Armas da sedução– Homens Marcados #3 - Jay Crownover

Armas da Sedução

 

Rome Archer é um herói de guerra, mas acabou de deixar o exército e está completamente perdido. O mais velho e musculoso dos irmãos Archer tornou-se um animal selvagem e precisa de alguém que o pegue de jeito.
A desbocada gerente do estúdio de tatuagem Homens Marcados, Cora Lewis, sempre soube manter os rapazes na linha. Mas por trás de toda sua atitude e jeito descolado, ela sonha em encontrar o amor perfeito.
As tatuagens cheias de cores espalhadas pelo corpo dela contrastam com as cicatrizes na pele dele. Há uma grande tensão entre os dois... E quando mundos tão opostos se juntarem será como uma explosão de fogos de artifício: intensa e colorida.

 


Skoob – Avaliação: 5/5 Coração vermelho Romance

Armas da sedução é o terceiro livro da série Homens Marcados, clique nas fotos abaixo para conferir as resenhas dos livros anteriores.

                                            na sua pelenotas quentes

Rome Archer é um veterano de guerra no Afeganistão, que foi dispensado por ‘não ter condições psicológicas’ para a guerra mais, isso aconteceu por causa da bomba que explodiu em uma missão recente, a qual matou vários de seus amigos e companheiros da missão. Mas é claro que ele não queria estar parado em casa inútil, ele queria estar em campo ajudando, evitando que mais pessoas morressem, então seu humor não está nada bom, e qualquer um que cruze seu caminho acaba levando um pouco desse mal-humor de graça.

Nunca tinha conhecido um homem tão parecido com o Incrível Hulk. E, igual ao monstro verde, o Rome tinha um temperamento que deixa todo mundo morrendo de medo.

Cora é uma fadinha punk, pequena, delicada, com cabelo loiro curtinho, e principalmente: cheia de cores… Seu corpo é repleto de tatuagens e piercings, e suas roupas são sempre alegres, mas ela também é completamente durona, desbocada e fala o que pensa sem ter medo das consequências.  Ela trabalha na homens marcados colocando piercings, e ajudando todos os meninos de lá, que são como seus irmãos. Por mais que seja uma garota independente e sem papas na língua, está sofrendo muito com o fato de seu ex (que a traiu no estúdio que trabalhavam) está se casando agora, e tudo que ela queria era achar um príncipe encantado para ama-la.

Rome ao voltar pra casa se sente deslocado por não saber viver nesse mundo fora da guerra, e tem vários pesadelos a noite que o levam de volta no dia da explosão da bomba caseira, por isso vive embriagado e descontando em todos, até o dia que Cora lhe encara e o faz perceber que não está agindo tão certo assim.

Cora e Rome acabam se entregando a química que explode entre eles, seria ela capas de aceitar alguém com tanta carga emocional assim, ao invés de seu príncipe encantado? E seria Rome capas de ficar com uma fadinha punk que é tão diferente dele?

O amor não é perfeito. Dá muito trabalho e, ás vezes, da mais trabalho amar do que sair correndo. Se você está buscando a perfeição, vai deixar o amor de verdade passar batido.

DSCN1805

No ultimo livro, Notas quentes, vemos Cora conversando com Jet e se mostrando bem triste com toda essa situação que se encontra, vendo seus amigos ‘pegadores’ se endireitarem, e ela ficando sozinha. Quando li que o livro seria dela e do Rome, quase surtei, pois em Notas quentes (livro 1), vemos o quanto o soldado é certinho, e sempre está incomodado com todas as Cores de Rule, como ele aceitaria todas as cores de Cora?

Jay Crownover novamente me fez suspirar nesse livro, trazendo novos dramas: a dor de ter sida traída por alguém que ela confiava tanto, e o quão difícil é para um soldado se adaptar ao ‘mundo normal’ depois de ser dispensado da guerra.

Cora e Rome são lindos juntos, não há como negar. Todo o humor sarcástico dela, sua língua solta, dão um ar de suavidade em Rome, ajudando-o a levar uma nova vida, e principalmente a esquecer dos seus pesadelos noturnos.

Estou acostumada a conviver com homens e mulheres que fazem marcas no próprio corpo para traduzir sua individualidade, se expressar com a própria pele. Vendo aquelas cicatrizes, aquelas marcas que obviamente foram feitas contra a vontade dele, fiquei imaginando como o Rome devia se sentir com desenhos permanentes que nunca quis. A pele dele era um reflexo da sua vida, da escolha de sair pelo mundo e ser um guerreiro, um homem que luta pela liberdade dos outros. E agora ele tinha que carregar aquelas lembranças pelo resto da vida. Era outro nível de modificação corporal, com um objetivo bastante diferente do da tatuagem.

Rome encontra outro refúgio, em um bar de veteranos, e com a convivência com um pessoal que enfrenta até hoje os mesmos pesadelos que os seus, ele consegue ver que toda essa dor nunca vai passar, você apenas vai diminui-la, e em certos momentos ela voltará com tudo, cabe a ele decidir como lidar com ela, se auto-destruindo ou tentando ocupar seu tempo com outra coisa, e com sua mulher.

A Cora é divertida, fala o que dá na telha... A gente discorda em muitas coisas, mas ela me faz rir. Tenho vontade de sorrir só de olhar para ela. É tão fofa e tão sincera. Nunca fiquei com ninguém assim. É toda radiante e cheia de brilho, então não tenho a menor dificuldade para encontrá-la nas trevas que, às vezes, atrapalham minha visão.

Outra coisa bacana que percebi nesse livro, é como Cora se preocupa em ajudar os seus amigos e também Rome, resolvendo aquela questão do Remy (irmão gêmeo do Rule) que ficou esquecido lá no primeiro livro, que separou a amizade de Shaw e Rome, e também afastou o soldado dos pais, que mudaram muito depois que ele voltou para o Afeganistão.

Os relacionamentos não são feitos sob medida, e as pessoas tem defeitos. Você tem que entender e amar a pessoa mesmo assim. Nossos defeitos são o que nos tornam únicos.

DSCN1799

O livro continua intercalando os narradores em primeira pessoa, o que te faz sentir muito mais, já que com os pesadelos de Rome entendemos pelo que ele está passando e o quanto está sendo difícil, e com algumas reflexões da Cora, conhecemos mais a fundo a fadinha punk que sempre roubava as cenas nos outros livros.

Sobre a diagramação e capa: O livro está perfeito na minha opinião, com uma tradução bem melhor que a do primeiro, sobre fonte e páginas não posso opinar pois li em e-book, mas não achei nenhum erro no livro. A capa pra mim é bem mais bonita que as da série original, e a V&R colocou um casal que parece bastante com o do livro.

Alguma coisa aconteceu quando aquela boca firme encostou na minha. Meu cérebro entrou em curto-circuito, meu bom senso e minha lógica foram para o espaço, e fiquei só com meus hormônios em fúria e um desejo pulsante que quase doía.

Armas da sedução continua sendo aquele livro que te faz babar no mocinho, (afinal, a genética dos Archer é uma maravilha né, não sai homem feio daquela família), te faz encantar com a mocinha e sofrer junto com seus dramas do passado, e principalmente faz você entender como é difícil a vida daqueles que se alistam voluntariamente para o exército, que sofrem em campo, e quando terminam a sua jornada lá, uma luta maior ainda o esperam aqui fora.

Quando terminei o livro, conhecendo um pouco mais do próximo casal (Nash) fiquei com aquele sentimento de: preciso do próximo livro urgentemente!, mas a V&R ainda não deu a data certa que ele será lançado, só confirmou que será no primeiro semestre de 2016.

Neste momento, ficar com você é a única coisa segura e real que tenho… Você é tão colorida, vibrante, que nunca se perde nas trevas da minha cabeça. Não quero por isso a perder.

Ano: 2015 / Páginas: 286
Idioma: português
Editora: V&R

classificaãoclassificaão

23 comentários:

  1. Oie Sá,

    tudo bom??

    eu ainda não li esse livro, eu li apenas o primeiro livro.
    Achei uma leitura fluida e cativante, a autora te envolve em uma trajetória perfeita de rendição, aprendizagem e lealdade. Um dos poucos livros que comecei a ler e que superou as minhas expectativas.
    Espero amar o livro 2 e 3 ... pelo jeito eu vou, já que não te decepcionou!

    =)

    BJoks

    ResponderExcluir
  2. Eu não sou muito fã de romances, confesso. Apesar da história parecer interessante por retratar um cara com traumas da guerra, tatuagens e afins....eu não me interessei muito pela sinopse.
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Uau, os personagens são bem opostos um do outro. Gostei disso. Fiquei muito animada para ler esse livro, principalmente porque você o favoritou, e, também pelo fato dos personagens parecerem tão encantadores. Acho que vou esperar o lançamento do próximo livro, aí leio tudo de uma vez...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu não conhecia a série ainda mas antes de falar sobre o que achei eu tenho que dizer que amo esse nome: Archer, tudo por causa do livro A Voz do Arqueiro <3
    Menina, lendo a resenha eu fiquei mega interessada pela série, sério, sabe quando você bate o olho e já precisa ler, foi o que aconteceu comigo, a tua resenha está perfeita e através dela eu fiquei muito interessada no livro, eu não sou muito de ler esse gênero mas de vez em quando tem alguns livros que me despertam o interesse, como essa série por exemplo. Valeu a dica, beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Eu ainda não li nenhum livro, mas tenho muito curiosidade para conferir! Estou esperando uma promoção na Amazon para comprar os três logo de uma vez ahah Pelo que eu já de comentários, a trilogia é muito boa e vale a pela ser l ida.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Gostei bastante da temática do veterano de guerra e saber que tem capitulos que focam nele e em seus pesadelos me despertaram um certo interesse, também gostei dessa mocinha, mas não sei se leria o livro, não gosto de livros românticos então acho que passarei a dica por enquanto, quem sabe mais para frente.

    Até a próxima

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    Não conhecia essa série, mas curti a temática do livro. Confesso que o que mais chamou a minha atenção é saber que o carinha foi dispensado por ‘não ter condições psicológicas’, fico imaginando o desenrolar desse romance! rsrs
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  8. Oi, flor!
    Ainda não li nada da autora, mas sempre tive curiosidade sobre Na Sua Pele. Esse livro, em especial, me atraiu bastante. Gostei do fato de a personagem ser tão desbocada e moderna. Acho que ela deve fazer um ótimo par com esse rapaz que se sente "quebrado" por dentro. Só acho que a capa não representa o casal. A moça está muito certinha.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oiie,

    Não conhecia nada da autora. Adoro livros que tenha superação, amor que muda as pessoas. Com certeza vou adicionar essa série a minha lista que quero ler HAHA Adorei as suas fotos e estou doida para conhecer um pouco mais sobre o Rome <3.

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  10. Eu só li o primeiro livro da série, mas só por que ainda não tive tempo de seguir adiante. Quando comecei a ler sua resenha, fiquei pensando exatamente no que você comenta, de a Cora ter tantas cores quanto o Rule e como isso seria mostrado.
    Que bom saber que o caso com o irmão volta e é resolvido e melhor ainda que a tradução está melhor. Eu não me incomodei no primeiro livro mas vi muita gente reclamando.
    Tomara que primeiro semestre não seja só em junho...rs
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  11. Oii!

    Eu não conhecia esse livro e gostei do que você falou por aqui, mesmo não acompanhando os primeiros da série, pude perceber que é um enredo bacana. Só achei estranho o fato de que a capa não é muito condizente com a descrição da personagem, não sei me corrija se eu tiver errada.
    Gosto de livros onde a narrativa alterna assim. E espero que o.próximo lance logo e seja tão bom quanto esse!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. OIiii. Vários livros tem essa questão de terem protagonistas que passam por problemas por causa da guerra e acredito que isto seja bem focado neste livro e olha que a personagem tem que ter uma paciência bem grande, já que você disse que ela gosta de ajudar as pessoas e ele também, já que quer estar de volta para que pessoas não morram mais. Mas é aquele romance que deve ter brigas e acertos né? Não conhecia a série, mas gosto mais de dramas diferentes.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  13. Olá! Ainda não li nenhum dos três - shame on me - mas adorei as capas dos dois primeiros. Mas como não conheço a história, não sei se elas combinam. Agora desse terceiro, eu achei a capa muito nada a ver com os personagens. Eu sei que é super bobeira e o que importa mesmo é o conteúdo do livro, mas tenho visto muito livros assim por aí. Enfim, adorei a descrição que você fez de "fadinha punk" ela parece ser uma gracinha e tenho certeza que adoraria essa personagem. Só tenho um pergunta, eu preciso ler os outros livros antes? Porque parece que eles são independentes.

    Beijos, Maria.
    http://nerdsideblog.tumblr.com

    ResponderExcluir
  14. Olá. A capa é linda, não conhecia essa história , ela me parece bem atraente, mas minha vibe não anda romântica, se bem que você falou de uns dramas no meio da história que até me chamaram atenção, gosto de livros recheados desses sentimentos controversos e misturados.
    Ano que vem assim que meu eu Romântico voltar vou incluir em minha lista.
    Beijos e parabéns pela resenha.

    Ps. as fotos ficaram lindas.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  15. Oi!!!
    Gostei muito da resenha o que não posso dizer da sinopse que logo descartaria o livro. Gosto de livros com personagens divertidos e sarcásticos, como Vai Sonhando! livro que estou lendo atualmente e amando. Achei super interessante o fato dela ser tatuada algo que vejo poucos nos livros. Esta espera pelo próximo livro que é ruim. Parabéns pela resenha. Vou ler as outras para conhecer melhor.

    Beijos Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  16. Você não citou nada a respeito na sua resenha, mas as capas me deixaram com uma dúvida: tem conteúdo hot nesse livro? Porque até achei os personagens interessantes, um cara que é obrigado a deixar a guerra e voltar ao "mundo real" por considerarem que não tem condições psicológicas de lidar com aquilo, e uma garota tatuadora com um lado sarcástico e com traumas a superar, mas não curto livros hot. Adorei o quote que fala das marcas no corpo!

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi amada!

    To tão ansiosa para essa obra, eu amo os personagens desse que apareceram no primeiro livro do Rule, e foi paixão a primeira vista e bamm escolhi meus personagens preferidos da série, Cora e Rome que tava tão ''pirado'' no último livro, to bem curiosa mesmo e assim como vc esperando Nate tmbm! ahahaha

    Beijos
    Paulinha - Overdose Literária
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá,

    Adorei a dica, nunca tinha ouvido falar dessa série, mas depois das suas resenhas me encantei. Gosto de livros assim, sabe? Que tem romance, mas o que realmente chama a atenção é o que os personagens tem que enfrentar para poderem ter seu final feliz. Pelo o que você escreveu, tem tudo para eu amar a série, obrigada pela indicação.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Sabrina, sua linda tudo bem
    Eu adorei o primeiro livro da série e estou super ansiosa para ler os outros dois, ainda mais depois da sua resenha. A atora tem a característica de criar personagens muito intensos, a gente vive o drama deles. E pelos quotes que você colocou, nossa, a autora veio com tudo dessa vez, tenho certeza de que irei amar!!!! Adorei sua resenha!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Sabrina, tudo bem?
    Não conhecia a série e embora tenha achado a história um tanto clichê, fiquei curiosa para conhecer mais esse casal. Pena que a capa não está tão parecida com a descrição dos personagens né!? Parabéns pela resenha.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  21. Olá... curti a premissa do livro... só não conhecia a série... fiquei encantada com o casal descrito aqui... fico imaginando o quão foi ruim para ele voltar para casa com todas aquelas imagens da guerra principalmente a de seus amigos... e traição é uma coisa terrível... acho que tem umas tão fortes... que mexem com a nossa personalidade para sempre... sua resenha ficou ótima... xero!!

    ResponderExcluir
  22. Olá! Então, sua resenha está linda, parabéns! A premissa não me chamou muito atenção. Gostei do fato da mocinha ser uma mulher decidida, mesmo tendo os seus momentos frágeis, ela é uma mulher com uma personalidade forte. Pena, que realmente, não fiquei atraída pela história, beijos

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá.
    Tudo bom?
    Esse geralmente é o tipo de leitura que costumo adorar, mas ultimamente estou lendo vários livros com casais que começam brigando e depois se apaixonam.
    Mas anotei o nome da trilogia para depois ler.
    Beijos

    ResponderExcluir