Por toda a eternidade - Kristin Hannah

Bom dia pessoal.

Hoje a resenha é de um livro que ganhei na Ação entre parceiros da Novo Conceito.

SAM_2805

Sinceramente, esse foi o livro mais complicado que já li até hoje, pois ele trata de dois temas que não sei lidar muito bem: A morte e o Seguir em frente.

Sinopse - Por Toda A Eternidade - Firefly Lane - Livro 02 - Kristin Hannah

Tully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que sua melhor amiga, Kate Ryan, morre. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir... Dorothy Hart — ou Cloud, como era conhecida nos anos 1970 — está no centro do trágico passado de Tully. Ela abandonou a filha repetidas vezes na infância. Até que as duas se separaram de uma vez por todas. Aos dezesseis anos, Marah Ryan ficou devastada pela morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus irmãos se esforcem para manter a família unida, Marah transformou-se numa adolescente rebelde e inacessível em sua dor. Tully tenta aproximar-se de Marah, mas sua incapacidade para lidar com os sentimentos da afilhada acaba empurrando a menina para um relacionamento infeliz com um rapaz problemático. A vida dessas mulheres está intimamente ligada, e a maneira como elas vão rever seus erros e acertos constrói um romance comovente sobre o amor, a maternidade, as perdas e o novo começo. Onde há amor, há perdão...

Tully Hart é uma mulher importante, aos 50 anos apresenta um dos maiores programas da TV, porém é uma mulher sozinha, já que sempre escolheu a carreira ao amor.

Na sua infância sofreu diversas idas e vindas da sua mãe, Cloud, que era uma viciada em maconha e estava sempre chapada quando a via.

Quando Kattie se muda para a sua rua, a vida de Tully parece dar uma volta de 180º, pois a amizade das duas se torna tão sólida em pouco tempo que parecem ser irmãs, e na mãe da amiga, Marggie, Tully encontra a mãe que sempre sonhou.

TullyeKate, como se chamavam, eram inseparáveis desde a escola até após o casamento de Kate com Jhonny, a amiga estava lá em todos momentos da família Ryan, porém um acontecimento trágico muda a vida de todos.

Kattie descobre que tem câncer de mama, e em pouco tempo morre, deixando todos sem chão. Nesse ponto começa toda a história do livro, uma sequencia de acontecimentos com o objetivo de aprender a seguir em frente sem Kate.

Jhonny precisa aprender a viver sem a esposa, para ser um ótimo pai para os gêmeos Lucas e Will, e para Marah, que está entrando na adolescência e sempre vivia discutindo com a mãe antes do câncer.

SAM_2806

Marah após a morte da mãe se fecha para tudo e para todos, o que a coloca em uma grande depressão e depreciação de si mesma, a jogando cada vez mais em escolhas e pessoas erradas.

Tully após a morte fica sem chão, pois a amiga sempre foi tudo pra ela. Ela deixou seu programa de sucesso quando descobriu o câncer, para cuidar da amiga, e agora não consegue mais voltar a sua antiga vida, pois nenhuma produtora quer contratar alguém que deixa o serviço sem olhar pra trás.

Para piorar sua situação Jhony não consegue aceitar bem a morte, e se muda com os filhos, afastando aquela que foi sua família por tanto tempo de perto dela. Assim, ela começa a tomar um caminho complicado de medicamentos, ataques de pânico, bebidas e sentimentos que ficam a assombrando dia e noite.

E assim o livro segue, uma sucessão de acontecimentos que nos mostra lá no fundo a cor de cada um, e como estão lidando (ou não) com ela, para que no fim todos consigam terminar um ciclo e começar outro.

O que achei do livro:

Sinceramente, até mais da metade do livro achei ele cansativo, pois ele mostra personagem por personagem, para que possamos compreender o que eles sentem, porém um pouquinho pra frente da metade o livro está mais fluido, pois as peças começam a se encaixar.

O personagem que mais gostei foi a Dorothy, mãe de tully, pois em um certo momento do livro vemos o porque de ela ter sido drogada, sua história de quando criança, suas dores e partidas, e o principal: vemos o seu recomeço.

Bom pessoal, por hoje é só, espero que tenham gostado da resenha, como vocês sabem textos curtos não é meu porte, mas confesso que me esforcei.

Um ótimo feriado a todos e até mais

imageSkoob

17 comentários:

  1. Nunca li nada da Kristin, acredita? Como já tive outro blog e uma colunista elogiou muito o livro, o anotei na minha lista. Acho que agora vou adiantar as coisas, hehehe. Beijos!

    Ensaiando

    ResponderExcluir
  2. oie como vai?
    não conhecia o livro, gostei do enredo, dessa temática de ter que lidar com dois opostos que é a morte e o seguir em frente, eu entendo o quanto deve ser cansativo isso de mostrar cada personagem mas acho que é necessário pra uma construção melhor da história, não leria porque to preferindo algo mais leve e fantasioso estilo aventura, mas a dica é boa.

    ResponderExcluir
  3. Oi Sabrina, tenho bastante vontade de ler esse livro, acho a premissa dele bem interessante e eu gosto desses assuntos mais emocionantes, espero um dia ter oportunidade de lê-lo :D

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei da temática e tenho bastante curiosidade em lê este livro, você me deixou com um pé atrás por ser um pouco cansativo, mas espero ter a oportunidade de lê-lo!

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. eu já li e achei uma bela história, mas não supera Jardim de inverno, da autora...
    Temas pesados assim me intrigam, e sempre tô buscando ler algum livro nessa temática...

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro e confesso que ele não anda fazendo muito meu estilo atualmente, mas pretendo coloca-lo na lista. <3

    ResponderExcluir
  7. Sabrina, a história é bem forte, afinal não é nada fácil lidar com a perda e conseguir recomeçar.
    Acredito que apesar do início arrastado eu leria sim.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  8. A morte e o seguir em frente é um tema que na minha opinião ninguém sabe lidar muito bem.
    Mas eu adoro esse tema na literatura.
    Que pena que o livro é cansativo :(

    ResponderExcluir
  9. Olá; sempre ficava interessada pelo livro quando via a capa dele, mas não sabia ao certo do que a história se tratava. Parece ter uma trama emocionante, mas acho que eu teria que ler para poder ter uma opinião mais concreta sobre gostar ou não.

    ResponderExcluir
  10. Eu evito esse tipo de livro porque não sei lidar com morte. GENTE, NÃO SEI. Eu sei que deveria, mas ainda não aprendi. Se me caísse em mãos eu o leria, mas com muito cuidado porque fico sensível, hahahaha

    Beijo! ;*

    ResponderExcluir
  11. Oi Sabrina!
    Estou com esse livro aqui há muito tempo e sempre deixo ele de lado para ler outro. Tento sempre aprender coisas com os livros e seguir em frente tem sido uma delas... Cada vez mais aprendo a deixar as coisas do passado no passado, então acho que adoraria esse livro por esse e outros motivos!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  12. Oie,
    Eu ainda não li o primeiro livro(que pelo que notei não tem ligação com esse), e não sei se quero ler o segundo, mesmo tenso uma premissa boa apesar de triste não me interessei. Quem sabe daqui uns tempos eu mude de ideia...
    Muito boa sua resenha ^^
    Beijos, Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  13. Ola, tudo bem? Gostei muito da sua resenha, bem explicativa. Quanto ao livro, ele não me interessou muito, não sei se compraria.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  14. Eu já li o livro e achei bom, mesmo que não tenha conseguido ser tocada por ele o quanto eu esperava. Mas os temas são realmente importantes. Seguir em frente é tão difícil, mas é rpeciso né? Adorei sua resenha, e eu também tenho problemas em escrever pouco hahaha.
    Beijos
    Angel Sakura
    www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi ^^

    Eu tenho bastante vontade de ler este livro, mas fiquei com um certo receio agora de me cansar com a "explicação" sobre os personagens.
    Agora tô na dúvida se arrisco, pois não queria abandonar o livro!

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Nunca tinha visto esse livro antes, mas não sei se leria pela premissa; fiquei um pouco confusa com a resenha, a construção do texto está um tanto bagunçada. Mas parece também ser o tipo certo para uma amiga minha; vou recomendar a ela.

    Beijos,
    Miss Sorrisos Blog
    Twitter|Wattpad|Instagram


    ResponderExcluir
  17. Eu lembro que foi o maior burburinho quando esse livro foi lançado, teve uma boa campanha de divulgação.
    Creio que a história em si tem pontos bons, pontos que podem manter o leitor firme na leitura mesmo que pareça seguir um ritmo mais lento. Eu acho que não leria, mas tenho certeza que minha esposa iria adorar o livro.

    Abraço,
    Diego de França
    www.leitorsagaz.com.br

    ResponderExcluir