Playing Patience–Tabatha Vargo #1


Às vezes, tudo que você precisa é paciência. A vida tem sido difícil para Zeke. Ser um saco de pancadas para seu pai alcoólatra o transformou em uma rocha. Nem mesmo o suspeito estacionamento de trailers em que ele vive pode assustá-lo. Lutar é a sua libertação, sexo, drogas e sua guitarra lhe trazem paz, mas no fundo Zeke não é tão duro como ele finge ser. Quando ele conhece Patience, ela encontra todos os seus pedaços quebrados e o reconstrói. Ela é um raio de luz em sua vida sombreada e a última coisa que ele quer fazer é trazê-la para o seu mundo escuro. Fingir ser o descuidado é fácil, fingir ser o cara mal pode ser divertido, mas enganar Patience é impossível, especialmente quando ela pode ver através dele. Zeke não é o único que está quebrado, e pela primeira vez, em muito tempo, Patience se sente viva. Seu mundo preto e branco recebe um tiro de cor quando ela conhece Zeke. Ele é diferente de qualquer pessoa que ela já conheceu, com suas tatuagens, piercings e brusca honestidade. Ela não quer nada mais do que deixar-se ir e andar pelo lado selvagem com ele, mas algumas feridas nunca cicatrizam e os pedaços quebrados de Patience não são tão fáceis de encontrar.
Zeke é um adolescente com uma vida complicada, pois é um saco de pancadas para seu pai alcoólatra, desde que perdeu sua mãe para o câncer, não se importa mais em apanhar, e isso o tornou uma pessoa fechada, que usa as drogas, o sexo e a banda para libertar todo esse peso.

Patience está completamente quebrada, sua mãe está morrendo dia a dia para o câncer, e vê-la assim em sua casa a quebra mais, pois tem que suportar todos os abusos de seu pai, o todo poderoso governador, para proteger sua irmã pequena, e sua mãe de morrer com a consciência pesada.
“Eu era bem querida e uma estrela do futebol, mas eu era uma boneca de porcelana quebrada, rachada além do reparo e atirada ao fundo de um armário.” – pag. 25
Quando ela resolve sair com sua melhor amiga Megan, para um clube noturno, não imaginava que iria se encrencar tão rápido, ela é dopada, e o guitarrista da banda a ajuda a ir para o hospital, mesmo contra a vontade dele. A partir desse momento a vida dos pois estão cruzadas para sempre, e não importa o quanto tentem escapar um do outro, alguma coisa acaba os unindo novamente.
“Foi quando eu o vi. Sua cabeça estava abaixada enquanto dedilhava sua guitarra. Uma música perfeita fluía dele e era como se todos os outros instrumentos da banda tivessem desaparecido. Eu me prendi em seu solo de guitarra enquanto o assistia mover seus dedos para cima e para baixo. ele era maravilhoso.” – pág. 30

Resenha


Playing Patience é intenso! Mas não só no sentido do romance, e sim pelos abusos, estilos de vida, as perdas e todas reviravoltas que acontecem na história. Você se sente em uma montanha russa, pois sempre depois de uma cena perfeita, vem as que nos dão medo pelo personagem.

Patience é forte, determinada, mesmo sofrendo abusos há anos, não deixa se abater e cuida da sua mãe, de sua irmã e ainda joga futebol, ocupa sua vida ao máximo para não ficar pensando nos seus problemas, e nunca os ‘choraminga’ pra ninguém e nem fica ‘sofrendo pelos cantos’. Quando ela decide que sente algo por Zeke, nada a tira do objetivo de se aproximar dele, nem mesmo o mau humor do rapaz, que parece estar sempre presente, pois sua vida é muito melhor quando ela está com ele.

Zeke apesar de sempre querer afastar a menininha rica e bancar o Bady boy, é um rapaz muito centrado e consciente do que quer, e ele sabe que eles são bons juntos, que curam as dores um do outro, e mesmo entrando em tantos problemas para ficar com ela, ele irá arriscar.
“Entretanto, com sua pele clara, cabelos platinados, e pálidos olhos azuis, eu tinha certeza que ela chamava atenção onde quer que ela fosse. Ela era única, um único Floco de Neve com seus próprios padrões gelados.” – pág. 48
O livro é narrado ora por Zeke e ora por Patience, o que me agradou muito já que podemos ver o que ambos sentem o tempo todo, e ver as consequências dessa proximidade para ambos, nos mostrando sempre depois de um momento feliz, vem um choque de realidade da vida que nunca é fácil.
“Ele era a cura para minha dor. Ele sabia disso e agora eu sabia. “ – pág. 179
“Tudo de ruim foi embora naquele momento. Ela acalmou cada cicatriz, tirou todas as más memórias. Ela me fez melhor. Meus olhos estavam fechados, mas havia tanta luz nos rodeando. Pelo menos eu me sentia assim, e aqueceu minha pele. Eu estava absorvendo um calor de cura que se espalhou através de mim como um fogo eufórico.…
Ela agarrou-se à frente da minha camisa como se eu fosse seu salvador e eu pensei que era apropriado, já que, de muitas maneiras, ela era a minha. Ela era a sensação de paz que eu estava procurando em todos os lugares errados.” – pág. 217
Na primeira vez que li abandonei o livro, pois o leitor tem que ter um estômago muito forte, principalmente para as cenas de Patience que são de cortar o coração de tão realistas e detalhadas que são. Mas na segunda vez, quando consegui me acostumar com aquelas cenas, o livro fluiu muito bem e logo me peguei acabando a história e completamente apaixonada pelo casal.

