Inverso–Karen Alvares

capa

Lá no fundo, Megan não quer ser quem é e nem viver essa vida triste, exatamente o inverso daquela que sempre sonhou para si. Tudo começa com a morte de sua mãe. A sensação terrível de que algo nunca mais vai ser como antes. E não será mesmo. O seu único alento é o carinho da irmã, que a vê como o que gostaria de ser quando crescer.
Mas há um novo mundo do outro lado dos espelhos. Um mundo igual ao seu, só que ao contrário. Um mundo perfeito onde as pessoas que morreram estão vivas e Megan é exatamente a garota que deveria ser.
Entrando nessa realidade pelo avesso, Megan começa uma perigosa busca por si mesma onde o reflexo de tudo que há de ruim tentará detê-la. Enquanto segue em frente ela deverá garantir a segurança das pessoas que mais ama.
Inverso é um romance cheio de suspense de Karen Alvares, autora de Alameda dos Pesadelos. Em um labirinto de escolhas sem poder sequer distinguir a própria imagem, Megan deverá lidar com a perda enquanto descobre quem é a garota que a encara no espelho.
Avaliação: 5/5
Megan é uma adolescente brasileira de 15 anos, que perdeu a sua mãe à alguns anos, morando agora somente com seu pai Renato, e sua irmãzinha Mina, de 7 anos. Apesar de assumir várias responsabilidades que caberiam a ‘mãe’ da casa, Megan ainda vive uma vida normal de adolescente: é deslocada no colégio pelo seu estilo mais largada com cabelos de mecha roxa, anda com seu melhor amigo Daniel, que é o CDF do colégio, e vive cabulando aulas e deixando os professores irritados sempre, mas ainda assim consegue tirar notas boas.
Eles finalmente, depois de 4 anos da perda da mãe, estão se mudando, e Renato precisa da ajuda de Megan para tirar as coisas da esposa da casa, pois é um fardo muito pesado para fazer sozinho. Enquanto estão separando as coisas, Megan acha um diário de sua mãe, escrito - NÃO LEIA –, e resolve guarda-lo para si, não para desrespeitar o desejo da mãe, mas sim porque contém o cheiro dela, o qual a garota sente muita falta.
Anos depois, seu pai estava ali, à sua frente, triste e vulnerável. Megan o abraçou e os dois choraram juntos. Era aquilo que eles compartilhavam. Era com aquilo que a maioria das garotas de sua idade não tinham que lidar. Era aquilo que os machucava, mas também os tornava fortes.
A noite quando cochila no antigo quarto dos pais, Megan acorda e se olha no espelho, mas não é sua imagem que está refletida lá, é de uma garota com o mesmo rosto seu, mas completamente diferente: seus cabelos são loiros novamente, ela não usa óculos, se veste muito mais arrumada, e tem uma postura perigosa. E quando vai se aproximar do espelho, é puxada pelo seu outro eu, para uma realidade completamente diferente da sua.
Aquela não era Megan. Uma estranha a observava, refletida no espelho, e, de alguma maneira, ela tomava conta de seu corpo. Ou talvez Megan tivesse tomado o corpo de uma desconhecida.
Megan parece estar presa em um corpo igual ao seu, com uma família igual a sua, mas com personalidades todas diferentes, nada ali parece ser igual á sua vida que está acostumada, e pra piorar, ela não tem nenhum controle sobre o corpo, e não sabe como fazer pra voltar á sua casa.
Por um lado sentia uma felicidade insana, quase doentia. Estar ali significava que ainda estava sonhando. E que sua mãe ainda estava viva. No entando, o resto estava completamente do avesso: sua mãe a chamava de Megami, Mina era uma irmãzinha irritante e que a detestava e Megan era uma garota embonecada que aparentemente gastava toda sua mesada no shopping comprando vestidos com a garota mais babaca da sala.

