Diário de viagem 6 e 7 - Provetá, Angra dos Reis

580694_pesok_morskaya-zvezda_rakushki_volnyi_3744x2654_(www.GdeFon.ru)

No sexto dia foi o que mais aproveitamos, o mar estava tão calmo, mas tão calmo, que pulei nele as 8h da manha, sai 1h para almoçar e depois voltei e fiquei até as 19h. Por isso estou descascando agora.. rsrs Nesse dia como ficamos muito tempo no mar nem passamos protetor direito a tarde, então todos deram uma queimadinha extra.

Tirei muitas fotos dos peixinhos que ficavam passando perto da gente, tinham uns que eram minúsculos, mais uma hora passou uns que tinham mais de 15 centímetros.. é muito lindo de ver eles nadando tão perto da gente (ou seria a gente nadando tão perto deles… rsrsr)

DSCF2128SAM_4369SAM_4375SAM_4370SAM_4358

A noite nós sentamos na pracinha e tiramos uma foto com todos juntos, enquanto nossa pizza ficava pronta na pizzaria de um único sabor de pizza. Comemos e puff na cama, já que teríamos que acordar bem cedo.

DSC00269DSC00270

Reparem nos dois bobos do canto esquerdo fazendo careta pra foto Smiley mostrando a língua

No sétimo dia acordamos bem cedo para ir embora, o barco saia as 7h mas tínhamos que chegar lá bem antes disso. E como não podiam me deixar em paz, fui picada novamente por um pernilongo, picada a qual meu braço virou uma bola e ficou caçando dois dias depois.

 DSCF2130DSCF2132

A viagem de barco passou logo, e na metade do caminho, em mar aberto tinha rede da TIM, quase chorei de emoção por ter comunicação externa.. rsrrs

Já no porto de Angra, fomos procurar lembrancinhas para comprar, depois de rodar todo o porto achamos, umas lojinhas de itens caros, credo. Comprei dois barquinhos e uma concha com um camarão em cima, pois não podia deixar de lembrar o Adalmir do seu novo apelido.

Voltamos pra casa depois de mais 6 horas na vã, nas quais eu dormi 1/3 do tempo.. hehe.

O que eu achei da ilha?

A Praia de Provetá realmente é linda, mas não é tudo muita beleza assim não. Eles não tem muito suporte para turistas, como disse no primeiro dia, essa parte ainda está sendo desenvolvida da cidade, assim não tem muitas placas informativas de onde você compra as coisas, onde tem pontos turístimos no local, horário dos barcos…

Outro ponto que achei fraco foi que queríamos ter visitado outras praias, mas não tinha nenhum barco pra levar a gente, e os que tinham queria muito caro, sendo que compensava mais voltar para Angra, pegar um barco lá e depois de lá voltar para a praia. E acreditem cada viagem de barco de Angra – Provetá é R$ 30,00 por pessoa, assim não temos muita opção a não ser ficar lá.

Com relação a hospedagem, em todo canto alugam-se casas, mas você tem que ficar perguntando para os moradores os valores e onde tem, pois se não eles cobram super caro, como na que ficamos, que pagamos R$ 450, 00 em 10 dias, sendo que uma moradora falou que o máximo que tínhamos que pagar era R$ 150,00.

Comprar as coisas na ilha então é um absurdo, um litro de leite custa R$ 4,00. Água com gás? R$ 5,00. E fora outras coisinhas, que você vai comprando aqui e ali, quando vê já está falido.

Tirando esses detalhes que envolvem dinheiro, a praia é muito boa, você pode deixar suas coisas na areia, entrar no mar, que ninguém vai mexer nas suas coisas, mesmo que você fique 24h lá dentro do mar. Os moradores também são muito amigáveis, a gente sentava na sombrinha lá na praia e já vinha um conversar com a gente, contando como eles vivem lá, perguntando como é em Minas.

Eu gostei muito de lá, e com certeza se eu tiver oportunidade voltarei, ainda mais que esse ano vão instalar uma torre da TIM na praia, assim teremos internet.. rsrsr E quando voltar com certeza já saberemos o que precisa levar, o que não precisa, e onde ficar por um preço justo.

Ah, e pra quem tiver oportunidade de ir para lá, e conhecer a ilha toda, aconselho além de Provetá: Aventureiro, Lagoa Azul, Lopes Mendez e Lagoa Verde Smiley piscando

Beijos e muito obrigado por acompanharem o diário de viagem <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário