Eu me chamo Antônio

 

Boa tarde pessoal, tudo bem?

Hoje é dia de resenha literária, e infelizmente não li muito nos últimos dias (viciada em The Vampire Diaries), mas li esse livrinho enquanto estava no ônibus semana passada, e não podia deixar de traze-lo aqui pra vocês.

saijsaiSAM_3390

Felicidade é o que define essa resenha, há tempos eu queria muito esse livro, mas não comprei, e domingo retrasado ganhei em um sorteio, e o melhor? ele é autografado!

saijsaiSAM_3393

Mas, vamos falar do livro…

Sinopse - Eu me chamo Antônio - Pedro Gabriel – via Skoob

saijsaiSAM_3392Antônio é o personagem de um romance que está sendo escrito e vivido. Frequentador assíduo de bares, ele despeja comentários sobre a vida — suas alegrias e tristezas — em desenhos e frases escritas em guardanapos, com grandes doses de irreverência e pitadas de poesia. Antônio é perito nas artes do amor, está sempre atento aos detalhes dos encontros e desencontros do coração. Quando está apaixonado, se sente nas nuvens e nada parece ter maior importância, e, quando as coisas não saem como esperado, é capaz de enxergar nas decepções um aprendizado para seguir adiante. Do balcão do bar, onde Antônio se apoia para escrever e desenhar, ele vê tudo acontecer, observa os passantes, aceita conversas despretensiosas por aí e atrai olhares de curiosos. Caso falte alguém especial a seu lado (situação bastante comum), Antônio sempre se acomoda na companhia dos muitos chopes pela madrugada. A mente por trás de Antônio é Pedro Gabriel. Em outubro de 2012, ele inaugurou a página Eu me chamo Antônio no Facebook para compartilhar o que rabiscava com caneta hidrográfica em guardanapos nas noites em que batia ponto no Café Lamas, um dos mais tradicionais bares do Rio de Janeiro. Em seu primeiro livro, Pedro apresenta histórias vividas por seu alter ego, desde a cuidadosa aproximação da pessoa desejada, o encantamento e a paixão, até o sofrimento provocado pela ausência e a dor da perda. Os guardanapos que inspiram milhares de pessoas na internet agora estão reunidos numa caprichada edição, novo lançamento da Intrínseca.

O livro é um mimo gente, é meio difícil ler alguns guardanapos dele, mas você vai tentando, tentando e quando consegue ler parece que aquela frase é pra você. São pequenas frases que dá vontade de emoldurar e colocar na parede do seu quarto, porque elas são lindas!

Eu separei algumas páginas para mostrar a vocês, e espero que gostem.

saijsaiSAM_3399saijsaiSAM_3394saijsaiSAM_3395saijsaiSAM_3396saijsaiSAM_3397

E se você não conseguir ler a página, o autor mesmo te aconselha a pular a página e partir para a próxima, maaaas, se você quiser colar é só ir no sumário no final do livro.. rsrsr

saijsaiSAM_3398

O livro é muito diferente, a primeira vista você pode até não gostar dele, mas depois que conseguir ler uma página, duas, três vai ver que logo logo está no final e querendo salvar todas as frases de tão lindas que são.

E no final do livro o autor nos convida a escrever nosso próprio poema em um guardanapo, mas ainda não escrevi o meu, então quando o fizer eu posto no insta e na página pra vocês Alegre .

Onde comprar?  Submarino | Americanas | Saraiva

Skoob

Nenhum comentário:

Postar um comentário