O Inferno De Gabriel - Sylvain Reynard #1



A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher.

Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites.

O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados.

Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer.

Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir.
Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.





Gabriel O. Emerson não teve uma vida nada fácil, aos 10 anos sua mãe morreu e a sua família não o quis, por ser um 'bastardo', mas acabou encontrando uma mulher deslumbrante no hospital pra lhe adotar: Grace Clarck, com sua família perfeita acolheu Gabriel e lhe deu todo amor que um dia ele não teve.

Julliane também é cheia de traumas. Sua mãe era alcoólatra e passava os dias bebendo e com homens diferentes em sua cama, logo Jullia passou a infância morando hora com a mãe e hora com o pai, presenciando cenas horríveis para uma menininha. Porém, Grace sempre a acolhia como se fosse sua mãe, e ao lado de sua melhor amiga Rachel (e filha de Grace) Jullia encontrou a família que também nunca teve.

Mesmo esses dois sendo "filhos" de Grace, Julia não conhecia Gabriel, até uma visita que ela faz a Rachel quando tinha 17 anos. Nesse dia Gabriel tinha vindo visitar a família, e já tinha arrumado confusão com todos, e, ao olhar para ele, ela se apaixonou. Então ele a convida para ir ao pomar nos arredores da casa, e lá ele a chama de anjo, diz que ela é sua Beatriz de Dante, sua amada, e passam momentos muito românticos, mas ao amanhecer Jullia acorda sozinha e nunca, mas vê Gabriel.

Seis anos depois Jullia está prestes a começar seu mestrado em Dante na universidade de Toronto, e ao iniciar uma das aulas com um especialista em Dante ela percebe que seu professor Gabriel O. Emerson é o filho de Grace que ela se apaixonou no pomar, mas, ela a trata com indiferença na aula, sem saber quem ela é, e o pior, ela é humilhada por ele na frente de todos, a tratando como um tremendo cretino, nada parecido com o qual ela ama.

A cada dia que passa parece que o professor tem mais prazer em humilhá-la, debocha de suas roupas e mochila, de seu apartamento, de sua falta de dinheiro, chegando até a dizer que ela não é nada inteligente. Mas uma visita inesperada de Rachel a cidade une os dois, abalada com a morte da mãe ela pretende passar um tempo com ambos, fazendo involuntariamente que se aproximem, e assim acabam se apaixonando.

Gabriel demora muito para perceber que Julllia é sua Beatriz, seu anjo de olhos castanhos, e quando isso acontece ele já estragou praticamente qualquer chance de ela querê-lo, fazendo com que ele tenha que conquistar sua confiança, amizade e amor novamente.

Conquistar Julia é uma tarefa fácil, comparado ao longo currículo de desastres e segredos que guardam, nesses seis anos que ficaram sem se ver muita coisa aconteceu, que os fechou em certos aspectos que são difíceis de reverter. E tem também o problema da universidade, que tem uma polícia extremamente rígida quanto ao relacionamento de professores e alunos, podendo até levar à expulsão de ambas as partes.

Com essa carga de problemas e muita paixão o casal segue sua história pelas mais de 500 páginas do livro, deixando o leitor apaixonado pelo amor dos dois. Gabriel é o tipo cavalheiro cortês, sua única preocupação é manter Jullia segura e amada, para afastar suas trevas e não voltar aos antigos vícios que esses períodos sombrios o trazem. Cada pedra que ambos tem no caminho é retirada com cuidado, dando a elas a melhor solução possível, sem magoar ninguém.

O romance deles a princípio não há sexo, pois eles não querem complicar ainda mais sua situação na universidade, então ele compensa tudo em gestos de amor, carinho, bilhetes românticos, poemas... deixando o leitor com aquela sensação de: Eu preciso de um homem assim pra mim...rsrs

O inferno de Gabriel não é um romance sobre sexo, e sim sobre o amor, baseado em romances e poemas antigos, que trazem a tona o melhor do homem cavalheiro e da mulher idolatrada e bem tratada. Um romance sobre o amor cortês, aquele que "é ao mesmo tempo ilícito e moralmente elevado, passional e auto disciplinado, humilhante e exaltante, humano e transcendente''.


5/5
Favorito

Nenhum comentário:

Postar um comentário