Ensina-me a viver - Thais Benicio

Ensina-me a Viver

Nicholas Hoffman é um professor e fisioterapeuta acostumado a uma vida repleta de mulheres e tudo o que o dinheiro pode trazer. Muito jovem ele saiu de Nova Iorque para seguir seu sonho em um lugar onde pudesse estar longe da influência dos seus pais. Dedicado, ele conseguiu construir uma carreira em Miami, lugar que escolheu pra viver. Nicholas é um homem que não fala sobre o seu passado com ninguém exceto com seu amigo Robert Sullivan e eventualmente sua amiga Rachel, mulher que é dona de uma casa de prostituição, lugar que por sua vez Nicholas costuma frequentar. Ele guarda uma profunda dor causada por amor do passado o que o fez se fechar completamente a relacionamentos amorosos com qualquer mulher. É na Casa da Rachel que ele conhece a doce Ellen. Uma garota que desde o primeiro encontro dos dois o deixa completamente obcecado pelo fato da garota ser totalmente inexperiente em relação ao sexo. Incapaz de se manter longe dela, ele a convence a deixá-lo ajudá-la após descobrir que a garota vive não tem para onde ir e que já foi agredida fisicamente. Nicholas e Ellen logo estabelecem uma amizade muito verdadeira entre os dois porém com três pontos de definição: nada de sexo entre eles, serem sempre sinceros um com o outro e não deixarem ninguém se meter na amizade dos dois. Mas o desejo incontrolável que sentem um pelo outro e a chegada do antigo amor de Nicholas na cidade coloca-os em uma situação em que terão que decidir se realmente podem ser apenas amigos ou se haverá algo mais entre eles.
Skoob -  Avaliação: 4/5  Erótico / Romance / Nacional

Nicholas Hoffman é um jovem prodígio. Com sua pouca idade, ele é um renomado professor de fisioterapia, trabalha em uma clínica e ainda dedica seus fins de semana para cuidar de crianças em uma ONG.

Poucas pessoas sabem de seu passado, mas muitas sabem de como ele é no presente: um tremendo cafajeste! Nicholas sabe que é lindo, que possui dinheiro e uma ‘boa fama’ de pegador, e se aproveita de sua situação, pegando quantas mulheres for necessário para se saciar sexualmente. Ele possui somente duas regra, a regra de três, esse é o máximo de vezes que ele fica com a mesma mulher, não importa a situação, ele nunca irá passar de três, pois não quer ser um homem de uma mulher só tão cedo, e a segunda: ele nunca leva uma mulher pra sua casa.

Mas sua vida muda completamente quando ele vai ao prostíbulo de Rachel, e essa lhe apresenta uma virgem que acabou de chegar. Nicholas logo fica encantado com a menina, e é lógico, será ele a ser o primeiro homem dela. Porém, Ellen está machucada, e não lhe conta o porque de estar assim, logo ele terá que esperar ela se recuperar para tirar a sua virgindade, e não medirá gastos e recursos para que ela se recupere bem pra ele.

Ellen se recupera e foge, deixando Nicholas completamente perdido em pensamentos por ela, o que o faz pensar o porque de estar se permitindo sentir tais coisas, já que não quer se envolver assim com outra mulher. Quando a encontra novamente, ela está machucada, e precisando de um lugar para ficar, e ele lhe acolhe, quebrando mais uma das suas regras, de nunca levar uma mulher pra sua casa.

Resenha

Ensina-me a viver, é um livro que recebi de parceria com a autora para resenhar, e que li sem expectativas nenhumas, nem mesmo sabendo a sinopse dele ou do que se tratava, e me surpreendi muito.

Primeiramente, devo citar que diferente de muitos livros nacionais, o cenário desse não é o Brasil, e sim Miami, e não temos duas pessoas quebradas, e sim um homem que foi ferido no passado, e uma mulher que precisa recuperar algo que perdeu.

Nas suas 402 páginas, Thais conseguiu criar um ótimo romance, tudo bem amarrado e com muitos detalhes, de modo que vemos o tempo passando, e não temos aquilo de ‘um mês depois…’, ela consegue nos narrar praticamente todos os dias dos protagonistas (com foco no Nicholas) pois as ações deles influenciam muito na história para que possamos compreende-la.

Um livro que fala muito de perdão, e de aprender a amar novamente, confiar novamente em alguém. Um romance que não parte do princípio de que eles estão 24h fazendo sexo, e mesmo quando estão brigados tem sexo para resolver os problemas, nada disso. Esse foi um dos pontos que mais gostei na história, porque se alguém está brigado, se afastar e resolver o problema sempre é a melhor solução, e não fazer sexo loucamente durante o dia todo.

Uma história muito bem desenvolvida, muito bem trabalhada. Temos vários ápices no decorrer da trama, que só lendo mesmo pra vocês saberem quais são, mas o que posso dizer é que Nicholas não consegue se perdoar pelo que aconteceu no passado, e isso influencia muito as suas –burras- ações no futuro.

— O sexo é apenas o tempero de uma relação. O amor é o prato principal.
Quanto aos personagens, eu sempre bato na tecla que gosto de uma mocinha forte, e Ellen é assim, ela não se deixa levar pelos seus sentimentos, para quebrar a cara depois quando Nicholas a dispensar, já que ela sabe da fama dele de cafajeste, e essa segurança que ela tem é o que traz a evolução desse personagem tão pegador.

O livro é narrado por Nicholas em primeira pessoa, e temos vários recursos de flashbacks na história, eles são inseridos no meio da narrativa, formando realmente uma lembrança do personagem, de modo que não ficamos confusos.

Como li a prova em pdf, não posso falar muito da diagramação, mas não encontrei nenhum erro de escrita ou gramática.

O final me deixou de boca aberta, e estou muito curiosa com o que vai acontecer com o casal no próximo livro
— Quer saber por que eu preciso de você? — ela não fala, apenas me observa com a respiração entrecortada — Eu preciso de você, porque você é a única capaz de me fazer sentir coisas que há muito tempo eu afastei da minha vida. Eu preciso de você, porque você é a única que me dá esperança de ser algo mais que uma foda divertida pra alguém. Eu preciso de você porque você é a única coisa realmente boa na minha vida

Ano: 2014 / Páginas: 402
Idioma: português
Editora: Wattpad

11 comentários:

  1. Nossa que legal que você se surpreendeu Sabrina, não acho que seja um livro que vou ler por agora, mas acho super legal você começar a ler não esperando nada e achar o livro muito bom.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sabrina, devo admitir que tenho aversão à literatura erótica, não sei pq, nunca fui muito fã desse tipo de leitura. Mas sua resenha está ótima, apesar do tema não me agradar. ENtão vários pontos a mais. <3

    Beijos.
    Kamylla Prado.

    Vidaemserie.com

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Caramba, um nacional erótico que não tem sexo em tudo, preciso ler urgentemente! Tudo bem que ainda não me acostumei ao Wattpad e derivados, mas, com o tempo, conforme vou aprendendo, vou lendo. Que bom que você curtiu a leitura e sucesso para a autora!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá! Vi a capa e logo soube que esse livro não é pra mim. Não sou fã do gênero, sério, não consigo gostar de livros hot... Apesar disso fiquei até um pouco surpreendida pelo enredo, e mais ainda por se tratar de um nacional.
    Abraços,
    Duda - www.mylittlewonderland.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia o livro, mas me interessei bastante pela história de Nicholas e Ellen. Gosto muito de histórias de perdão, confiança e acho que essa tem tudo para me agradar.
    Ótima resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  6. Oiii!

    Sabe o que me incomoda nesses livros? São as continuações, eu sempre acho que as autoras se empolgam e poderia fazer um unico livro e não varios.
    Mas eu achei interessante ter um enrendo muito além de sexo, sexo, sexo. Odeio quando fazem isso.
    Achei interessante a história em geral, mas vou passar a leitura por ser série :)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sabrina. Tudo bem? Não curto muito livros eróticos e você caracterizou bem eles. Eles usam basicamente o sexo para resolver tudo. Esse parece-me diferente. Pelo menos isso. A história parece ser legal, porém não é o tipo de gênero literário que leria. :/

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Conheço a autora e o trabalho dela, tô com muita vontade de ler o livro e espero gostar da história, gostei da resenha.
    Bjss

    ResponderExcluir
  9. Oi Sabrina!
    Só essa capa já me convence a ler, kkkkkkkk
    Ando bem cansada de eróticos, na verdade esse nunca foi meu estilo favorito, mas como o mercado literário sofreu uma avalanche deles acabei lendo mais do que gostaria. Mas pelos pontos que você levantou, esse parece ser um erótico bem interessante, com certeza eu leria.

    B-jusssss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Sabrina, eu não conhecia esse livro ainda, mas fiquei bem curiosa por ser de um gênero que gosto muito! Com certeza daria uma chance a leitura :D

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  11. Sabrina, gostei muito da premissa do livro tanto pela mocinha ser forte como pela autora não focar desesperadamente no sexo e sim fazer uma história mais elaborada.
    Fiquei com uma mega vontade de ler.

    Lisossomos

    ResponderExcluir