Fury–Novas espécies 1–Laurann Dohner

Fury

Ellie é uma enfermeira e fica horrorizada ao descobrir que a companhia farmacêutica para qual trabalha – as Indústrias Mercile – tem feito experimentos genéticos ilegais. Os cientistas combinaram DNA de humanos com o DNA de animais, criando uma nova espécie: seres humanos mais fortes e desenvolvidos. Um desses ''experimentos'', o prisioneiro 416, captura o coração de Ellie enquanto ela tenta salvá-lo.
Fury – como o 416 também é conhecido – nunca conheceu compaixão ou amor. Ele passou a vida inteira em uma cela, acorrentado e sofrendo abusos. Ellie, a única mulher em quem ele confiou, o traiu, e agora Fury está livre e à procura de vingança. O ex-prisioneiro jura acabar com a vida da enfermeira que o salvou, contudo, quando ela finalmente está em suas mãos, a única coisa que Fury não quer fazer com esta mulher pequenina e sexy é machucá-la.


Skoob – Avaliação: 5/5 Coração vermelho-  Erótico / Ficção / Literatura Estrangeira

A louca dos romances eróticos de fantasia ataca novamente! Quando ganhei esse livro da Universo dos Livros em um concurso de fotos, quase morri do coração, pois mesmo antes de conhecer a série (não leio sinopses) já sabia que ia ser babado, afinal, essa capa da até um calor né! Hahahahaha

Bem, Fury conta a história de uma empresa farmacêutica, a Mercile, que faz um trabalho ‘secreto’, criando drogas fortíssimas, que modificam o humano, deixando-o mais forte, se curando mais rápido, criando mais músculos… E o pior, tudo financiado pelo governo, mas que é claro, não sabe muito bem o que está financiando. Fury, ou paciente 416, é um dos experimentos mais grandiosos deles, pois ele é uma Nova Espécie, um humano geneticamente modificado, com DNA animal, mais especificamente canino, ele desde criança é um experimento que viveu fechado em salas do laboratório, se submetendo a dores, humilhações, abusos e principalmente: falta de amor, pois essas novas espécies nada são além de um projeto animal que lhes dará muito dinheiro.

Ellie é uma enfermeira que trabalhava na empresa, e foi realocada para ser uma espiã, e juntar provas para conseguir libertar aqueles prisioneiros. Durante seu curto período lá, conheceu o paciente 416 através dos vidros de sua ‘cela’, sempre foi boa com ele quando precisava colher sangue ou alguma amostra, e quando ela percebe que um dos médicos irá lhe fazer muito mal, reage na hora para salva-lo, porém isso não da tão certo, e ela tem que deixa-lo lá, com agora mais um problema nas mãos, e um sentimento de vingança nos olhos do 416.

Quer saber qual foi a pior parte quando você entrou em minha cela? (…) Eu ainda posso sentir seu toque em mim. primeiro você me acalmou, me salvou e eu acreditei que você não fosse me fazer nenhum mal. Na verdade, eu recebi suas mãos no meu corpo com alegria. Lembro de você fugindo depois do que fez, me deixando confuso e sofrendo. A agulha que você enterrou na minha pele doeu menos do que a dor que perfurou meu coração

Resenha

Nesse universo criado pela autora, vemos o quanto o ser humano pode ser ganancioso por dinheiro, pois pegou humanos ainda criança, e começou a fazer testes para modifica-los radicalmente, não tendo problema em lhe infringir dor, em lhe humilhar, afinal, pra eles esses experimentos são animais, e só uma fonte de dinheiro.

O que mais chama a tenção, é que esse cenário não é nada difícil de ‘acontecer’, afinal, hoje em dia já são feitos tantos testes em animais e até em humanos, que é fácil imaginar uma empresa farmacêutica mantendo humanos presos secretamente para testar coisas mais fortes, ainda mais quando isso poderia ajudar os soldados em guerras, tornando-os muito mais fortes. E a técnica de misturar DNA animal ao humano, porque não? Tudo é muito possível.

Quando os Novas Espécies são finalmente resgatados, eles tem que se reintegrar na sociedade, e por ter financiado os experimentos que fizeram isso com eles, o governo lhes da uma antiga base militar para se hospedarem, e Ellie é a responsável pela ala feminina, que abrigará desde mulheres gigantes e prontas para a briga, a mulheres criadas especificamente para serem abusadas sexualmente, como presentes. É surreal ver como essas mulheres viveram naquele lugar, e o fato de terem medo de simples ‘equipamentos domésticos’ como aspirador de pó, vaso sanitário chega a ser até engraçado, mas é triste também, pois elas não conhecem além das coisas que entravam e se falavam nas celas onde viviam.

Nunca quis tanto uma mulher. Me diga que posso ter você, ou me ajude a lembrar que nunca devo perdoar o que fez comigo. Diga alguma coisa, qualquer coisa, para me lembrar do porquê eu não deveria desejar tanto estar com você, tanto que chega a ser difícil respirar.

Essa readaptação também deverá ocorrer com a fúria deles, pois em muitos momentos o DNA canino os domina, e eles agem sem pensar, então para serem completamente aceitos na sociedade, devem provar que são tão humanos quanto qualquer um, e que consegue controlar seu lado de fera, mesmo em situações de extremo estresse.

Outro ponto que o livro mostra bem claramente, é o preconceito com essas espécies, pois pensem, se até hoje cor da pele e religião geram muitas guerras, imaginem que surgissem humanos com DNA de animal, o quanto os extremistas iriam brigar e querer a cabeça deles, para isso não se espalhar pelo mundo. Laurann consegue mensurar esse preconceito, mostrando até onde os humanos são capazes de chegar: perseguições, atentados, assassinatos, invasões…

Fury e Ellie não conseguem resistir ao que sentem, e eles são completamente explosivos juntos, a partir da metade (mais ou menos) do livro há muito sexo, de todos os jeitos e gostos, de modo que você precisa de um ventilador do lado, porque francamente, com um homem desses, até eu que sou mais boba ia toda hora! hahahaha

Estou obcecado e não consigo parar de pensar nela. Ela é tudo com que sonho quando tento pegar no sono.

Como eles são o primeiro casal entre humanos e Novas espécies, há muita desconfiança se ele não está machucando ela, se está a forçando, quais são as implicações desse relacionamento, e acaba que eles são pegos em situações constrangedoras sempre, o que rende ótimas gargalhadas, e muita compreensão da parte deles também, afinal, eles sabem que isso é novo e que precisam servir de referencia para melhorar a aceitação dos NE no mundo, e até para que seus amigos possam amar também.

11056562_1016979131679783_7991925491033113276_n

Há também um pouco de ‘falha de comunicação’, pois Fury conviveu muito pouco com mulheres, as únicas que via era só as NE mulheres, quando os cientistas tentavam faze-los procriar, então o relacionamento deles ocorre um passo de cada vez, com eles tentando aprender mais um sobre o outro, os limites, as coisas que gostam, o jeito que fazem determinadas coisas, seus costumes, etc.… Ellie é muito paciente, e consegue lidar muito bem com o gênero torrão de Fury (e com os outros NE também), com seu gênero forte, ela não se deixa abater ou se encolhe diante de pessoas bem maiores e mais fortes que ela.

Eu estou obcecado por ela. ela sorri e eu derreto. Quero ouvir sua voz e apenar estar perto dela.

E gente, para tudo! Os Novas espécies são muito parecidos com os machos de Irmandade da Adaga Negra! Homens lindos, gostosos, com uma pitada de fantasia, que tem as mulheres como seres que devem ser respeitados e amadas mais que tudo. Aquele sentimento de posse, de amor pra toda vida, de se dedicar 150% para protege-la e coloca-la em primeiro lugar sempre.. EU PIRO NISSO! Fury seu lindo, se um dia quiser uma vaga na Irmandade, pode ter certeza que Warth irá te aceitar de braços abertos!

Você é a única que eu quero ou de que preciso, Ellie. Dou a minha palavra, não vou tocar em nenhuma outra mulher. Você é a mulher pra mim. Isso não é algo de momento.

A diagramação do livro é ótima, é todo narrado em 3ª pessoa (o que faz fluir bem mais a história), e a capa é um luxo a parte (já falei o quanto esse Fury da capa é quente?), não dá nem para comparar com a original, que é um show de horrores. O único erro que vi foi que todos os ‘destino’ viraram Destiny,acho que esqueceram de revisar essa parte. Um problema bem grande dessa série pra mim é o preço, o segundo volume dela está cerca de R$ 35,00 e não abaixa, o que está atrapalhando a publicação dos próximos volumes aqui no Brasil. Não que o livro seja ruim, mas sinceramente o livro não vale tudo isso, e mesmo que a pessoa seja super fã, não consegue comprar uma série de 12 livros (aproximadamente) nesse valor de R$ 35,00 cada. –> Só porque citei que tava caro o livro começou a abaixar, abafem esse trecho da resenha ahahahahah <-----

Terminando (amém, falei demais já), com um macho de muito valor (cof! cof! Ian detect) Fury consegue agradar as românticas e as mais assanhadas, com um enredo sexy,intenso e temas reflexivos, não tem como não gostar desse livro. Se você procura algo bem erótico pra ler, esse livro vai lhe prender completamente, como disse acima, indico muito o livro principalmente para os fãs de IAN.

Estou obcecado por ela. Respiro e vivo Ellie. Meu coração bate por ela, Justice, ela é tudo pra mim. acho que estou viciado no perfume dela, é só no que consigo pensar quando ela não está por perto.

image

                                              classificaãoclassificaão

20 comentários:

  1. Eu quero MUITOOOO, ler esse livro... pois ele tem tudo que mais amo no mundo num único livro. E todo mundo que está lendo está amando, favoritando que tenho certeza que vou cair de amores também... amo essas história de mocinhos feridos, sofridos... sempre caio de amores por esses homens lindos de viver que sofrem tanto, mas tem tanto amor pra dar... <3
    Desde que lançou fico namorando ele nas lojas virtuais, pois realmente estão carinhos, então fico de olho pra ver se cai um pouco o preço pra eu me aventurar nessa leitura... Nem me espanto muito, pois foi a msm coisa a Irmandade da Adaga Negra, quando eles descerem o preço mesmo, vai ser tão barato que dá pra comprar todos de uma vez só... kkkkk

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  2. Menina se eu continuar lendo seu blog vou acabar ficando fã de literatura erótica hein?!
    Voce acha histórias bem diferentes com essa pitada hot. Esse com certeza vou ler.
    Beijinho
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  3. Menina se eu continuar lendo seu blog vou acabar ficando fã de literatura erótica hein?!
    Voce acha histórias bem diferentes com essa pitada hot. Esse com certeza vou ler.
    Beijinho
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem??

    Admito que eu não sou muito fã desse tipo de livro... mas gostei da sua resenha, super detalhada! Realmente, a capa está um luxo. E que problema né, esses preços acabam com a gente... Já desisti de algumas séries por conta disso, e tenho 3 incompletas na minha estante

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogsppot.com

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da sua resenha, bem divertida, com muita informação para ajudar a me decidir, mas realmente ser hot me pesou muito, e como não gosto do gênero vou passar a dica, outro ponto que me ajudou na decisão de não pegar é o livro ter bastante foco em preconceito, coisa e tal, e no momento ando meio estressada com esses casos quando vejo noticiários, como pode essas coisas, e nos livros estou procurando mais entretenimento, diversão para relaxar um pouco esse stress.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, eu não gostava tanto de livros desse gênero, mas li um esses dias que me deixou encantada, se bem que o que eu li falava sobre BDSM, achei a premissa desse livro muito interessa e já fiquei mega curiosa com essa leitura

    ResponderExcluir
  7. Oi!!!
    Eu estava dando um tempo de colocar livros erótico na minha lista, mas ler a sinopse e sua resenha me deu uma calor e a capa nem se fala. A história para ser bem interessante e diferente dos livros do gênero que já li. Realmente o valor do livro é um pouco salgado, vou torce para que abaixe; pois 12 livros a R$35,00 fica bem caro. Fechou com chave de ouro para eu querer ler Ian.

    Parabéns

    Beijos Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto de literatura Erótica. Nunca tinha ouvido falar desse livro.
    Ele parece bem voraz né?
    Adicionei na minha lista de compras. Fiquei bastante curiosa pela história.
    Bjs

    http://diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br/2015/11/sob-um-olhar-psicopedagogico-01-sheldon.html

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Queria começar dizendo que achei a história interessante. Essa parte de Novas Espécies e tal, eu achei bem interessante. Mas ainda assim não quero ler o livro por ser um literatura erótica e eu não sou fã. Então evito. Mas parabéns pela resenha.
    Beijão :*
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  10. OIii!

    Eu não sou fã desse estilo literário mas respeito que gosta. Eu achei bem legal até o enredo, e muito diferente do que estamos acostumados nesse estilo.
    Mas eu achei - pela sua empolgação - que ele é muito bem escrito e detalhado. Achei legal.
    CARA como faz pra ganhar promoçoes assim:? HSUAHSUAHUS Sempre perco ><

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  11. Ahhh eu sou louca pra ler esse série!
    Tenho uma amiga que é viciada e sempre fica insistindo para eu ler.
    Mas eu fico um pouco receosa pq sou bióloga, então quando começa a misturar essas coisas d DNA eu já começo a pensar o quão absurdo é. E sim, eu sei que é ficção e que nada disso é realidade, mas não consigo me envolver da mesma forma! Mas hot eu adoro! Mesmo quando mistura as espécies e tal... Vc já leu Anita Blake?
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá.
    Tudo bom?
    Essa é a resenha mais completa que leio desse livro. Não imaginava que o enredo seria tão envolvente. Quero um Fury pra mim, mesmo tendo essa mistura no DNA. Onde arrumo?
    Quero saber tudo desse relacionamento deles.
    Amei sua resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Achei muito interessante essa questão de misturar o DNA humano com o animal, apesar de não ter achado nem um pouco legal a forma como isso foi feito. Fiquei horrorizada de crianças serem presas e servirem de cobaias. E o que dizer das mulheres que foram criadas para serem abusadas sexualmente? Nem comento uma coisa dessas. Mas apesar do enredo ter chamado a minha atenção, não leria, simplesmente por não gostar de livros com conteúdo erótico.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi flor, como tá?

    Achei super interessante misturar DNA's, nunca li nada do gênero, e sinceramente leria. Adorei em saber ou imaginar que no final eles podem se deixar ser levar pelo amor. Sabe antes eu tinha um certo preconceito com livros erótico, ai li os 50 tons, e sabe, não achei aquela coisa, achei normal, depende tudo do seu olhar né? Mas adorei a sua resenha.

    Bjs


    P.S. Me manda um marcador? Adooorei rs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Antes de tudo, vamos dar uma pausa e ler este comentário: francamente, com um homem desses, até eu que sou mais boba ia toda hora! hahahaha. Gzuis, nunca ri tanto lendo uma resenha.
    Em relação a estória já faz um tempo que está na wishlist, só que como você mesma falou, os preços são caros aqui :( E o ruim é que não é só essa série, são quase todas da Universo dos Livros.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oiee ^^
    Eu tenho tanta curiosidade de ler esse livro! Acho que todas as resenhas dele que eu encontrei até agora foram positivas, e a maioria dos leitores (leitoras) favoritou "Fury". Não gosto muito de livros eróticos, mas dá para abrir uma exceção...haha' Ainda não li IAN, mas é uma série que eu também quero muuito conhecer.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oioi...Confesso que esse não é um tipo de livro que eu leria, até porque não gosto dos livros eróticos. E também não sou fã de livros narrado na 3 pessoa. Mas a sua resenha ficou muito boa e a historia pareceu ser muito bem construída.
    Bjss

    livrosemarshmallows.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Sabrina, sua linda tudo bem
    Eu fui a um evento literário que falou desse livro, achei o enredo super diferente de tudo o que já vi, mas não sabia sobre essas experiências, fiquei chocada, espero que o livro não seja muito explícito nessa hora, tratar crianças dessa forma, e as mulheres, acho até que me faria mal. Mas como disse que o livro é erótico e de fantasia, não deve ser pesado nessa hora, espero. Eu gosto de livros hots que sejam voltados para para o romance e para o drama, se for nessa linha, eu quero ler sim. Sua resenha ficou ótima!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Linda!
    Primeira resenha que leio deste livro e achei bom saber que é diferente da fórmula que estamos acostumadas!
    Misturar erotismo com fantasia deve ser um desafio e tanto e gostei da forma como você descreveu as personagens.
    Fiquei sim curiosa para ler.
    Estou precisando de um livrinho assim.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  20. É interessante... o início da história nem parece se tratar de um romance erótico rsrs... achei a ideia inicial bem legal kkk Infelizmente, eu fujo desse tipo de literatura. Não faz o meu estilo.

    Achei seu marcador muito cute hahah
    bjos

    ResponderExcluir