O final do livro me deixou de boca aberta, só serviu para reforçar o quando a protagonista é inteligente e forte, e o quanto Zeke está disposto a arriscar pela mulher que ama. A autora nos mostra como um amor tão improvável é capaz de juntar todas as peças que estavam quebradas, e reconstruir algo melhor, dando um novo sentido na vida.
“Você nunca vai saber a minha complexidade, por isso não adianta tentar explorar esse ponto. Você vai se perder, e você não vai sobreviver a mim. Não pretenda entender meus sentimentos e emoções. Metade do tempo eu não tenho nenhum de qualquer maneira, mas quando se trata de você, eles são ilimitados, o que é mais perigoso. Eu não olho para você como se fosse nada. Eu olho para você como se você fosse tudo, porque você é, e eu odeio isso.” – pág. 273
Ano: 2013 / Páginas: 420
Idioma: inglês clip_image001
Editora: Smashwords Edition
Avaliação: 5/5 Coração vermelho

38 comentários:

  1. Achei bem interessante e espero que chegue ao Brasil.
    Gosto de cenas realistas e fiquei curiosa para saber o que aconteceu no final.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Ainda não tive coragem de ler esse tipo de livro, mas sei que um dia terei.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  3. Achei bem interessante a premissa do livro. Parece uma boa história, esperar chegar no Brasil né :3

    ResponderExcluir
  4. eu li esse livro tbm em ebook e meu deus ele é fantastico ele é o gÊnero que normalmente costumo ler !

    ResponderExcluir
  5. Ei Sabrina,
    A história em si não me cativou, mas o fato da narrativa ser intercalada é algo que gosto, acaba nos aproximando dos personagens.

    Coração Leitor

    ResponderExcluir
  6. Nossa que tenso, tenho dúvida se eu conseguiria ler , não por achar um livro ruim pois ele parece ser muito bom, mas justamente pela realidade dele, achei muito pesado e talvez meu psicológico não tenha coragem para isso, mas te garanto que sua resenha despertou um interesse em mim e quero muito ler, fiquei muito interessada e quero ver por mim mesma esse história toda, espero que eu consiga

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Adorei o blog e a resenha, não é bem meu estilo de leitura mas sempre é valido conhecer ;)

    xx, Julie

    feitasdepapel.com

    ResponderExcluir
  9. Não dei muita coisa quando vi a capa, mas a sinopse e a resenha me fizeram repensar, talvez eu curta a obra... Só acho que a capa é muito tosca.

    ResponderExcluir
  10. Olha acho que esse seria um tipo de livro que não pegaria para ler.
    Porque se for uma leitura massante eu não vou continuar. Eu sempre acabo dormindo até em cima do livro pra vc ter uma ideia, mas pela sua resenha percebi que a história é sim interessante, mas não sei, ele não me chamou muita atenção não.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/08/resenha-procura-se.html

    ResponderExcluir
  11. Julguei mal pela capa, mas a sinopse me conquistou. Parece ser um livro bem forte e que provavelmente nem todos consigam ler. Vou dar uma procurada na amazon depois.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Jurava que eu não ia gostar desse livro, mas após ler sua resenha, tô completamente louca pelo livro!
    Não tem ele em português, né?
    Quero muito!
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Por mais que já esteja cansada de livros do tipo "cara quebrado que se apaixona pela garota boazinha", fiquei doida para ler esse livro. Ver que você o favoritou me deixou curiosa para ler, principalmente por parecer tão intenso. Adoro livros que conseguem trazer os sentimentos dos personagens até o leitor ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. oie como vai?
    eu queria entender melhor que 'abusos' são esses, isso me deixou confusa.

    ResponderExcluir
  15. Vi a capa e não gostei, li a resenha e to tentando decidir ainda se é um livro que eu vá gostar muito ou odiar, rs... Acho que só lendo mesmo pra descobrir. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Poxa, gostei tanto da trama, daí vi que é em inglês! ): Quero ler, mas não sei nada! hahahaha
    Eu vou amar a história, parece tão leve e delicada.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  17. tipo, pela capa e sinopse eu não daria muito no livro,mas lendo tua resenha percebo pontos realmente fortes na trama, e ele me intrigou... os protagonistas tem uma situação bem semelhante, que triste :(

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    A capa não ajuda muito, né? hahaha mas eu gostei bastante da premissa do livro e vou procurar para ler. Adoro histórias com temas fortes.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Sabrina. Assim como muita gente, pela capa achei que não ia curtir, mas com a sua resenha deu até vontade de ler. Se lançar o físico eu vou querer dar uma olhada nele. Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Oi flor, fiquei de olhos arregalados quando li sobre o que a Patience passava em casa e aí entendi o porque de ter que ter estômago forte, acho que as partes dela me incomodariam mais que as do Zeke, cara, é um assunto tão real que acho que choraria e teria meu estômago embrulhado lendo e ainda mais com detalhes. Vi que gostou muito da leitura, mas por agora não leria o livro, muita realidade pra minha cabecinha nesse momento, já vejo tanto isso nos telejornais que ler detalhes e imaginas me causariam até ressaca.

