente: salvar a sua pele. Você percebe que a maioria das mortes não acontece por que são devorados, e sim por traições, ganâncias ou pânico generalizado, e trás a tona a mensagem de que em uma situação de caos, seu pior inimigo, é a própria população.

O livro funcionou completamente pra mim, principalmente por não ter visto o filme, e não ter nenhuma imagem dessa ‘infecção’ na minha mente. Já ouvi algumas reclamações que o livro, sendo o filme romantizado, não funciona tão bem, mas acho que o problema é as pessoas quererem comparar as duas obras, querendo duas coisas completamente fiéis, ou então querendo algo mais moderno, complexo e cheio de intrigas, mas é claro que se deve lembrar que é um livro antigo, baseado em um filme mais antigo ainda, então não espere soldados com super metralhadoras ou inovações do tema, tudo que conhecemos até hoje de zumbis, é de certa forma baseado nesse clássico, pois ele introduziu o tema morto-vivo no cinema.

John Russo consegue com excelência transformar o roteiro de A noite dos mortos vivos em um livro assustador, eletrizante, e que releva muito sobre o ser humano, que mesmo diante de catástrofes não consegue confiar sua vida em um grupo, e tende sempre a pensar em si mesmo primeiro, o que geralmente é a pior coisa a se fazer quando se está cercado por zumbis, à noite e você está em uma casa de madeira no meio do nada.

E essa edição linda? A Darkside é bem conhecida por caprichar nos seus livros publicados, e mesmo essa edição, não sendo a limited edition com capa dura, os detalhes empregados em cada página são incríveis, e só fazem o leitor ficar com mais vontade ainda de lê-la.

DSCN2351DSCN2352DSCN2354DSCN2355DSCN2356DSCN2348-tile

Resumindo, se você gosta de terror, é fã de um livro sangrento, que não poupa detalhes na hora de descrever as mortes, com certeza vai amar esse livro. A primeira parte com pouco mais de 150 páginas consegue deixar o leitor apreensivo e com medo do que irá acontecer com aquele grupo. Esqueça os zumbis lentos de The Walking Dead, desprenda-se de todo conceito de zumbis que você leu e viu até hoje, e conheça os seres em qual todo autor da atualidade se baseou para criar os tão populares mortos-vivos de hoje em dia.

Se você gosta de boas histórias de terror, sólidas e convincentes, dou-lhes boas vindas ao mundo deliciosamente aterrador, brutal e sem reservas dos originais A noite dos mortos-vivos e  A volta dos mortos-vivos.

Ano: 2014 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: DarkSide® Books

                                     classificação terror classificação terror

26 comentários:

  1. Olá Sabrina.
    Quase comprei o Box com esse livro, Goonies e Psicose, mas acabe pegando o Box VHS do Terror com Evil Dead e O Massacre da Serra Elétrica porque amei aquela caixa XD, mas mesmo assim quero muito comprar esse livro adoro o filme e acho que vou amar o livro também.
    Amei esse, o que é isso? Sorvete? em fim isso em forma de cérebro na foto ficou supercriativo.

    http://poyozodance.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sabrina, boa tarde!
    Eu já tinha lido algumas resenhas da obra e já assisti as adaptações e sem dúvida sua resenha deixou me ainda mais interessada.
    Quero muito colocar esse na lista para 2016, estou em alguns projetos literários e se tudo der certo acredito que seja uma ótima dica para o mês do espanto - outubro.
    Beijos ,
    Ju.
    http://nossa estante nacional.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. minha edição é dessa também, é cara, é um livro FOOOODA *---*
    eu vi o filme inúmeras vezes quando era criança, e daí surgiu minha paixão pelo gênero...
    e gostei bastante da leitura conter os elementos que me prendiam a atenção com o filme, há tantos anos... sua resenha ficou foda, e aguardo ver a da segunda parte, que gostei tanto quanto a primeira <3

    ResponderExcluir
  4. Oiie Amiga,

    Concordo com você a edição é lindíssima, acho que a DarkSide arrasa. Mas devo confessar que não sou de ler livros sem estilo de terror, morro de medo kkk ainda mais por não ter final feliz, gente, não gosto mesmo desse estilo. Sabe, nunca tinha visto dois livros em um kkk eu acho que ficaria mega perdida rs

    Bjs

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  5. Oie! Confesso que li toda a resenha sem muito interesse no livro, pois zumbi é um assunto que sempre tento evitar. Mas foi seu último parágrafo que me fez mudar de opinião e querer conhecer o enredo. Realmente, foi The Walking Dead que me fez ter aversão a zumbis. Fala sério, que série mais tosca com uns mortos que mal se aguentam em pé e um grupo de pessoas fugindo... Porém saber que os zumbis desta obra possuem inteligência e velocidade me deixou empolgada. As obras da DarkSide são muito lindas mesmo *o* Adorei as suas fotografias, a criatividade e os outros livros da editora que apareceram *-*

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  6. Esse é um daqueles livros que sempre falo que quero ler mas que a oportunidade ainda não veio (seja por falta de tempo, seja por falta de dinheiro). E, nossa, Sabrina, toca aqui o/ Também não gosto quando as pessoas ficam reclamando de adaptações de livros para filme. Gente, são duas formas de narrativas diferentes, tem coisa que os livros podem nos proporcionar com mais detalhes e outras que o filme nos mostra com mais vivacidade. Parem de reclamar usando esse argumento! hahaha

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi Sabrina linda, quando eu era criança, ouvi falar de um filme com este mesmo nome, mas o filme era um pouco trash e pela sua resenha, o livro é mais pegado no medo, então fiquei bem na dúvida se realmente um tem a ver com o outro. Adorei sua fotos e você tem razão, a Dark Side arrasa na edição gráfica das suas publicações, este não poderia ser diferente!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da sua resenha (e do cérebro que você colorou na foto – rs). Eu também não assisti ao clássico do cinema, mas acredito que o livro me agradaria depois de ler sua opinião. Parece o tipo de obra que resgata um pouco como é complicado lidar com o desconhecido e sobrenatural… Não se tem para onde ir e não se sabe o que esperar. Curti bastante! Sério. Mesmo sabendo que não tem um final feliz, vendeu a ideia da leitura, flor.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Sabrina
    Fico feliz que tenha gostado tanto da obra e recomenda. Eu confesso que apesar de gostar de leituras fortes, terror não é meu forte, mas as vezes até tento arriscar. Não sei se leria esse livro, mas quem sabe um dia eu me anime.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Essa edição está horripilante, deu medo só em olhar essas ilustrações. Por favor, me ensina a ler esse livro sem chorar de medo? hahaha brincadeiras a parte, eu gostei bastante da sua resenha, mas posso afirmar, com uma certeza absoluta, de que nunca lerei esse livro, odeio zumbis, sério, não consigo assistir TWD por isso, esses sobrenaturais não são minha praia.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Não conhecia o livro mas me interessei bastante. Adoro histórias de terror e essa parece ser das melhores. Lendo sua resenha, quando descreve a parte do cemitério e Bárbara fugindo consegui sentir a tensão da cena, imagino lendo o livro como deve ser. Não assisti ao filme e acho que isso ajudará ainda mais no momento que for ler.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Eu não li esse livro. Me sinto muito mau por não ter lido esse clássico. Essa história me fascina a cada comentário que leio sobre a obra. Agora falando dessa edição que é um terror de lindeza, na verdade todos os livros da Darck são assim. Adorei as fotos, e esse seu brinquedinho de cérebro deixou tudo mais "lindo"
    Bjks

    ResponderExcluir
  13. Super amei o cérebro na foto, ficou genial e criativo! Meu noivo leu esse livro e gostou bastante, e olha que ele é chato para as leituras, então confio nele, rsrs. Eu adoro livros de zumbis, e esse está na minha lista. Concordo que quem lê o livro vai sempre querer algo igual no filme, é impossível gostar 100%, rs.
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Amiga olha eu achei a diagramação do livro maravilhosa.
    Sério, a editora caprichou de verdade. Mas sinceramente não seria um livro que eu pegaria para ler infelizmente, porque não curto muito o gênero sabe? Mas mesmo assim os leitores que curtem esse tipo de livro tem que ter na estante, porque é lindo O.o Nossa....eu adoro a editora...eles capricham de verdade nas obras e estão de parabens.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-estrelas-cadentes-nao-dizem.html

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?
    Então, ainda não li nenhum livro que foi adaptado do filme, mas em breve lerei uma. Adoro filmes/livros de zumbi, mesmo tenho pesadelos a noite, e não conhecia essa obra e muito menos ouvi falar de seu filme.
    Realmente as pessoas têm uma mania muito feia de querer as adaptação igualzinho ao original, como o nome mesmo diz é uma ADAPTAÇÃO! Ele é adaptado aquele estilo e isso significa que não será igual em todos os aspectos... e saem falando mal até as pessoas não quererem ler/ver!
    Gostei muito da ilustração desse livro e mais ainda desse cérebro que você arranjou... é feito de que?