Resenha

Inverso é mais um da série: Li as cegas. Não sabia do que se tratava, não havia lido nenhuma resenha, nem mesmo vi a quantidade de páginas que o livro tinha, só vi que ele estava gratuito para o Kindle Unlimited e como tinha muita curiosidade pra ler algo da Karen, resolvi arriscar.
Logo no começo, vemos como Megan não está 100% feliz na sua vida, pois apesar de ter um pai completamente amoroso, presente e compreensivo, e uma irmãzinha fofa que direcionou todo amor maternal a Megan, ela sente tudo como se estivesse vazio e solitário, sem a aparência de um lar, depois que sua mãe morreu.
Renato fazia o que podia para ser um bom pai, o que devia ser difícil (ele vivia lendo livros para pais solteiros), e dava espaço para as filhas serem o que tivessem vontade, desde que isso não as prejudicasse.
Quando Megan adormece perto do espelho no quarto dos seus pais, ela tem uma surpresa ao se olhar no espelho, ela não é mais ela (hahaha, ficou confuso isso daqui, mais calma!) está completamente diferente, o oposto de quem sempre foi, cabelo, postura, sem óculos, deixando-a completamente confusa, e pra piorar a situação, ela é puxada pra dentro do espelho, pra uma vida que não é a sua.
Do outro lado, tudo parece igual, mas completamente fora do lugar, as personalidades de todos mudaram, Megan agora é Megami, uma garota popular, irritada com todos da casa, e parece que todos na casa estão irritados com todos, é uma falta de amor completa entre eles.
Nem sempre as coisas são como parecem. Às vezes o mundo é um imenso teatro.
Nossa Megan se vê presa em um corpo, no qual ela não pode controlar nada, nem sentimentos, ações, pensamentos, era como observar pelos olhos de outra pessoa, e ver ela estragar tudo aquilo que ela queria, o relacionamento com a família, e principalmente com Daniel.
Megan passa dias como Megami, vendo como é sua vida irritante de patricinha, e desprezando tudo que ela gosta, mas como fazer para voltar a sua vida normal? Porque isso está acontecendo com ela? Essas são dúvidas que nem eu sei a resposta.. rsrsrs
Karen nos apresenta um livro gostoso de ler, com personagens fáceis de compreender, e temáticas boas de serem refletidas: Mesmo quando sua vida não está do jeito que você gosta, será que ela seria melhor se fosse completamente ao contrário? E do que você teria que abrir mão para ter de volta as pessoas que perderam, como no caso da história, a mãe de Megan.
Essa é a minha vida, Megan. Mas você sabe… ela pode ser sua. É só você me dar a sua vida em troca.
A história tem vários ganchos para o segundo livro da duologia (eu não sabia que era uma duologia, e quando acabou na ‘metade’ da história quase tive um troço, porque queria saber mais, queria mais respostas e queria ver o que Megan iria fazer com todo o cenário armado por Megami), e por ser tão curtinho – apenas 136 páginas – você acaba terminando o livro com aquele gosto de quero mais, quero ler o próximo agora mesmo.
Inverso é diferente, foge do padrão de dramas de adolescentes, para nos envolver em um mundo cheio de fantasias e suspenses, é um livro para ser lido em poucas horas, e colocar algumas reflexões na nossa cabeça.
Não vejo a hora de poder ler Reverso, e descobrir o que Megan irá fazer para expulsar Megami da sua vida, ou se irá cair em tentação e trocar de vida com a menininha irritante.
-----Uma beijo para Daniel, que é fã de Harry Potter e Ana Lúcia Merege hahaha-----
Enfiou a mão do bolso e tirou de lá um bombom meio amassado, que enfiou na mão de Megan antes que ela recuasse. – Toma. Chocolate é bom contra dementadores.
Ano: 2015 / Páginas: 136
Idioma: português
Editora: Draco

21 comentários:

  1. Gostei do que me falou da história e principalmente por ela fugir dos clichês adolescentes. Não achei a capa atrativa, então se eu não tivesse lido sua resenha pra saber do que se tratava, com certeza eu não compraria haha mas me interessei pela história. Valeu pela dica. :)

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii, nunca tinha ouvido falar do livro e achei ele incrível, como disse a moça do comentário de cima a capa não me chamou a atenção, já a historio... amei!

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. ele me lembrou beeem remotamente Coraline, de Neil Gaiman, por causa do lance de ter outra realidade atrás do espelho... mas não me senti atraída pra ler Inverso... =T
    Legal ela ter cabelo roxo, lembrei de quando o meu estava roxo hehehe

    ResponderExcluir
  4. Olha, é um livro muito interessante para o público juvenil, se encontrar impresso, vou verificar se dá para usar com os alunos.

    ResponderExcluir
  5. Oi
    Eu não conhecia esse livro. A história parece legal, apesar de a capa não ajudar muito. Não curti essa capa. De graça no Kindle vou procurar para ler.

    www.lelendolido.com.br

    ResponderExcluir
  6. Já tinha ouvido falar desse livro, mas confesso que não tenho tanta vontade de ler! Quem sabe um dia eu não dê uma oportunidade, mas agora não pois estou começando a receber livros dos parceiros e tenho que fazer milagres esse ano. kk

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  7. Parece acontecer muitas coisas para um livro tão curto, haha! Diferente.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Tenho muita vontade de conhecer a escrita da Karen e esse livro está na minha lista de futuras leituras.
    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa pela obra!
    Espero gostar tanto quanto você =)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Nossa, me pareceu uma trama bem complicada, e me lembrou um pouco A Hospedeira, hehe. Não conhecia o livro, mas parece ser beeem interessante, então se eu tiver a oportunidade darei uma chance :D Gostei bastante da sua resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Sabrina, obrigada por essa resenha linda! <3333
    Fiquei aqui boba de felicidade lendo. Super, super feliz que curtiu Inverso. Espero que goste também de Reverso!
    E tô rindo aqui do seu comentário sobre o Dan! Ele é um fofo (mas eu sou mãe coruja de personagem, acho que não vale eu dizer isso hahahaha).
    Beijos, lindona!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Primeira vez que ouço falar desse livro, mas adorei a premissa. Achei bem interessante.
    Já vou adicionar na wishlist!

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Sabrina, achei o livro interessante, mas ao mesmo tempo meio doido.
    Deve ser horrível ela ficar assistindo essa outra vida sem ter autoridade para tomar as decisões.
    Talvez eu dê uma chance mais pra frente.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  13. Até no momento que ela encontra o diario da mãe escrito Não leia e adormece no antigo quarto dos pais eu entendi, mas aí ela se olha no espelho e vê uma garota igual a ela, mas com caracteristicas diferente, fiquei confusa, mas sua explicação deixou tudo claro.
    Adorei saber que a garota puxa ela para o espelho e ela começa a viver em uma vida parecia, com pessoas parecidas.
    Adorei mesmo

    ResponderExcluir
  14. Oiii.
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei a premissa interessante, parece ser uma leitura bem rápida por ser um livro curtinho. Espero ter a oportunidade de conferir a história. Seguindo o blog e curtindo a page, dê uma passadinha lá no Leituras da Mary.
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não conhecia o livro, mas gostei da premissa da história por não ser mais um clichê adolescente.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Adorei saber sobre o livro, tinha visto ele, mas não sabia nada da história. Fiquei louca para ler, espero poder conseguir fazer isso em breve, ainda mais por ele ser tão curtinho! <3
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  17. Achei interessante o enredo proposto pela Karen, será que ela se inspirou em A Hospedeira? Achei que tem um pesinho nessa história rsrsrsrsrs.
    Espero que você consiga ler Reverso e nos diga o que aconteceu.

    Abraço,
    Diego de França
    www.leitorsagaz.com.br

    ResponderExcluir
  18. Pelo que percebi daria pra fechar essa história num livro único já que ele é tão curtinho, desnecessário fazer uma duologia.
    Não gosto de livros que tem esses desfechos totalmente em aberto e deixam muita coisa sem resposta só porque tem um livro seguinte, é forçado demais. Mesmo tratando de série ou duologia, acho que cada livro deve ter sua proposta concluída e com um único gancho para o próximo e é claro que esse gancho deve ser atrativo.

    Beijos
    www.leiturasdapaty.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas fiquei animada com toda essa coisa de ir para outro corpo e uma vida diferente. Enfim, gostei da dica, acredito que é uma história que me agradaria, mas no momento não lerei :/

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    Interessante a premissa do livro. Nunca tinha ouvido falar dele, não sei se leria ele. Mas nunca de sabe, parabéns pela resenha
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi, Sabrina! Não me interessei pelo livro, mas tenho uma prima que com certeza adoraria saber sobre ele. Então vou passar o link da sua resenha pra ela! :)

    ResponderExcluir