    Ótima resenha.

    bjs

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia esse título. Parece mesmo intenso, mas sempre tenho medo de livros que trazem muitos temas difíceis, fico com receio de que tratem dos temas com superficialidade, o que me incomoda muito.
    Vou esperar mais para decidir sobre esse.

    LETRAS COM CAFEÍNA

    ResponderExcluir
  22. Sabrina, nunca tinha ouvido falar desse livro e claro que adorei.
    Essa história é mega intensa e como Patience sofre, mas ainda bem que ela tem esses momentos maravilhosos com Zeke.
    A parte das cenas fortes me deixa com o pé atrás, mas mesmo assim quero me arriscar e ler.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  23. Oi ^^

    O que mais chamou minha atenção foram os personagens principais, parece que foram bem desenvolvidos e são dotados de personalidade forte, porém a temática em si acaba me afastando um pouco do livro.
    Acho que não estou no momento para uma leitura deste gênero!

    ResponderExcluir
  24. Olá, eu leria pelos temas que são tratados nos livros.
    Mesmo sendo meio difícil a vida dos personagens puxou minha atenção.
    bjs bjs

    ResponderExcluir
  25. Oi Sabrina.
    Esse não é um tipo de livro que leio com frequência, enredos densos e pesados não me agradam.
    Então mesmo com o assunto real abordado não pretendo fazer essa leitura.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  26. Olá, tudo bem?
    O livro me interessou muito, fiquei com muita vontade de lê-lo,pois adoro superação e tal. Mas, fiquei pensando se essa intensidade do livro não vai me incomodar :S Não sei se sou forte para o que vou encontrar. A personagem é abusada fisicamente tipo apanhar de soco e tal ou abusada sexualmente? Não osso deixar de vir aqui ler a resposta depois, rs. Pois realmente adorei a premissa do livro, me lembrou um pouco Um Caso Perdido.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  27. Oi Sabrina!!
    Nunca tinha ouvido falar do livro, mas adorei o que você falou na resenha, principalmente das cenas que envolvem Patience. Já tô querendo ler só por isso!! Agora, o final de deixar de boca aberta é outro ponto positivo!! Uma pena estar em inglês, sou um bicho muito lento lendo inglês!
    Beijos!

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  28. Olá!
    Não conhecia o livro, mas adorei a premissa!
    Beijos!
    www.lindaestante.com.br

    ResponderExcluir
  29. Adorei. Vou colocar ele na minha lista hahaha
    Www.thaciaevellin.com

    ResponderExcluir
  30. Olá! Tudo bem?

    Gostei muito da sua resenha! Mas estou precisando de livros leves ando chorando de mais.

    Abraços,
    Ludy
    http://nodivacomaspalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Olá, boa noite!

    O livro parece se bem intenso, pesado até (pela sua resenha, me pareceu ser), mas ainda assim, me despertou o interesse. Anotei o nome dele na minha listinha de desejados, mas, por ser uma leitura que me parece pesada, terei que me preparar para ler, bem como vc mencionou. hehehe.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  32. Oi, tudo bem?
    Estou em cima do muro a respeito desse livro, pois gostei e não gostei ao mesmo tempo da premissa.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  33. Olá! Não conhecia o livro, mas não me chamou a atenção! D:

    ResponderExcluir
  34. Oii!

    Não conhecia o livro e acho que não irei ler pois não gosto muito desse gênero. A capa é bem bonita e chama bastante a atenção e a sua resenha está ótima!!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  35. Nossa achei mega interessante... As vezes?! Sempre o que precisamos é de paciência. Kkkkk mas Deus quando me fez esqueceu de por esse ingrediente.
    Bjao
    Pri
    Www.pareinos25.com

    ResponderExcluir
  36. Oi Sabrina, sua linda, tudo bem
    Nossa, quando você disse que não aguentou a ponto de largar o livro, meu coração doeu. Acho que não existe nome para o que esses monstros fazem. Não sei se iria aguentar, acho que iria me abalar muito. Mas não posso deixar de dizer que esse livro deve ser muito intenso, forte, lindo. Pena que ainda não chegou por aqui. Sua resenha ficou ótima!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Olá Sabrina!
    Eu adorei conhecer esse livro. A história parece ser muito intensa e maravilhosa.
    Eu gostei muito do enredo e fiquei curiosa para ler a história.
    Sua resenha está maravilhosa.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  38. Olá. Parece ser uma obra bastante forte e pesada. Não sei se leria pois não gosto de romance e confesso que quando olhei pela capa veio livro erotico na minha mente. Mas que bom que a obra tem uma história triste e que nos faça refletir sobre tantas as tragédias na vida dos personagens.
    Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir