O Demonologista – Andrew Pyper

O Demonologista

"A maior astúcia do Diabo é nos convencer de que ele não existe", escreveu o poeta francês Charles Baudelaire. Já a grande astúcia de Andrew Pyper, autor de O Demonologista (DarkSide® Books, 2015), é fazer até o mais cético dos leitores duvidar de suas certezas. E, se possível, evitar caminhos mal-iluminados.
O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo - principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico. Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas um boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma.
Enquanto corre contra o tempo, David precisa decifrar pistas escondidas no clássico Paraíso Perdido, e usar tudo o que aprendeu para enfrentar O Inominável e salvar sua filha do Inferno.
Este é um daqueles livros que você não consegue largar até acabar a última página, ainda que vá precisar de muita coragem para seguir em frente. O Demonologista ganhou o Prêmio de Melhor Romance do International Thriller Writers Award (2014), concorrendo com autores como Stephen King. Entrou em diversas listas de melhores livros de 2013, foi finalista do Shirley Jackson Award (2013) e do Sunburst Award (2014), chegou ao topo da lista dos mais vendidos do jornal canadense Globe and Mail e foi publicado em mais de uma dezena de países.


Skoob – Avaliação: 5/5 – Terror

O Demonologista é um thriller psicológico do autor Andrew Pyper, que trás a história de David Ullman, um professor universitário, ateu, que ensina demonologia, um estudo sobre a bíblia, demônios, e principalmente sobre a obra de John Milton, O paraíso Perdido.

David é um cético, apesar de lecionar sobre deuses e demônios, não acredita em nada disso, e sim que são representações humanas, mas tudo está para mudar, quando uma senhora (Mulher Magra, como ele a chama) entra em sua sala, e propõe um trabalho extra em Veneza, para observar um caso incomum, onde seus conhecimentos como demonologista são muito necessários.

O inferno é real. Não um fosso escaldante, não um lugar acima ou abaixo de nós, mas em nós, um lugar em nossa mente. Conhecer-nos a nós mesmos e, em troca, suportar a eterna lembrança de nossa solidão. Ser banido. Vagar sozinho. Qual é o verdadeiro fruto do pecado original? Individualidade!

Na companhia de sua filha Tess, David parte rumo a Itália, para aproveitar alguns dias com ela, e depois encarar o novo serviço. Mas ao chegar no endereço indicado, é lhe dada uma câmera, para filmar um senhor que está preso em uma cadeira, o que ele não esperava, é que iria gravar uma possessão, digna daquelas cenas de cinema que deixam todos apavorados, O Inominável, como é chamado o que habita o corpo, conversa com ele, e assume várias faces e vozes, o deixando desnorteado, e arrependido de ter ido aquele lugar. Antes que possa pegar um avião e voltar correndo para a casa, sua filha desaparece do hotel, colocando o professor em uma busca frenética por ela, indo contra tudo que aprendeu e ensinou até hoje.

“Você viu esse fenômeno?”

“Sim, eu vi”,

“Como você o descreveria? Não profissionalmente, não como uma especialista, mas de forma pessoal. O que você pensa que é?”

“Ah, isso eu não posso dizer”

“Por que não?”

“Porque não há um nome que eu possa dar a isso

Usando todo seu conhecimento da obra de Milton, Paraíso Perdido, David irá entrar em uma busca para salvar Tess, e rever todos seus conhecimentos sobre o diabo, que passa de um mito, para algo bem próximo dele, que está em todos os lugares, e pode habitar em todos os corpos.

DSCN1651

O que mais chama a atenção nesse livro, é em como o autor utiliza uma narração direta e ágil para prender o leitor na busca que um simples professor trama para resgatar sua filha, tendo como o inimigo um ser maligno, que está disposto a tudo para fazer o professor fracassar. A sutileza nas pistas, de onde deve ir, para onde seguir é algo incrível, que mostra que somente um conhecedor tão profundo da obra de Milton conseguira interpretar, ai percebemos que o Inominável conhece bem o professor, de modo que ‘não dá nada que ele não possa interpretar’.

“Nós nos tornaremos muito próximos. Não amigos, talvez. Não, certamente não amigos. Mas certamente próximos.”

As cenas que temos a ‘aparição’ desse Inominável são aterrorizantes, ele usa de todos os artifícios para chegar no professor, habitando vários corpos, várias faces e vozes, então não temos uma representação física desse ser, o que torna tudo mais apavorante, pois você nunca sabe que forma ele irá assumir, para se prevenir.

“Não é a aparência de uma coisa que a torna má”,“Às vezes, os monstros são reais”, disse Tess, virando de lado e me deixando sozinho com a joaninha me encarando. “Mesmo se eles não se parecem com monstros.”

DSCN1649

Outro aspecto que me agradou muito na leitura desse livro, é que possui uma escrita muito simples, e David é um personagem ‘real’, cheio de dúvidas, questionamentos, com um casamento fracassado, crenças que são colocadas a prova, e principalmente, ele consegue perceber o quão insano soa algumas vezes, mas passa como narrador uma certeza incrível daquilo que está procurando, explicando tudo que interpreta, todos seus passos de modo objetivo e direto, sem ficar enrolando.

“Você acredita em Deus?”

“Não sei se há um Deus ou não”, respondo. “Se existe, nunca o vi.”

“Mas eu vi o Demônio. E, eu garanto a você, ele é real.”

O final é incrível, deixo deixar bem claro que é um final aberto, ou seja, se você procura algo concreto com todas as linhas escritas explicando o que realmente aconteceu, se ele venceu ou não, abaixe um pouco as expectativas. Andrew consegue manter um ritmo de escrita até o fim, e quando chega lá, ele apresenta alguns fatos, e deixa o leitor criar teorias para o que pode ter acontecido e que fim o professor levará a partir de agora.

DSCN1650

A versão digital, disponível para compra na Amazon, é bem bonita, cheia de fotos, com a revisão impecável, e anotações ao final do livro, mas já aviso, quem tiver oportunidade de comprar a versão impressa COMPRE!, pois ela é perfeita, com ilustrações em página inteira, fita para marcar a página, capa dura, e uma lombada que se assemelha a livros antigos.

Enfim, O demonologista é uma obra brilhante, que leva o leitor a se questionar sobre a existência dos demônios, e de tudo que conhecemos até hoje. É algo que com certeza vai prender, principalmente pelo ritmo da busca do professor, que não descansa para salvar sua filha. É uma ótima obra para ser introduzido ao estilo de publicações da editora DarkSide, e que com certeza vão adorar.

“Há coisas neste mundo que a maioria de nós nunca vê”, acabo por falar. “Nós nos treinamos para não vê-las, ou tentamos fingir que não vimos se elas ocorrem. Mas há uma razão para o fato de, não importa o quão sofisticadas ou primitivas, todas as religiões terem demônios. Algumas podem ter anjos, outras não. Um Deus, deuses, Jesus, profetas —a figura de autoridade máxima varia. Há muitos tipos diferentes de criadores. Mas o destruidor sempre toma, essencialmente, a mesma forma. O progresso do homem tem sido, desde o início, frustrado por provadores, mentirosos, corruptores. Criadores de pragas, loucura, desespero. A experiência demoníaca é a única verdadeiramente universal de todas as experiências religiosas do homem.”

“É verdade porque é muito difuso. Por que esse aspecto da fé compartilhado por tantos, por tanto tempo? Por que a demonologia é mais comum que a reencarnação, que os sacrifícios, que a maneira pela qual rezamos, que nossos locais de culto ou a forma pela qual ocorrerá o apocalipse no fim dos tempos?

Porque demônios existem. Não como uma ideia, mas aqui, na Terra, no mundo cotidiano.”

Encadernação: capa dura
Formato: 14x21cm
Número de páginas: 320
ISBN: 978-85-66636-40-6
Autor: Andrew Pyper
Tradução: Cláudia Guimarães
Editora: DarkSide®
Idioma: português

 

                                 classificação terror classificação terror

16 comentários:

  1. Apesar de não curtir muito esse gênero eu fico feliz que você tenha gostado é apreciado a obra


    Beijos
    http://myself-here1.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  2. Oieee.
    gente que livro louco, eu não sei iria ler algo assim não, me dá medo hehehehehe, parece até filme de terror.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. A Darkside arrasa né? um livro mais lindo que o outro. Quero muito ler este!

    ResponderExcluir
  4. Credo! Assustador kk.
    Sei que vou morrer de medo mas quero muito ler, a história parece tão boa que é irresistível.

    Coração Leitor

    ResponderExcluir
  5. A Darkside sabe assustar os leitores, já estou louca pra ler! :D

    ResponderExcluir
  6. Estou louca para ler esse livro a tempinho já, quando lançaram quase infartei hahaaha
    Adorei o teu post, e que blog mais lindo e fofooooo
    Eu não conhecia e achei incrível
    Estou te seguindo já!
    Beijão

    http://segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Estou louca por esse livro. Li algumas resenha negativas, mas acho que tem mais a ver com o gosto pessoa da pessoa, por não gostar do gênero. A sua resenha ficou ótima. Dimensionou bem do que trata a obra e quais são os pontos fortes.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Meu coração acaba de se partir em dois (rs). Menina, li agora mesmo uma resenha mega negativa! Aí vem você e me confunde inteira (rs). Como assim? Esse livro, na sua opinião, me pareceu imperdível. O tipo de livro que nos marca pela humanidade do seu personagem e pelas questões que ele apresenta, que mesmo sendo densas são abordadas em uma linguagem de fácil leitura. Enfim, estou em dúvida… Leio ou não leio?

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro quando o autor faz essa brecha de deixar o autor criar teorias. Eu estou com vontade de comprar o livro, mas até o momento, não encontrei uma promoção bacana.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Estou doido por este livro desde o lançamento aqui no Brasil. Acho a premissa muito intrigante, e essa edição fantastica me desperta mais desejo ainda, haha!

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, Sabrina!
    A edição é linda e a DarkSide, mais uma vez, está de parabéns.
    Sua resenha está ótima!
    Mas, ainda não estou decidida com relação a esse livro, sabe?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. eu aprecio finais em aberto ^^
    Vi a edição do meu amigo e já quis roubar pra mim klkkkkkkkkkkkkk
    prefiro pegar emprestado do que encarar ebook... é uma leitura que não dispenso :D

    ResponderExcluir
  13. Eu tenho um amigo que é completamente apaixonado por esse livro, mas infelizmente não é o meu tipo de leitura.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Teve gente reclamando que ele era parado, tipo, como? Ironicamente, o livro é divino. rs

    ResponderExcluir
  15. A ideia que eu tinha sobre esse livro se manteve após ler sua resenha. Sou bem fraca para terror e acho que esse ainda é muita areia para o meu caminhãozinho! hehehehehehe
    Acho que preciso perder muito mais do meu medo de terror antes de encarar esse. Estou trabalhando nisso. Veremos....
    Ótima resenha! ;)

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  16. Oi! Tudo bem?

    Quero MUITO ler essa obra!! =D A edição é perfeita. Adorei saber que a linguagem é simples e que o personagem é bem real. Admiro muito nisso nas obras =)

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir