Obsidiana - Jennifer L. Armentrout

OBSIDIANA_1444071261520494SK1444071261B

Ano: 2015 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Valentina

Skoob – Avaliação: 5/5 Red heart

Começar de novo é uma porcaria. Quando nos mudamos para West Virginia antes do último ano de curso, eu tinha me resignado ao sotaque engraçado, ter conexão de internet ruim e me cansar da vida monótona como uma ostra... Até que eu vi meu vizinho sexy, tão alto e com esses impressionantes olhos verdes. As coisas pareciam estar melhorando. E então ele abriu a boca. Daemon é insuportável e arrogante. Nós não nos damos bem. Nada, nada bem mesmo. Mas quando um estranho me atacou e Daemon congelou o tempo, literalmente, com um movimento de sua mão... Bem, algo aconteceu... Inesperado. O sexy alienígena que vive do outro lado da rua. Sim, você ouviu direito. Alien. Acontece que Daemon e sua irmã têm uma galáxia cheia de inimigos que querem roubar suas habilidades, e o toque de Daemon fez com que eu parecesse um daqueles sinais luminosos em Las Vegas. A única maneira de sair dessa viva é ficar colada a Daemon até que minha "luz" extraterrestre se apague. Isso se eu não matar a Daemon antes, claro.

Katy é uma adolescente que acabou de se mudar para West Virginia com a mãe, uma cidade que é praticamente no fim no mundo, e sem muitos habitantes e modernidade. Elas precisam superar a morte do pai, e nada melhor que uma mudança, certo?

Através de sua mãe, Katy é informada (diga-se forçada) a ir a casa dos seus vizinhos tentar fazer amizade, e nada melhor para começar uma conversa que perguntar onde fica o mercado, não é mesmo? Porém quando seu vizinho Daemom abre a porta, Katy quase tem um piripaque! Ele é lindo, um corpo maravilhoso, olhos incrivelmente verdes, um tanquinho escultural…. e uma boca dos infernos! Quando ele começa a falar, ela já percebe que não se darão bem, afinal ele é arrogante, escroto e cheio de tiradas épicas (típico boy dos livros atuais), mas sua irmã Dee é uma fofa, e Katy logo faz amizade com ela, a qual é barrada por Daemom também, pois ele não quer que Dee se envolva com o ‘tipo’ da Katy.

Essa tensão de Daemom vs Katy segue por todo o livro, ele é arrogante com ela na maioria do tempo, e ela não leva desaforo pra casa, respondendo ele no mesmo nível. Mas, em certas partes ele consegue ser fofo e apaixonante, e isso confunde a cabeça da nossa protagonista (e a do leitor), pois o rapaz parece ser bipolar, hora é chato, hora é fofo, e você nunca sabe qual personalidade dele irá encontrar na próxima página.

Que diabos  tinha de errado com ele? Pensei que as pessoas eram mais legais nas cidades menores, e não que agissem como filhos do capeta.

Bom, em uma das cenas bipolares do nosso boy, temos a revelação de que ele é um Alien! (juro que se eu não soubesse que ele era um alien antes de ler o livro, essa revelação teria sido mais impactante), ele explica todos os detalhes para Katy de forma simples, explica que ele é um Luxen, um ser de luz, e todos os aspectos, características e poderes de seu povo, e principalmente, do quanto são controlados pelo governo para se passarem por pessoas normais e nunca revelarem o que são verdadeiramente pra humano nenhum.

A autora consegue jogar todas as informações de forma bem clara, e nada maçante com informações desnecessárias. Tudo que Daemom fala ai é importante, e vai ser bem usado mais pra frente explicando as tensões que são formadas entre os inimigos, e principalmente suas atitudes para proteger Dee.

- Ele não tem nenhuma camiseta? – Infelizmente, acho que não. Nem mesmo no inverno. Ele sempre está andando por aí siminu. – É nojento ter que ficar vendo tanta… pele. Argh.

Argh pra ela. Delicioso pra mim.

E sobre os inimigos, eles são aterrorizantes. Os Aurum, seres de sombra, sempre estão em quatro, e não tem medo de matar qualquer um que cruze seu caminho, seja ele um alien ou humano. Eles possuem poderes incríveis também, mas sua maior arma é poder sugar os poderes do Lux, e assim sugar sua luz, exterminando qualquer vestígio dele do universo. As cenas de ação conta esses seres, que não são nada poucas, são bem construídas. Você não se sente perdido, desorientado em quem está apanhando de quem, e sim se torna um expectador, que consegue visualizar tudo, como se estivesse ali do lado vendo com seus próprios olhos.

Uma coisa que não posso deixar de citar, é que mesmo eu, que nunca li Crepúsculo, consegui notar é a incrível semelhança das obras. Jennifer usou de muitos recursos da obra de Stephenie Meyer, para criar a série Lux, o grupo recluso de seres sobrenaturais, a cidade isolada, a paixão adolescente, porém, todas as falhas que a autora original tem em sua obra como uma protagonista fraca e melosa, um boy chato que brilha no sol (sorry fãs de Crepúsculo) e um triangulo amoroso sem noção, Jennifer melhorou, temos uma protagonista forte, um boy arrogante mas inteligente, e nada de triângulos amorosos (amém!)

Sempre achei que as pessoas mais bonitas, bonitas de verdade, por dentro e por fora, são aquelas que não tem noção do efeito que causam (…) Aquelas que usam a beleza para conseguir tudo estão apenas desperdiçando o que tem. Essa beleza é passageira. É só uma casca, cobrindo nada além de sombras e vazio.

E Katy, como não se identificar com ela? A menina que mudou pra longe, é blogueira de livros, e que não tem muitos amigos. Juro que tinha horas que parecia que era eu que estava no livro hahahaha. Seus dramas em fazer uma resenha de um livro que não gostou, de mexer no layout quando está estressada e acabar estragando tudo… A autora soube aproveitar todos esses fatos de um blogueiro para aproximar mais sua protagonista de nós, fazendo com que a adotemos mesmo antes de ser completamente desenvolvida, e convenhamos, que desenvolvimento que ela tem durante o livro! Ela luta suas própria batalhas, não se deixa desanimar com os coices de Daemon, e faz de tudo pra ajudar quem ela ama. Quando seus amigos estão em perigo, ela não mede esforços para ajudá-los, mesmo que ela saia machucada no final, o importante é reparar os danos causados ‘involuntariamente’ por ela estar envolvida com os aliens.

O livro não tem pegação, não tem aquela coisa que o garoto e a garota estão apaixonados e por isso colocam tudo a perder. É claro que ‘pra todos ao redor’ eles se gostam, mas sabem o perigo que isso pode ocasionar, e por isso não se envolvem, salvo umas 2 ou 3 partes do livro, eles são centrados e não colocam ninguém em perigo por causa dos seus sentimentos.

Suas mudanças de humor me faziam sentir como se estivesse em um desses carroséis ruins que não param nunca, mas… alguma coisa nele mexia comigo.

A narração do livro é toda feita em primeira pessoa por Katy, com uma linguagem realmente de uma menina de 17 anos, com seus questionamentos, paixonites e pensamentos hilários sobre matar ou não Daemon na próxima vez que se encontrarem. A tensão entre o ‘casal’, as partes engraçadas com Dee, e seus momentos na escola, fizeram Obisidiana ser uma das melhores leituras de 2015, que mesmo com um enredo bem clichê em algumas partes, conseguiu me surpreender e me fazer apaixonar, mesmo sendo o primeiro livro da série.

O ar abandonou meus pulmões ao sentir o corpo dele sobre o meu. Daemom era masculo e definido em todos os lugares que eu era macia. Ficar assim tão perto dele era assustador e despertava um monte de sensações dentro de mim.

Obisidiana tem tudo para agradar os leitores que adoram um casal gato e cachorro, que não ficam se pegando toda hora. Com uma escrita simples e cheia de mistérios, Jennifer te arrasta para um mundo de aliens, com inimigos que travam suas lutas a séculos. Muita ação, comédias e arranca-rabos lhe esperam nesse livro, e você irá amar e odiar esse alienígena, de tal forma que não vai parar de pensar nele nos próximos dias…

4256017_orig

avaliação cupcake - Cópia

21 comentários:

  1. Olá!!!
    Ainda não tive a oportunidade de ler este livro que me interessei quando li uma resenha assim como a sua cheia de emoção e envolvimento com o livro. Parabéns pela postagem, pelo blog e pelos cupcake.

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Apesar de achar a premissa desse livro interessante, e de achar legal essa coisa do casal viver como gato e rato, o fato do livro envolver Aliens é algo que realmente não me anima a iniciar essa leitura.
    Essa coisa de Ets definitivamente não me atraem sejam em leituras ou em filmes, por isso no momento não tenho intenção de realizar essa leitura.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Gente, eu necessito desse livro ♥♥♥ estava tentando não comprá-lo até os outros serem lançados, mas só encontro resenhas favoritadas dele, ai fica difícil...haha' Todo mundo parece estar gostando, e, pelo jeito, a autora acertou direitinho, hein?
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2015/12/mar-da-tranquilidade.html

    ResponderExcluir
  4. Sabe que eu não gosto desta capa? Acho tão "maquiada"... hahahahah mas curto essa coisa de vida em outros planetas e tudo o que a premissa envolve. Quero ler em breve!!!
    Feliz 2016 pra ti!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá! Adorei o boy que brilha no Sol kkkkk Me espoquei de rir!! Olha, parabéns pela resenha! Achei muito legal como você explicou os principais pontos, fiquei animada em ler e ver o que vai acontecer com esse casal. Amei o fato da protagonista ser blogueira, show de bola! beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, quando vi a apresentação desse livro pela primeira vez eu pensei: lá vem mais um livro do tipo crepúsculo só que com um et. Agora lendo a tua resenha vejo que não é exatamente como eu tinha imaginado, mas mesmo assim eu ainda não fico tentada a fazer a leitura. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Menina, estou louca por esse livro!!!
    Não sou muito fã do gênero, mas esse livro... está me deixando maluca, eu preciso muito ler. Quando o vi pela primeira vez, eu não fazia ideia do que era a história, mas comecei a ver as resenhas e fui ficando cada vez mais interessada, agora, com a sua não foi diferente. Só aumentou a minha curiosidade.