    Karine || Ainda Me Livro

    ResponderExcluir
  16. Eu amo enlouquecidamente o filme. Quando vi o lançamento da DarkSide, comprei logo nos primeiros dias. E posso dizer que foi uma das minhas melhores compras, que livro fantástico. Fiquei curiosa com sua versão, a minha é capa dura, mas além da capa parece que algumas coisinhas no miolo são diferentes. Falando em "miolo" (rs)... adorei as fotos como os cérebros. Muito massa.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  17. Eu tenho um certo problema com o gênero, de filmes eu tenho medo e de livros tenho a sensação que não foi aquilo tudo que devia. Mas é interessante ser um livro romantizado de um filme que abriu portas para um novo gênero no cinema, pois dá a entender que o livro seria uma versão mais crua sobre mortos-vivos e não cheio de influências de tanto filmes e livros do gênero de hoje em dia. Já a edição da Darkside está maravilhosa o que só confirma a fama da editora.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oie!
    Com certeza, esse livro não é para mim. EU não gosto de terror, e com certeza vou ficar impressionada com as descrições do livro. Eu também assisti o filme, então não sei fazer um comparativo entre filme e livro. O que posso dizer é que a edição da editora está perfeita, como sempre.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  19. Oii, tudo bem?
    Eu confesso que tenho um pouco de medo de zumbir rsrs, tanto dos filmes, livro e séries. Mas eu sempre vejo muitas pessoas falando bem desse livro, e fico feliz que você tenha gostado da leitura, sem falar que essa edição está maravilhosa! Espero ter a oportunidade de o ler no futuro.

    ResponderExcluir
  20. Ooi,
    Não conhecia o livro porque sou super medrosa e não acompanho os livros de terror. A edição é linda e com toda certeza os fãs de terror devem amar, mas infelizmente não é o meu caso, deixo a dica passar.
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  21. oi!
    Nunca li livros desse gênero. Mas conforme eu ia lendo a resenha meu interesse ia crescendo. Terminei a resenha querendo ler! Já assisti ao filme e acompanho TWD. Por isso, acho que não será um problema fazer a leitura do livro.Acho que vou gostar de cenas sangrentas! hahaha O fato de você ter gostado só colaborou para um futura leitura minha!
    Bjus
    Bjus

    ResponderExcluir
  22. Olá Sabrina, eu sou meio velhinha kkkkk Então vi esse filme na minha infância (sim, eu amava filmes de terror mesmo com medo). Era um dos meus filmes preferidos junto com Cemitério Maldito, então imagina minha felicidade de ver a resenha desse livro que foi adaptado do filme. Estou louca para ler, amo... Frase do filme: "Miolos, eu quero miolos" Olhei a suas fotos e super combina com essa foto.... Legenda perfeita! kkkkkkkkkkkk
    Beijos
    Giuliana
    Clube do Livro & Amigos | Curtiu?

    ResponderExcluir
  23. Oi Sabrina, sua linda, tudo bem
    Antes de mais nada, amei os desenhos que você usou para colocar a nota na resenha, ficaram perfeitos, tem tudo a ver, risos... O que mais chamou minha atenção na sua resenha foi o aspecto comportamental deles, eu sou fascinada pelo tema natureza humana e o homem quando é colocado em uma situação extrema é capaz de tudo para defender sua sobrevivência. Sua resenha ficou ótima, não vejo a hora de ler.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oi! Tudo bem?

    Realmente... A DS sempre capricha nas edições! Achei essa em particular muuuuito linda. Sabe, tenho uma certa caída por tramas desse tipo. Então, amei muito ler essa resenha maravilhosa!! Saber que o autor conseguiu montar algo eletrizante e assustador me deixa muito animada. Faz eu ter vontade de sair de casa correndo e ir comprar! rsrs

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  25. Oi Sabrina! :D
    Sou uma grande fã de zumbis. Sério, eu adoro ler livros que tenham como foco eles e tenho certeza que vou adorar ler esse por ser uma obra tão importante e que deu a base para os zumbis que conhecemos hoje em dia. *o*
    A editora Darkside está sempre arrasando com os seus livros, esse ficou muito bonito! <3

    Beijos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  26. Ola.
    Tudo bom?
    Mesmo você tendo gostado do livro, eu não sei se leria, pois não sou fã de zumbis, sei lá a história deles não me convence por nada, mas sua resenha está maravilhosa.
    Beijos

    ResponderExcluir