Resenha premiada: Vítimas do silêncio - Janethe Fontes

VITIMAS_DO_SILENCIO_1239600019B

Violentada sexualmente, ela preferiu manter o silêncio. Porém, o preço do seu silêncio pode ter-lhe custado alto demais...
... Um caso de abuso sexual ...
... Uma tentativa de fuga ...
... Um novo crime e ameaças ...
... O reencontro com o inimigo ...
Uma garota é vítima de estupro e tenta reconstruir sua vida. Mas, quando finalmente acredita ter encontrado o caminho da felicidade e esquecido aquela noite fatídica, um novo episódio a faz despertar para a apavorante certeza de que é absolutamente impossível fugir do passado... E só existe uma alternativa para que a paz retorne ao seu coração e se faça prevalecer a justiça: confrontar seu pior e mais temível inimigo.
Com uma narrativa surpreendente, a autora mantém o suspense até o fim, fazendo com que o leitor tenha de prender o fôlego para acompanhar essa aventura que traz, a cada capítulo, novas revelações e emoções de um passado que já parecia esquecido.
"Vítimas do Silêncio combina ingredientes como Romance, Aventura, Suspense, Sedução e Mistério em um livro que vai prendê-lo do começo ao fim, tendo como pano de fundo a questão do abuso sexual."

Skoob – Avaliação: 5/5

DSCN1749

A resenha hoje é um tanto quanto especial.  Quando firmei a parceria com a Janethe, não sabia que o livro teria um assunto tão importante, é claro que havia lido a sinopse, mas não sabia da forma que seria abordado o tema, e o quanto ele mexeria comigo.

Antes de fazer essa resenha, gostaria de passar alguns dados sobre abuso sexual e assédio desse ano, principalmente da campanha #primeiroassédio que rolou mês passado nas redes sociais, depois do caso da Valentina no Master Chef.

O levantamento do Think Olga também fez uma nuvem de palavras para identificar as mais citadas nos tuítes. Entre as palavras que aparecem estão "casa", "pai" e "escola".  A média de idade entre os 3.111 twittes que foram analisados pelo Think Olga, foi de 9,7 anos.

151028150133_assedio

(Assédios) acontecem numa relação de confiança. A gente acha que machistas criminosos, pedófilos, são pessoas sem rosto, monstros andando na rua de capuz, mas não, são homens integrados na sociedade, com família, emprego, às vezes doutorado. Precisamos parar de tratar esse criminosos como loucos que não estão integrados na sociedade.

  • O Brasil tem 52 mil mulheres estupradas por ano, segundo os números de boletins de ocorrência registrados. Mas o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) estima que 500 mil mulheres são vítimas de estupro a cada ano no país e, dessas, 70% são crianças e adolescentes – sendo 51% menores de 13 anos.
  • Além disso, o Brasil ocupa a 7ª posição no ranking de países onde acontecem mais assassinatos relacionados a gênero, com 4,4 crimes registrados para cada 100 mil mulheres.

Os dados sobre assédio e abuso sexual são alarmantes, e como visto, muitas vezes vem de pessoas muito próximas, que sempre passaram uma relação de confiança para a criança/adolescente, e por isso, o assunto torna-se tão difícil de ser denunciado por essas mulheres e também meninos. Será que se eles contassem os pais acreditariam? E se é um parente próximo que está fazendo isso, alguém acreditaria neles? Não falariam que ele (a ) que estava provocando?

O assunto é muito sério, e vale a pena ler esse livro para entender um pouco mais sobre essas vítimas, sobre como elas encaram o abuso, e como isso as marca para sempre.

Como Denunciar

As denúncias podem ser feitas por meio de telefones ou locais especializados no atendimento a vítimas de abuso sexual:

- Disque 100: serviço nacional para denúncias de violência sexual;

- 197: disque denúncia da Polícia Civil em Minas Gerais;

- Divisão Especializada de Atendimento da Mulher em Belo Horizonte: 3291-3573;

- Conselho Tutelar da cidade ou da região;

- Hospitais (muitos fazem encaminhamento para psicólogos, alguns têm núcleos de atendimento psicológico);

- Delegacia da Criança e do Adolescente;

- Delegacia da Mulher.

fontes: BBC Brasil, G1 – Hora 1Brasil de fato

DSCN1734

Margarida é uma menina doce e responsável, porém, se tornou uma adulta antes mesmo de completar 18 anos. Seu padrasto, Carlos, passou a abusa-la a noite quando sua mãe não estava, ou estava dormindo, e mesmo temendo pela sua irmã, foge de sua casa em São Paulo, para procurar refúgio com sua tia no Sul.

Lá é bem acolhida, e está levando uma vida boa há um ano, até que sua mãe se separa do padrasto, e vem morar no sul também. Tudo está correndo bem na sua vida, mas Carlos, o padrasto, retoma o relacionamento com a mãe, e tenta abusa-la novamente, assim, ela tem que partir novamente, indo para São Paulo, sem dinheiro, sem estudo ou trabalho e pior grávida de um rapaz que ela se apaixonou, mas ele ‘fugiu’ para a Europa para casar com outra mulher.

A despedida com a mãe também fora repleta de emoções. No entanto, no fundo de seu coração, Margarida não conseguia esconder de si mesma que a mãe, de certa forma, fora culpada por tudo que estava passando... por toda sua angústia, por todo o seu tormento.

Margarida tem que recomeçar sua vida novamente, e é ao lado de Willian, um jovem de 25 anos paraplégico, que ela descobre o significado de uma família que a ama, a ajuda e lhe da oportunidades que nunca teve. Com seu serviço de acompanhante de Will, ela poderá voltar a estudar e fazer faculdade para ser uma advogada, e conseguir aquilo que pode mudar muitas vidas que sofreram o mesmo problema que o seu: Justiça.

DSCN1742

Resenha

Bom, acho que não posso dizer mais do que disse acima, pois se não contaria a história toda pra vocês, mas o principal aqui no livro, é saber que a vida de Margarida (Guida) começa realmente quando ela vai pra São Paulo, e acha um emprego para cuidar de Willian, um jovem que se acidentou pulando de para-quedas, e não anda mais, e infelizmente não tem mais nenhuma motivação para sair de casa, fazer fisioterapia, nada. Com a chegada de Guida, a vida dele toma outro rumo, aos poucos ele vai se cativando pela espontaneidade e simplicidade da garota, e ele e sua família a adotam, principalmente porque depois dela, Will está mais feliz, volta a fazer fisioterapia, sai para passear, e até volta a advogar na empresa da família, tendo Guida como estagiária.

Com o passar dos anos, vemos Guida crescer ao lado de Will, se fortalecer, aprender a ser feliz novamente, cuidar de seu lindo filho que é a alegria de sua vida, e da família que a acolheu tão bem quando veio para São Paulo. Ela volta a estudar, faz faculdade, começa a trabalhar como estagiária de Will, e logo após advoga ao lado do amigo, que sempre lhe apoiou.

É através da profissão de advogada, que ela encontra justiça para meninas abusadas, vemos seu empenho, sua destreza e coragem para conduzir casos onde é ameaçada por pessoas que tem dinheiro e não querem ver seu nome manchado por uma ‘bobagem’ como essa. É também com essa profissão, que ela consegue a justiça contra seu padrasto, que faz algo muito mais grave do que o estupro que ela passou quando tinha 17 anos, algo trágico, que é um BUM! na história, e por esse trecho do livro, vemos que uma pessoa assim que abusa de alguém tão próximo, é doente, pois não importa se é filha, enteada, sobrinha… eles a tratam como uma mulher qualquer, e as estupram sem peso na consciência.

Janethe consegue mostrar com poucas páginas, como uma vítima de abuso de alguém tão próximo fica traumatizada, e marcada para sempre, e em muitas vezes, pode deixar sequelas tão graves no seu psicológico, que elas não veem motivos mais para viver.

O livro é lindo, deixa o leitor com lágrimas nas partes tristes, sorrisos bobos nas partes românticas e torcendo bravamente para que Guida encontre toda felicidade do mundo, depois de tanta tristeza por qual ela passou. O relacionamento com o pai de seu filho é breve porém bem bonito também, mas eu torci o livro todo para que ela ficasse com o Will, que a ajudou tanto, e encontrou a sua vida novamente, depois de conhecer uma simples garota que não tinha nem onde morar quando trabalhava para ele.

E o final! Meu Deus! Quase morro do coração com as cenas finais! Janethe mostra como o amor verdadeiro floresceu em Guida, mostra o quanto ela cresceu e aprendeu em quem deve dar valor, e principalmente, o quanto é perigoso mexer com pessoas importantes nesses casos de abuso.

Recomendo muito esse livro, ele é curtinho, narrado em 3ª pessoa, pode ter certeza que você lerá bem rápido, vai se emocionar, ficar triste e no final, vai querer mais páginas sobre Guida e Will.

Não tenha medo Gui. Os monstros só aparecem quando a gente fica sozinha.

teste

Que tal participar do sorteio e levar um livro para casa? Preencha o formulário e participe do sorteio ^^

vida-play-ou-replay

a Rafflecopter giveaway

*Disposições gerais do sorteio:

  • Haverá somente UM ganhador, que será sorteado aleatóriamente entre todos que preencherem o formulário
  • As chances obrigatórias devem ser cumpridas, e conferidas perto da data do sorteio, visto que o Facebook pode descurtir as páginas.
  • O blog Gordinha Assumida irá verificar se o sorteado obedeceu as regras, entrar em contato solicitando os dados, e o mesmo terá 48h para responder.
  • O livro será enviado em até 60 dias, e nem o blog, e nem a autora, se responsabilizam caso haja extravio dos correios, ou caso a encomenda volte por dados incompletos ou destinatário ausente.
  • Entradas do formulário:
    • OBRIGATÓRIAS
      • Curtir a página do Blog Gordinha Assumida – link
      • Curtir a página da autora Janethe Fontes – link
      • Comentar na resenha (comentários mostrando que você leu a resenha, e não simplesmente adorei a resenha, ou comentários do tipo)  – link
    • EXTRAS
      • Seguir o Blog Gordinha Assumida no Twitter  – link
      • Seguir a autora no Twitter – link
      • Compartilhar a mensagem no twitter – ENTRADA DIÁRIA
      • Compartilhar o banner no facebook – ENTRADA DIÁRIA link
      • Adicionar o livro no skoob – link
      • Seguir no blog Gordinha Assumida no Instagram – link
      • Seguir o blog Gordinha Assumida via GFC
      • Marque 3 amigos nos comentários da foto no Facebook – ENTRADA DIÁRIA link
  • O sorteio será no dia 15/12, e o resultado sai em até 3 dias úteis no blog, e nas redes sociais.
  • Não esqueça de deixar seu email nos comentários, para facilitar na hora de entrar em contato.

34 comentários:

  1. Puxa, Sabrina, que bom saber que gostou tanto!!

    E eu A-DO-REI o "apanhado" de informações que você colocou sobre estupro/abuso sexual. Muito bom mesmo!

    Obrigada, minha querida!

    ResponderExcluir
  2. bem, eu acompanho o trabalho da autora nas redes sociais e o único livro dela que me dá vontade de ler é justamente esse, por causa da temática abordada...
    Já ouvi falar que a escrita dela em Vítimas é bem sucinta e realista... leria de boa...

    ResponderExcluir
  3. Quero bater palmas pelo livro incrível! E parabéns pela sua resenha. Mais livros com a história Guida e que precisamos denunciar!!!!!
    Eu já sofri uns assédios nojentos de pessoas mais nojentas ainda. E começo do ano até um mané me perseguiu na rua.E olha que louco, até fiz um vídeo falando sobre isso!

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Sabrina, eu não tenho palavras pra descrever o quanto eu amei o seu texto, tanto pelo livro quanto pela quantidade de informações úteis que você disponibilizou. Além de nosso divertimento, os livros são formadores de opinião e fico feliz de ver que existem livros alertando pra esse assunto tão importante. Parabéns!

    Beijos, Maria.
    htpp://nerdsideblog.tumblr.com

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus, adorei a premissa do livro e a abordagem de temas tão necessários. Além disso, parabéns pela sua iniciativa em disponibilizar informações tão úteis. Espero ter oportunidade de fazer essa leitura em breve.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi. Já conheço o trabalho da Janethe faz um tempo e realmente uma grande escritora, o trabalho dela é bastante recomendado. tenho esse livro aqui em casa.

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Eu não conhecia essa obra, mas estou super curiosa depois de ler sua resenha, mesmo sendo uma obra de ficção não deixa de ser um de a nossa realidade.
    Bjs
    http://nosleitoras.com/

    ResponderExcluir
  8. Olaa. caramba que livro ein? Olha essa autora tem meu total respeito. Quero muito ler esse livro, parabéns pela parceria e mais ainda por essa resenha maravilhosa. Muito obrigada!!

    Beijão da Lari
    brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Sabrina, adorei sua resenha, pelo jeito o livro é muito emocionante, eu adoro esses livros que tocam o leitor, sabe? Adorei a sua resenha e adorei conhecer o livro, com certeza entrou para a lista!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  10. Já tinha ouvido falar desse livro, mas não tinha me interessado pela leitura até ler sua resenha! Com certeza é uma trama bem forte e com bastante drama e emoção, e eu gosto disso. Que bom que a autora abordou o assunto em uma narrativa tão inteligente e intricada. Adorei e quero muito ler.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Amo essa autora, ela sabe escrever sobre assuntos profundos como ninguém! Amei sua resenha!

    ResponderExcluir
  12. Quero esse livro, é desejados a anos já. O tema é totalmente ai da realidade e sem falar que parece um otimo livro, amei sua resenha, espero ler em 2016 sem falta.
    http://marifriend.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ola, tudo bem?
    Com certeza este livro vai entrar na minha lista de leitura, gostei muito da sua resenha muito bem detalhada e sobre o livro, acho que é uma boa maneira de nos aproximarmos, mesmo que um pouco do que sente uma vitima de tal ato.
    Beijos,
    Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Não conhecia nem a autora e nem sua obra, mas infelizmente acabei não me interessando muito por ela.
    Mas adorei sua resenha!

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bem?
    Adorei sua resenha, bem informativa e bacana. O livro parece interessantíssimo, nunca li nada com o tema de abuso. Devo experimentar? Estou pensando aqui, acho que sim.
    http://www.leituradascinco.com/

    ResponderExcluir
  16. Eu li essa obra e a achei muito boa, digna de qualquer leitor. Penso que todos deveriam conhecer a personagem, se sensibilizar com seu sofrimento e reconhecer seu papel para que ninguém mais venha a sofrê-lo. Denunciar, acolher, apoiar, acreditar no relato das crianças… Isso é tão importante. Adorei sua resenha, porque você não apenas trouxe suas impressões sobre a obra, mas também problematizou o abuso. Parabéns.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Eu acho na minha opinião que devia ter mas livros assim pra mostra para as vitimas que tem denuncia sim e tem como supera e da a volta por cima e esse tema não tinha muitos nos livros, não pelo que eu tinha lido e com certeza vou ler e eu queria que você fizesse resenha do amor amargo jennifer brown.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  18. Caraca, essa resenha me deixou arrepiada. É tão forte o tema em questão. Sinceramente, acho que nunca li um livro com este tema, mas me interessei e muito!! Mesmo se não ganhar o sorteio, o livro já foi para a minha listinha :)
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  19. Adoro livros assim, que te faz chorar, te faz sorrir, te deixa com um sorriso bobo...rsrs esse pelo que vi consegue fazer tudo isso e esse final gente, me deixou super curioso, já li livros assim e ele tem um impacto né...rsrs
    Eu adorei a resenha e já quero demais ler o livro ainda mais que ele é fininho ne, da pra ler bem rápido.

    ResponderExcluir
  20. O assunto abordado neste livro e um problema grave em nossa sociedade muito oportuno da autora falar sobre isso para conscientizar a todos parabéns a autora por esta obra.

    ResponderExcluir
  21. Uma questão muito triste esta do abuso sexual!! Quem sofre deve denunciar sim. Ficar calado, ou calada é pior!! Me interessei pelo livro, gosto de romance misturado com suspense, aventura, mistério!! A estória de Margarida é muito forte, pode servir de aviso para as mães prestarem mais atenção ao que acontecem dentro de casa!!

    ResponderExcluir
  22. Gosto do suspense que o livro traz!! Mas o tema é muito forte, abuso sexual!! Infelizmente existem pessoas que vivem esta triste realidade, e pensar que geralmente, a maioria dos casos, o estuprador é alguém da família!! Gostaria muito de ler o livro, saber quais foram as ações reações de Margarida!! Torcendo por ela!!

    ResponderExcluir
  23. Participando renanaparecidosabino@gmail.com https://www.facebook.com/renana.aparecido3

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro e gostei bastante do suspense dele, parece mesmo ser de tirar o folego.
    Eu fiquei bem curioso e já adicionei-o a minha wishlist.

    ResponderExcluir
  25. Um tema muito atual, onde mulheres continuam sendo abusadas sexual e moralmente. Pela resenha o livro parece ser daqueles que a gente pega e não quer largar enquanto não chega o fim. Como gosto muito de livros de suspense, vou gostar muito de ler Vitimas do Silêncio.

    ResponderExcluir
  26. Quero Muito Ler liviaandre74@gmail.com .Quero Muito Ler e Deve Ser Show porém uma realidade difícil.Violência doméstica muito realidade.Vamos Denunciar os Agressores.

    ResponderExcluir
  27. Participando liviaandre74@gmail.com curtido e cpt em redes sociais.

    ResponderExcluir
  28. Não conhecia o livro, e após ler um pouco sobre ele fiquei encantada pela história, apesar de aborda um tema forte, e um tema real, já li outros livros que falavam sobre outros tipos de abuso, e sempre acabo me envolvendo com os personagem e com a luta que eles vivem dia a dia para fugir desse problema, quero muito ler esse livro.

    ResponderExcluir
  29. É um livro incrível! Eu recomendo Vítimas do Silêncio para todos que gostam de uma boa literatura! Não é um livro pesado, apesar do tema forte, a autora soube dosar bem, isso quer dizer que aqui você não vai encontrar descrições horrendas de violência. Vai encontrar uma forma sutil, sensível e forte de falar sobre um assunto que tem que ser abordado e discutido!
    Não esquecendo do poder da família, do carinho, da confiança, da justiça e do amor!
    Solange Antuano
    sol.antuano@ig.com.br

    ResponderExcluir
  30. Estou doida pra ler esse livro, curto muito um drama, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  31. A história tem tudo pra me agradar. Gostei de conhecer a personagem e sua história. A trama parece ser bem intensa e envolvente. Com certeza vou ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  32. Sabrina!
    O tema é mais do que interessante porque mesmo com uma legislação própria, o índice de mulheres que são agredidas, tanto física, quanto psicologicamente e moralmente cresce a cada dia.
    Fiquei bem interessada na leitura.
    “Sonhar é acordar-se para dentro.” (Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  33. Li uma outra resenha sobre esse livro e gostei muito. Quero ler o livro para ter uma melhor compreensão da idéia que a autora transmite.

    ResponderExcluir
  34. Embora seja um assunto que traz muita dor é preciso falar para tentar mudar esse quadro. Saber que através da leitura se pode alcançar pessoas que sofrem abusos e se calam e talvez com isso faze-las buscar ajuda e conscientiza-las de que não estão só já seria um grande motivo para querer ler essa obra .Embora seja uma ficção está com certeza muito próxima da péssima realidade que vivemos.

    ResponderExcluir