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Semana passada uma das nossas meninas resenhou esse livro e fiquei muito a fim de ler.
    Sua resenha agora me deixou com mais vontade ainda.
    Vai para a lista de "querências" já.
    Ótima resenha,
    bjs
    Luana Lima
    www.blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Eu já vi muitas resenhas sobre esse livro, e isso aguçou muito a minha curiosidade de leitura, uma blogueira ate falou que chega a parecer um pouco com Crepúsculo, mas de uma forma bem inovadora! Outra coisa que eu gosto nesse livro é o fato da protagonista ser uma blogueira assim como a gente ♥♥
    Bjks

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  11. Eu sempre vejo esse livro por, a capa me chamava a atenção, mas nunca me interessei em ler a sinopse. Casal na capa, romance... hun, não é meu estilo. Aí, eu paro aqui e leio. Como assim? Alien? Confesso que me surpreendeu, nem imaginava. Mas esse início de plot me lembrou Crepúsculo, e eu não gostei, e isso é um problema. Porque mesmo você recomendando a leitura, só me vem a mente o vampirilampo, e esse alien tem alguma luz também... Fiquei curiosa, mas pé atrás. Vou anotar a dica, e qum sabe num futuro.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  12. Oi Sabrina, depois da sua resenha só posso dizer que preciso ir atrás desse livro o quanto antes! Eu adoro um casal gato e cachorro e pelo que você falou, já me interessei demais na história que é cativante. Ótima resenha!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-na-mala-do-imigrante.html

    ResponderExcluir
  13. Oi Sabrina!
    Eu amei a capa do livro,sua resenha me lembrou Crepúsculo,que eu amooooo.
    Então fiquei super curiosa para ler.
    Beijos!
    http://bomlivropravc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Sabrina,
    Quando vi esse livro nas redes sociais ele não me chamou a atenção. Então passei a ler resenhas dele e percebi que ele tem agradado muitos leitores. Legal a autora não ter criado um triangulo amoroso e ter mantido mais no jogo de gato e rato. Com as cenas de ação que mencionou, fique com mais vontade ainda de ler, pois poder assistir a tudo através de palavras é sempre uma grata experiência.

    Beijos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oii, tudo bem?
    Eu Só vejo comentarios positivos a respeito desse livro, tenho certeza de que o personagem principal é encantador, e que vou me apaixonar por ele. E também irei me identificar com a protagonista, pois também sou blogueira \o/

    ResponderExcluir
  16. Eu amei Obsidiana e não vejo a hora de ler os próximos livros de tão apaixonada que fiquei.
    Não senti a comparação com Crepusculo durante a leitura, mas faz sentido os pontos que você levanta e acredito que como esse está melhor escrito e formulado seja por isso que não tenha notado.
    Como eu sabia que ele era um Alien, não via a hora da Kat descobrir... e tipo, é claro que ele é meio bipolar só para não dar o braço a torcer que gosta dela e eu achei isso fofo - mas acho que só em livro mesmo porque na mesma situação que a protagonista iria ter as mesmas reações que ela, inclusive as do final do livro :)
    Acho que a autora acertou criando um personagem que a gente ama mesmo quando deveria não gostar dele e a Valentina arrasou trazendo a série para cá...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Eu estava realmente animada e interessada para ler esse livro, mas li em algum blog uma resenha que o comparava bastante a Crepúsculo. Isso acabou me deixando bem desanimada. Mas agora, pela sua resenha, vi que o livro é mais que isso e uma ponta da minha curiosidade despertou novamente. O livro voltará para minha listinha, espero não me decepcionar com ele.

    Beijos,
    Andy!

    ResponderExcluir
  18. Olá,

    Estou louca para ler este livro, mas por falta de money ainda não o comprei. O que foi bom, porque eu estava com as expectativas muito altas e agora isso diminui um pouco, o que vai me ajudar a desfrutar melhor da leitura.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oi,

    Já vi críticas favoráveis e desfavoráveis sobre este livro. Então já me decidi tenho que lê-lo o mais rápido possível.

    Beijos
    Jucimara Pauda
    Resenhista Linda Estante

    ResponderExcluir
  20. Olá! Eu estou evitando acrescentar livros novos na lista de desejados, pretendo dá uma diminuída na pilha primeiro. MAS esse título é uma exceção pois tenho vontade de lê-lo desde o lançamento no exterior, espero puder fazê-lo em breve.

    Patty

    ResponderExcluir
  21. Oi Sabrina, tudo bem? Estou louca pra ler esse livro! Apesar de ter uma pegada meio crepúsculo (que eu odeio a propósito), a sinopse me chamou a atenção, e só vi críticas positivas sobre ele! Só não gostei muito da capa, achei que podia ser mais trabalhada...
    Adorei a sua resenha, parabéns!

    Adorei o Blog e já estou seguindo, te convido a visitar o meu!
    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir